Secretaria Municipal de Cultura de SP comemora o dia internacional da dança com mostra gratuita nos teatros municipais e centros culturais

Para celebrar o Dia Internacional da Dança, 29 de abril, a Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo realiza, no último fim de semana deste mês, uma maratona de espetáculos de várias vertentes da dança com entrada gratuita nos teatros municipais Flávio Império (Cangaíba – zona leste), Cacilda Becker (Lapa – zona oeste), Arthur Azevedo (Mooca – zona leste), João Caetano (Vila Mariana- zona sul), Martins Penna (Penha – zona leste), Alfredo Mesquita (Santana- zona norte), Décio de Almeida Prado (Itaim Bibi- zona sul), Paulo Eiró (Santo Amaro- zona sul) e Zanoni Ferrite (Vila Formosa – zona leste), além do Centro Cultural Olido (Centro), Centro Cultural São Paulo (Vergueiro – zona sul).

Serão apresentados espetáculos de dança contemporânea, urbana, brasileira, flamenco, jazz, sapateado, dança de salão e balé clássico, que demonstram a potência e pluralidade da dança na cidade de São Paulo. O programa da Mostra contará com apresentações do renomado Ballet Stagium, dirigido por Marika Gidali e que completa 46 anos em atividade; Cia de Danças Urbanas Conceito Urbano, Cia. Repentistas do Corpo, DivinaDança, dirigida por Andrea Pivatto, Morgana de Sousa, Raça Cia. De Dança, com direção de Jhean Állex e Zumb.Boys, dirigida por Márcio Greyk, totalizando 14 companhias.

O ponto alto da celebração da data será com o Balé da Cidade de São Paulo, corpo artístico do Theatro Municipal de São Paulo, dirigido pelo bailarino Ismael Ivo, que aprofunda sua relação com a cidade com esta apresentação de trechos do seu repertório no dia 29, às 12h30, num palco que será montado em frente à escadaria do Municipal. Esta ação, com claro foco na formação de público, é mais uma oportunidade de enfatizar a nova missão do Balé da Cidade. Desde a concepção da inédita coreografia “Risco”, Ismael Ivo colocou o principal corpo de dança da cidade a serviço de um diálogo artístico entre a arte e a metrópole. A aposta ousada rendeu frutos: a coreografia que estreou no mês passado no Municipal teve repercussão superlativa de crítica e público. Agora, nesta performance ao ar livre, com a participação do Balé Jovem da Escola de Dança de São Paulo, acontecerá um verdadeiro encontro de gerações e o Balé da Cidade se aproxima ainda mais de seu objetivo, não somente no âmbito da criação mas efetivamente estando imerso nessa experiência, apresentando-se, gratuitamente, em pleno Centro da cidade.

Dentro da proposta desta gestão de oferecer programação de qualidade nos seus equipamentos culturais, nesta Mostra, as apresentações chegam às cinco regiões da cidade. Já a partir de sexta-feira, dia 28, os teatros iniciam suas atividades com apresentações de diversas companhias em clima de aquecimento para um fim de semana cheio de atrações. Para os fãs de dança clássica, a curadoria do evento, assinada por Lara Pinheiro com colaboração de Fernando Dourado, convidou a Cia. Brasileira de Danças Clássicas para se apresentar, no Teatro João Caetano, entre 28 e 30 de abril, com o espetáculo “Noites de Gala”, interpretando trechos de obras-primas do gênero, como a suite de La Bayadére, de Petipá, sobre música de Leon Minkus, além de trechos de Dom Quixote, O lago dos cisnes, entre outras.

A Cia Tentáculo Jovem, dirigida por Liliane de Grammont, apresenta no Centro Cultural Olido um programa com duas coreografias: “O eu pele” e “Avesso”. Criada em 2015, a companhia já apresenta produções ousadas, que exploram as relações humanas e um repertório que já conta com nove coreografias. Outro destaque é o Núcleo Arcênico de Criações, companhia criada em 2012 que trabalha com práticas de estudo e investigações que interligam teatro, dança e performance, resultando numa linguagem híbrida. Com o espetáculo “Quero ser preto”, que será encenado no Teatro Arthur Azevedo, o público perceberá a ênfase nesse encontro de linguagens e também uma forte mensagem contra o preconceito em todas as suas formas.

Outra vertente a ser explorada, a dança flamenca é um estilo que hipnotiza plateias ao redor do mundo. Fundadora do Grupo Luceros Arte Flamenco, Ale Kalaf tem uma inquietação: buscar parcerias com quem possa explorar o que ela chama de “meu flamenco”. Assim, surgiu o espetáculo “Con Alma”, que é apresentado no Teatro Martins Penna. Repetindo a parceria com a cantora espanhola Irene Atienza, com quem apresentou “Mais Amor Por Favor”, em 2014, esta apresentação traz um novo olhar para este gênero. A dupla sobe ao palco acompanhada de outros quatro músicos: Jony Gonçalves (guitarra flamenca), Luciano Khatib (percussão), Alexandre Ribeiro (clarinete) e Danilo Penteado (contrabaixo e piano). A coreógrafa e atriz Clarisse Abujamra colaborou com a coreografia.

