Heitor Villa-Lobos tem obra celebrada no novo espetáculo da Studio3 Cia. de Dança

A rica obra de Heitor Villa-Lobos, considerado o maior compositor brasileiro pela crítica especializada, é o ponto de partida do novo espetáculo da Studio3 Cia. de Dança, ‘Orquestra’, com concepção e direção coreográfica de Anselmo Zolla, que estreia nesta no MASP Auditório, com entrada gratuita.

A Studio 3 Cia de Dança realiza um mergulho profundo na obra de Villa-Lobos e quer mostrar ao público todo o universo daquele que melhor traduziu o Brasil, imprimindo em sua música nossas origens com liberdade e autenticidade. A presença marcante da personalidade do maestro se faz sentir em cada nota musical, cada compasso, cada movimento dos bailarinos e na estética do cenário.

No palco, a companhia de dança provoca a imaginação do público para libertar-se através dela. ‘Orquestra’ coloca em movimento os sons do músico carioca e fala do homem Villa-Lobos, um homem palpável, real e verdadeiro, que viveu a agonia e o prazer da criação, inspirado por noites iluminadas. Fala também dos seus sonhos, e através desses sonhos retrata a alma brasileira.

O produtor musical Felipe Venancio debruçou-se nas composições do compositor e idealizou para o espetáculo uma trilha sonora apenas com músicas de Villa-Lobos, trazendo raridades fonográficas, fugindo do óbvio. José Possi Neto, experiente profissional, dá sua contribuição assinando a direção teatral da montagem. Já o talentoso estilista Fause Haten, nome forte da moda, aceitou o desafio e criou belíssimos figurinos para o espetáculo.

Sobre a Studio3 Cia. de Dança

A Studio3 Cia. de Dança é uma companhia brasileira de dança que tem representado o País no mundo todo em eventos significativos no cenário da dança, em cidades como Milão, na Itália, Paris, Lyon e Biarritz, na França, Regensburg, na Alemanha, Lisboa e Porto, em Portugal, e também nos palcos do Brasil. A criação da Studio3 Cia. de Dança representa a consolidação de um trabalho artístico cuidadosamente preparado pelo seu coreógrafo e diretor artístico Anselmo Zolla, sob a direção geral de Evelyn Baruque. Criada em 2005, a companhia hoje conta com 18 intérpretes em seu elenco, provenientes de diversas formações e origens profissionais.

Sobre Anselmo Zolla

Anselmo Zolla atuou como bailarino nos teatros alemães de Kaiserslautern e Wiesbaden. No exterior, onde permaneceu por oito anos, ele criou obras para as companhias Azet Dance Company, Teatro de Heidelberg, Teatro de Mannheim e Teatro de Kaiserslautern. No Brasil, trabalhou ao lado de Deborah Colker e também no Balé da Cidade de São Paulo e na Quasar Cia. de Dança. Atualmente é diretor artístico da Studio3 Cia. de Dança.

Ficha técnica

Orquestra
Com a Studio3 Cia. de Dança e a bailarina Vera Lafer
Concepção e direção coreográfica: Anselmo Zolla
Direção teatral: José Possi Neto
Direção musical: Felipe Venancio
Figurinos: Fause Haten
Cenografia: Anselmo Zolla e Joyce Drummond
Apoio teatral: Marilena Ansaldi
Coreografias: Anselmo Zolla e elenco de intérpretes criadores
Ensaiadora: Liris do Lago
Desenho de Luz: Joyce Drummond
Relações Públicas/ Convidados: Liège Monteiro e Luiz Fernando Coutinho
Assessoria de imprensa: Liège Monteiro e Luiz Fernando Coutinho

Crédito da foto: Divulgação

Serviço

Orquestra
Studio3 Cia. de Dança
De 23 a 25 de março de 2018
Sexta, às 20h, sábado, às 17h, domingo, às 18h
Local: MASP Auditório (*dia 18 – Vão Livre do MASP)
Av. Paulista, nº 1578, Bela Vista, São Paulo, SP
Ingresso: Entrada franca
Informações: (11) 3149-5959
Classificação: livre
Duração: 1h (sem intervalo)
Horário da bilheteria: terça a domingo, das 10h às 17h30. Quinta-feira, das 10h às 19h30.
Em dias de espetáculo, a bilheteria funcionará até o horário de início da apresentação.
Estação de metrô próxima: Trianon-Masp
Acessibilidade para pessoas com necessidades especiais
Capacidade de público por sessão: 374 pessoas

Deixe uma resposta