Sesc Consolação apresenta três espetáculos e um curso em sua programação de dança em agosto

Programa “Articulações” recebe os espetáculos “Oxóssi”, “Estudo de Ficção” e “Sumo”, de Eduardo Fukushima, Beatriz Sano e Julia Rocha, respectivamente.

Em agosto, a programação de dança do Sesc Consolação traz três espetáculos no programa “Articulações” e um curso, realizados por três grandes artistas da dança contemporânea que já desenvolvem um trabalho colaborativo, Eduardo Fukushima, Júlia Rocha e Beatriz Sano. As atividades acontecem entre 13 e 31 de agosto, em diferentes dias e horários.

No solo “Estudo de Ficção”, com sessões nos dias 16 e 17, às 20h, a bailarina e coreógrafa Beatriz Sano borra o limite entre realidade de ficção ao afirmar e potencializar as fábulas e narrativas que já existem em um espaço aparentemente vazio. Ela tenta criar o máximo de possibilidades de gestos como se cada parte de seu corpo pudesse se desmantelar e tornar o próprio movimento.

Já a dança “Oxóssi”, de Eduardo Fukushima, apresentada nos dias 23 e 24, às 20h, surgiu como uma homenagem ao bailarino paulista Denilto Gomes, que faleceu nos anos de 1990. Ele foi um dos principais intérpretes dirigidos por Takao Kusuno, que trouxe ao Brasil o Butoh, um estilo de dança contemporânea japonesa. Na coreografia, a partir de um vídeo de Gomes, Fukushima cria a própria representação de Oxóssi, Orixá das religiões de matriz africana relativo à caça e às florestas, que também estaria presente no ato da pintura, na confecção da escultura, na composição de música, nos passos da dança e até na escrita de um poema.

O espetáculo “Sumo”, de Júlia Rocha, que acontece nos dias 30 e 31, apresenta uma dança que sintetiza as relações entre imagem e movimento ao anular a figura do performer, que é coberto por um grande tecido. A cada contexto ou espaço propostos o trabalho se modifica. O trabalho é realizado pelos bailarinos Bárbara Elias, Isabel R. Monteiro, Joana Ferraz e Teresa M. Neves.

Curso

O curso “Colaborações Artísticas em Dança”, com Sano, Fukushima e Júlia Rocha, acontece entre 13 e 28 de agosto, com encontros às segundas e terças, das 18h às 22h. A ideia dessa atividade é reunir esses três artistas para criar um treinamento de corporal e mostrar algumas práticas de compartilhamento de processos de criação. A oficina é dividida basicamente em dois momentos.

Na primeira etapa, são introduzidas algumas técnicas orientais de treinamento corporal, que trabalham com respiração, sensibilização das mãos e percepção do corpo. No segundo momento, focado nas práticas de criação, cada participante é convidado a trazer um material com o qual está trabalhando e deseja compartilhar com o grupo.

Programação

CURSO DE DANÇA CONTEMPORÂNEA
COLABORAÇÕES ARTÍSTICAS EM DANÇA, COM BEATRIZ SANO, EDUARDO FUKUSHIMA E JÚLIA ROCHA

De 13 a 28 de agosto
Segundas e terças, das 18h às 22h
Local: Sesc Consolação
Rua Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque, São Paulo – SP
Informações: (11) 3234-3000
Inscrição: enviar e-mail e carta de intenção para danca@consolacao.sescsp.org.br, a partir de 1 a 10/8. Inscrições na Central de Atendimento a partir de 13/8.
Investimento: R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (meia: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência); R$ 10,00 (credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes).

Descrição: Com seis encontros de quatro horas de duração, a oficina é um exercício de compartilhamento com artistas de três universos diferentes em diálogo. Beatriz Sano, Eduardo Fukushima e Júlia Rocha vêm desenvolvendo há alguns anos uma colaboração artística. Nesta oficina, eles se juntam para organizar modos de troca com pessoas que se interessam por sensibilizar o corpo e compartilhar processos de criação. Treinamento corporal e práticas de compartilhamento de processos de criação são as bases desses encontros que serão divididos em dois momentos.

Primeiro momento: introdução de treinamentos corporais, técnicas orientais do movimento que seguem princípios do Seita-ho, técnica corporal japonesa e do Tai chi dowing de Taiwan, da China. Ambas as práticas trabalham com respiração, sensibilização das mãos para, através do toque, descobrir o corpo em vibração, estudo do caminho interno do movimento, o estudo da coluna, abertura das articulações, meditação em fluxo e a ativação do (ki), (chi), energia vital do corpo. Corpo este que inclui a voz e o som como parte do movimento. É também um exercício de percepção dos princípios comuns entre práticas corporais japonesa e chinesa.

Segundo momento: práticas de criação, quando cada participante é convidado a trazer um material que esteja trabalhando e deseja compartilhar. O grupo exerce um olhar de não julgamento e atua como outra perspectiva para o trabalho, e, no fim, fazemos uma celebração em conjunto. A percepção do corpo como espaço, da fala e do texto, como uma constante construção e da nossa capacidade de criar uma ficção para gerar sentido, serão iluminados pela prática de ações. Como revelar o que é mais importante de cada processo e que caminho cada um articula para poder dar forma as próprias ideias? Como é fazer parte deste grupo e estar junto?

