Tudo de Dança 2019 promove mostras e oficinas de dança em Campinas

A Associação Movimento Dança Campinas (AMDC) anuncia seu tradicional evento Tudo de Dança. A edição deste ano vai acontecer do dia 31 de maio ao dia 2 de junho, em Campinas. Ao longo dos três dias, serão apresentadas quatro mostras de dança para o público. Paralelamente, para as pessoas que dançam ou têm interesse em começar a dançar, a associação está organizando oficinas sobre diversos estilos de dança, coordenadas por profissionais da área. No ano passado, o evento reuniu mais de 2.000 pessoas entre as apresentações de dança e as oficinas.

As mostras de dança acontecem cada dia em um lugar diferente da cidade, sendo que a entrada é cobrada apenas na primeira – as demais são gratuitas. A Mostra Gala acontece no dia 31 de maio, às 20h00, no Teatro Castro Mendes – o ingresso antecipado e a meia-entrada custam R$ 25,00 e a inteira no dia do evento, R$ 50,00. No dia 01 de junho, acontecem duas apresentações: a Mostra Infantojuvenil, às 15h00, no Auditório Dom Gilberto da PUC-Campinas; e a Mostra Shopping Bandeiras, às 19h00, no Shopping Parque das Bandeiras. Por último, no dia 02 de junho, acontece a Mostra Taquaral, às 15h00, na Concha Acústica do Parque Taquaral.

Na Mostra Gala, os dançarinos e grupos de dança terão suas coreografias comentadas por Fernanda Araújo, renomada bailarina de Campinas. O objetivo não é atribuir notas, mas destacar as características de cada coreografia.

As oficinas ocorrem no primeiro e no segundo dia do “Tudo de Dança 2019”. No dia 31 de maio são oferecidas cinco oficinas, todas elas acontecem no Teatro Castro Mendes: “Condicionamento físico para bailarinos”, às 15h00; “Dança moderna”, também às 15h00; “Percussão corporal”, às 16h30; “Jazz – o que te move?”, às 18h00; e “Zouk”, também às 18h00. No dia 01 de junho, acontece apenas a oficina “Dança acrobática e técnicas circenses”, às 13h00, no Auditório Dom Gilberto da PUC-Campinas. É necessário preencher o formulário de inscrição e pagar a taxa de R$ 20,00 para participar delas.

Fabiana Lois, que ano passado ajudava na organização do evento e este ano ocupa a cadeira de presidente da AMDC, sempre quis que o “Tudo de Dança” criasse espaços de resistência em Campinas, reiterando a importância da dança para as pessoas e para a cidade. “Como presidente, eu quero buscar espaço para as pessoas dançarem, que é tudo o que Campinas precisa. Bailarinos que nunca dançaram em público e grupos recém-formados têm a chance de se apresentar, porque não é uma competição, e nem é exigido nível técnico”, ela comenta.

Outra novidade deste ano é que as apresentações de dança serão transmitidas ao vivo no Facebook e no Instagram da AMDC.

A programação, tanto das mostras quanto das oficinas, pode ser conferida na agenda anexada junto a este realease.

Visibilidade

A cena cultural de Campinas sofre até hoje com os anos que o Teatro Castro Mendes fechou para reforma. Em 2007, a prefeitura iniciou as reformas no prédio, que só foram concluídas no final de 2012.

Com o maior e principal teatro público da cidade obstruído, a cena cultural de Campinas se descentralizou. Várias produções e espetáculos precisaram se deslocar para teatros menores e até mesmo para outras cidades – inclusive o Tudo de Dança.

Sete anos após a reinauguração do Teatro Castro Mendes, a luta dos artistas de Campinas para reocupar os espaços da cidade continua.

“Eu penso que todos os bons eventos de dança, assim como quaisquer manifestações artísticas, hoje em dia, neste momento em que vivemos, são muito importantes para que nós, artistas, unamos forças e possamos nos fortalecer enquanto classe. Esses eventos podem fomentar nossa arte e certamente buscam mais espaço, oportunidade, visibilidade, formação de platéia e de público”, avalia Fernanda Araújo, dançarina profissional e responsável pela oficina “Jazz – o que te move?”.

A opinião de Rubén Terranova, também dançarino profissional e professor da oficina “Dança moderna”, converge com a opinião de Fernanda. “Temos carência de eventos de dança em Campinas. Está praticamente tudo parado aqui. E o Tudo de Dança é importantíssimo para a cidade, para a cultura, para as escolas de dança de Campinas, para ver se a gente consegue mais oportunidades e mais datas nos teatros.”

Crédito da foto: Cleverson Mendes

Serviço

Tudo é Dança
De 31 de maio a 02 de junho
Horários diversos
Local: Teatro Castro Mendes
– Shopping Parque das Bandeiras
– Concha Acústica do Parque Taquaral
– Auditório Dom Gilberto da PUC-Campinas.
Ingresso: R$ 50,00 (inteira), R$ 25,00 (meia)

Deixe uma resposta