A São Paulo Companhia de Dança, do Governo do Estado de São Paulo, dirigida por Inês Bogea, preparou uma apresentação exclusiva para o evento. No dia 30, às 15h, depois de um extenso programa, a apresentação culminará num surpreendente final: um flashmob com cerca de 80 dançarinos e o público em geral, no Centro Cultural São Paulo. Dias antes da apresentação, o público poderá aprender a coreografia por meio de um tutorial que será publicado nas redes sociais e comparecer no dia e horário marcados para participar desta ação.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA
BALÉ DA CIDADE DE SÃO PAULO (direção Ismael Ivo) E O BALÉ JOVEM DA ESCOLA DE DANÇA DE SÃO PAULO (direção Susana Yamauchi)

| Palco em frente ao Theatro Municipal de São Paulo. Dia 29/4, 12h
Praça Ramos de Azevedo, s/n – República – São Paulo/SP

BALLET STAGIUM

Espetáculo: “Ballet Stagium 46 anos”. Dir.: Marika Gidali. Coreografia: Décio Otero. Com Paula Perillo, Ariadne Okuyama, Luiza Vilaça e outros. 70 min. Livre.

Apresentações: “Memória” é um trabalho de resgate da produção artística do Stagium ao longo destes 46 anos, como “Jerusalém”, de 1974, e “Saudades de Elis”, de 1997; e “Preludiando” reafirma as escolhas feitas pela companhia que pavimentam seu percurso ao resgatar o compositor brasileiro Claudio Santoro do esquecimento.

| Centro Cultural Olido – Sala Olido. Dias 28 e 29, 21h. Dia 30/4, 19h
Av. São João, 473 – Centro – São Paulo/SP

CIA. BRASILEIRA DE DANÇAS CLÁSSICAS

Espetáculo: “Noite de gala”. Com Ana Carolina Resende, Mariana Carossa, Douglas Nossa e outros. 60 min. Livre.

Apresentação de trechos de obras-primas dos coreógrafos Marius Petipá e Lev Ivanov. No programa, a suite de “La bayadére”, de Petipá, sobre música de Leon Minkus; e trechos de “Dom Quixote”, “O lago dos cisnes”, “Esmeralda” e “O corsário”.

| Teatro João Caetano. Dias 28 e 29, 21h. Dia 30/4, 19h
R. Borges Lagoa, 650 – Vila Clementino – São Paulo/SP

CIA. DE DANÇAS URBANAS CONCEITO URBANO

Espetáculo: “UrBÂnico”. Dir.: Eliseu Corrêa. Intérpretes-criadores: Adriano Batista, Cleyton Alves, Efrain Pimentel e outros. 60 min. Livre.

Observando a dança dos clubes e pequenos grupos sociais e sua ligação com a música mecânica, o espetáculo busca resgatar a essência do que é corporal.

| Teatro Cacilda Becker. Dias 28 e 29, 21h. Dia 30/4, 19h
R. Tito, 295 – Lapa – São Paulo/SP

CIA. REPENTISTAS DO CORPO

Espetáculo: “Lado B”. Com Cláudia Christ e Sérgio Rocha. 60 min. +14 anos.

Mistura de dança contemporânea, percussão corporal e cenas teatrais, embalada por “pérolas” da música brega brasileira. Em cena, um casal interage em situações domésticas, convida o público a refletir sobre o preconceito que sempre acompanhou os artistas deste gênero musical e lança uma pergunta no ar: “Será que cada um de nós tem o seu lado B?”.

| Teatro Alfredo Mesquita. Dias 28 e 29, 21h. Dia 30/4, 19h
Av. Santos Dumont, 1770 – Santana – São Paulo/SP

DIVINADANÇA

Espetáculo: “Todas as cartas de amor são ridículas”. Dir.: Andrea Pivatto. Com Breno Camargo, Guilherme Moreira, Luisa Biella e outros. 40 min. Livre.

Baseado na obra de Álvaro de Campos (Fernando Pessoa), o espetáculo refere-se a uma viagem pelo coração, na qual visitam-se momentos comuns a todos os seres humanos e que são transmitidas como experiências pessoais ou histórias contadas.

| Teatro Décio de Almeida Prado. Dias 28, 29 e 30/4, 18h
R. Cojuba, 45 – Itaim Bibi – São Paulo/SP

LUCEROS ARTE FLAMENCO

Espetáculo: “Con alma”. Com Ale Kalaf e Irene Atienza. 60 min. Livre.