ARTICULAÇÕES – COLABORAÇÕES ARTÍSTICAS EM DANÇA
ESTUDO DE FICÇÃO, COM BEATRIZ SANO

Dias 16 e 17 de agosto
Quinta e sexta-feira, às 20h
Local: Sesc Consolação – Espaço BETA
Rua Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque, São Paulo – SP
Informações: (11) 3234-3000
Ingressos: R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (meia: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência); R$ 6,00 (credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes).
Duração: 32 minutos.
Classificação etária: livre

SINOPSE: A ficção está dentro do corpo. “Estudo de Ficção” tenta borrar o limite entre a realidade e a ficção, e afirmar e potencializar as fábulas e narrativas já existente em um espaço aparentemente vazio. O corpo não é o limite, mas a máxima de possibilidades.

Nesta dança, a vontade é de se criar o máximo de possibilidades de gestos – ficcionais –, como se cada pequena parte do corpo pudesse se desmantelar e ser um gesto, ou se, além disso, objetos pudessem sair de dentro do corpo. Neste espaço temporal, os gestos se desenvolvem em série, em um espaço que se sucede, mistura e repete. É algo que se anuncia e se apaga, algo igualmente passageiro. O que se pontua, materializa e concretiza são objetos deixados no chão.

Ficha Técnica

Concepção e dança: Beatriz Sano
Criação de Som: Miguel Caldas
Dramaturgia: Júlia Rocha e Eduardo Fukushima
Iluminação: Gabriela Luiza
Figurino: Alex Cassimiro e Hideki Matsuka
Produção: Carolina Goulart
Fotos: Cris Lyra e Frockita
Registro e edição de vídeo: Paula Ramos

OXÓSSI, COM EDUARDO FUKUSHIMA

Dias 23 e 24 de agosto
Quinta e sexta-feira, às 20h
Local: Sesc Consolação – Espaço BETA
Rua Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque, São Paulo – SP
Informações: (11) 3234-3000
Ingressos: R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (meia: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência); R$ 6,00 (credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes).
Duração: 40 minutos.
Classificação etária: livre

SINOPSE: A dança teve como ponto de partida o convite do Centro Cultural São Paulo a Eduardo Fukushima, em 2017, para a criação de uma homenagem para Denilto Gomes, importante artista da dança contemporânea paulista, que faleceu nos anos de 1990. Denilto foi um dos principais intérpretes do diretor Takao Kusuno, considerado o introdutor no Brasil do Butoh, uma dança contemporânea japonesa. A partir do vídeo “Oxóssi”, de Denito Gomes, Eduardo Fukushima fez a minha representação desse Orixá da caça e da floresta. Oxóssi acompanha os artistas, estando presente no ato da pintura, na confecção de uma escultura, na composição de uma música, nos passos de uma dança, na escrita de um poema, de um romance ou de uma crônica. Nessa remontagem, o solo se transforma em uma homenagem a esse Orixá, que também rege a cabeça do artista. Oxóssi. Okearô!

Ficha Técnica

Criação e Dança: Eduardo Fukushima
Colaboração Artística: Beatriz Sano
Composição musical e operação de som: Tom Monteiro
Criação de luz e operação: Gabriela Luiza
Figurino: Alex Casimiro
Música de agradecimento “Querer Cantar”: Iara Rennó e Gustavo Galo
Confecção de Origami: Bruna Sano
Produção: Carolina Goulart
Agradecimentos: Hideki Matsuka, Andrea Tomioka, Andréia Nhur e sua tese “Procura-se Denilton Gomes: um caso de desaparecimento no jornalismo cultural” e João Victor Velame.

SUMO, de JÚLIA ROCHA

Dias 30 e 31 de agosto
Quinta e sexta-feira, às 20h
Local: Sesc Consolação – Espaço BETA
Rua Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque, São Paulo – SP
Informações: (11) 3234-3000
Ingressos: R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (meia: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência); R$ 6,00 (credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes).
Classificação etária: 14 anos
Duração: 30 minutos.

Descrição: “Sumo” é uma dança que sintetiza as relações entre imagem e movimento. Com a anulação da figura do performer por um grande tecido, traz à tona a própria materialidade do mover, gerando novas possibilidades para o que se vê, e a transitoriedade das suas significações. A cada contexto o trabalho se modifica, sendo poroso às características do espaço, e camufla-se. “sumo” está em constante transformação, e para cada proposta a pesquisa se atualiza.

Ficha Técnica

Concepção: Júlia Rocha
Colaboração e dança: Bárbara Elias, Isabel R. Monteiro, Joana Ferraz e Teresa M. Neves
Música: Gustavo Galo
Luz: Laura Salerno
Produção: Carolina Goulart.

Crédito da foto: Inês Correa | Cena de Oxóssi

Deixe uma resposta