Cabaret reestreia no Procópio Ferreira

Após percorrer o país, musical produzido e estrelado por Claudia Raia reestreia na capital paulista no dia 25 de agosto.

Sucesso absoluto em todas as cidades por onde passou e visto por mais de 170 mil pessoas, o musical Cabaret está de volta a São Paulo. O espetáculo reestreia no dia 25 de agosto (sábado), no Teatro Procópio Ferreira, e permanece em cartaz até 16 de dezembro. Desde que estreou na capital paulista, em outubro do ano passado, a montagem já passou ininterruptamente por Paulínia, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre e Rio de Janeiro. Ainda em agosto Cabaret retorna a Paulínia (9 a 12, no Theatro Municipal de Paulínia) e fará curta-temporada em Brasília (16 a 19, no Teatro Nacional). “Este definitivamente é o sucesso mais unânime da minha carreira. É bonito ver a resposta das pessoas, que muitas vezes nos procuram completamente emocionadas ao final das sessões”, afirma Claudia Raia, que estrela e produz o espetáculo.

Com duas indicações ao Prêmio Shell-SP (Melhor Ator Coadjuvante, Jarbas Homem de Mello, e Melhor Iluminação, Paulo Cesar Medeiros), a montagem, que traz Claudia Raia no papel da cantora Sally Bowles, tem versão brasileira de Miguel Falabella, direção de José Possi Neto e produção de Sandro Chaim, em parceria com a atriz. O patrocínio máster é do Banco BVA e o copatrocínio da Scotch-Brite. A Avianca é transportadora oficial do espetáculo.

Encenado pela primeira vez há exatos 45 anos, com texto de Joe Masteroff, música de John Kander e letras de Fred Ebb, Cabaret se tornou um dos musicais de maior sucesso de todos os tempos – não só por sua poderosa equipe de criação, mas também por ter sido uma das mais felizes transposições já realizadas do palco para as telas. Se a montagem de Harold Prince para a Broadway conquistou oito prêmios Tony, o filme de Bob Fosse não ficou atrás: levou o mesmo número de estatuetas no Oscar e, de quebra, consagrou Liza Minnelli no papel principal.

A versão original de Cabaret, de 1966, foi escrita pelo dramaturgo Joe Masteroff, que se baseou na peça Eu Sou uma Câmera, de John Van Druten, inspirada, por sua vez, no livro Adeus, Berlim, de Christopher Isherwood. Com músicas de John Kander e Fred Ebb – uma das principais duplas de compositores de musicais da história, donos de sucessos como Chicago e Beijo da Mulher Aranha, entre outros –, o espetáculo teve 1.165 apresentações na Broadway e depois recebeu uma versão londrina, onde a protagonista era interpretada por ninguém menos que Dame Judi Dench.

SERVIÇO

Cabaret
Teatro Procópio Ferreira
R. Augusta, 2.823 – Cerqueira Cesar – São Paulo
Dias: De 25 de agosto até 16 de dezembro
Horário: Qui.: 21h, sex.: 21h30, sab.: 17h e 21h, e dom.: 18h
Ingressos: de R$ 60,00 a R$ 200,00
(meia entrada: estudante, aposentado, terceira idade e professores da rede pública)
Duração: 2h30
Classificação: Não recomendado para menores de 14 anos.

Fonte: Ingresso Rápido