Uma bailarina flamenca brasileira e uma cantora espanhola, apaixonada pela música brasileira: desse encontro, surge uma parceria artística cujo ponto de partida é a emoção presente nas duas culturas.

| Teatro Martins Penna. Dias 28 e 29, 20h. Dia 30/4, 19h
Largo do Rosário, 20 – Penha de Franca – São Paulo/SP

MORGANA SOUSA

Espetáculo: “Risko”. Intérprete-criadora e dir.: Morgana Sousa. 35 min. +12 anos.

Por um trajeto de luz, mulher revive memórias de seus afetos pela cidade e, em meio a esse percurso, prossegue (re)descobrindo maneiras de (re)desenhar escolhas.

| Teatro Zanoni Ferrite. Dias 28 e 29, 20h. Dia 30/4, 19h
Av. Renata, 163 – Chácara Belenzinho – São Paulo/SP

NÚCLEO ARCÊNICO DE CRIAÇÕES

Espetáculo: “Quero ser preto”. Com Alexandre Manchini Jr., Juny kp! e Marina Rico. 80 min. Livre.

Espetáculo de dança-teatro e artes integradas que reflete sobre o preconceito em suas diferentes formas: social, cultural, racial e de gênero.

| Teatro Arthur Azevedo. Dias 28 e 29, 21h. Dia 30/4, 19h
Av. Paes de Barros, 955 – Mooca – São Paulo/SP

RAÇA CIA. DE DANÇA

Dir. artística: Jhean Állex. Com Alex Siqueira, Bruna Barbosa, Camila Lacerda e outros. 70 min. Livre.

Apresentações: a coreografia mais recente, “À flor da pele”, de Jhean Allex, sobre a relação das pessoas com dinheiro, trabalho, trânsito, política e outros temas; e “Novos ventos”, de 1999, uma das obras de maior sucesso do repertório do grupo, criada por Roseli Rodrigues, e que trata das transformações, nostalgias e romantismo que o outono traz.

| Teatro Paulo Eiró. Dias 28 e 29, 21h. Dia 30/4, 19h
Av. Adolfo Pinheiro, 765 – Santo Amaro – São Paulo/SP

TENTÁCULO CIA. JOVEM

Coreografia: Liliane de Grammont. Com Ana Beatriz Garcia, Victoria Cavalcante, João Augusto e outros. 60 min. Livre.

Apresentações: “O eu pele” faz divagações sobre o que significa a pele nas relações humanas; “Avesso” trata da ambivalência humana; e “Onírico” retrata as fantasias e ilusões do indivíduo em estado de inconsciência a partir de sonhos relatados pelos intérpretes.

| Centro Cultural Olido – Sala Paissandu. Dias 28 e 29, 20h. Dia 30/4, 19h
Av. São João, 473 – Centro – São Paulo/SP

ZUMB.BOYS

Espetáculo: “B.E.C.O [B.boys em Construção Original]”. Dir.: Márcio Greyk. Intérpretes-criadores: Danilo Nonato, Eddie Guedes e Guilherme Nobre. 45 min. Livre.

Espetáculo de dança urbana baseado em conceitos de estudos contemporâneos que trabalham um olhar de ocupação da rua, pesquisando movimentos do cotidiano e trabalhando na técnica b.boy.

| Teatro Flávio Império. Dia 28 e 29, 20h. Dia 30/4, 19h
R. Prof. Alves Pedroso, 600 – Cangaiba – São Paulo/SP

SÃO PAULO COMPANHIA DE DANÇA

Dir.: Inês Bogéa. Livre.

Criada pelo Governo do Estado de São Paulo em 2008, a SPCD faz uma apresentação especial no CCSP em que recebe mais de 80 bailarinos convidados. Em formato de “flashmob”, são demonstrados diferentes estilos de dança. Abre o programa “Ubuntu”, apresentação de alunos de sapateado da coreógrafa Chris Matallo. Na sequência, “Movimentos Clássicos”, de Douglas Nossa, da Companhia Brasileira de Danças Clássicas, apresentação em homenagem ao balé clássico; Galpão 1 Erika Novachi interpreta o jazz lírico de “Heartbeat”, coreografia da americana Pat Taylor; apresentação do Grupo Dançando com a Diferença, de Fernanda Amaral; e, por último, a SPCD interpreta “Pivô”, de Fabiano Lima. Ao final, todos se unem e dançam a mesma sequência coreográfica, que poderá ser aprendida pelo público em redes sociais.

| Centro Cultural São Paulo. Dia 30, 15h
Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso – São Paulo/SP