Inspirado na revista de variedades do começo do século passado, Fon Fon é o novo espetáculo do Ballet Stagium

Para criar sua nova obra, Décio Otero pega carona numa antiga revista de variedades do começo do século passado, mantendo uma crítica sutil por estes novos tempos. O espetáculo terá a sua estreia, não menos inusitada, na quadra da escola de samba Império da Casa Verde, no dia 16 de dezembro, às 22h, com entrada gratuita.

Estou há muito tempo estudando a produção fonográfica do principio do século XX, quando Chiquinha Gonzaga lutava contra preconceitos diversos para mostrar que a mulher podia enveredar-se no mundo musical, tendo coragem de enfrentar as maiores barreiras da corte brasileira.

O espetáculo Fon Fon! Se envereda pela poesia, simplicidade e inovação de canções gravadas num sistema precário. Composições e vozes privilegiadas de Aracy Cortes, a grande estrela do principio do século. Apresentar toda esta harmonia de criatividade musical extrapola o tranqüilo e o belo, para junto com Chiquinha Gonzaga lutar naquilo que acreditava fortemente, a música.

A obra atravessa situações alegres e harmoniosas para culminar num caos de protestos a favor da cultura e iniciativas que enaltecem a nossa arte.

Décio Otero

A Revista Fon-Fon! teve sua primeira edição publicada em 13 de abril de 1907, na cidade do Rio de Janeiro, onde circulou no mercado editorial durante pouco mais da primeira metade do século XX.

“Para os graves problemas da vida, para a mascarada Política, para a sisudez conselheiral das Finanças e da intrincada complicação dos Principios Sociaes, cá temos a resposta própria: aperta-se a “sirene, e… “Fon-Fon!,, “Fon-Fon!,,” (Fon-Fon!, n. 1, 1907).

Serviço

Fon Fon
Ballet Stagium
Estreia 16 de dezembro de 2017
Sábado, às 22h
Local: Escola de Samba Império da Casa Verde
Av. Eng. Caetano Álvares, 2042 – Casa Verde – São Paulo/SP
Ingresso: Grátis
Informações: (11) 3062-2564

Deixe uma resposta