Focus Cia de Dança apresenta Cinequanon e oficina gratuita no Teatro CAIXA Nelson Rodrigues

Por meio do patrocínio da Petrobras, o aclamado espetáculo Cinequanon, da Focus Cia de Dança, com direção, concepção e coreografia de Alex Neoral. reestreia dia 04 de janeiro, numa curtíssima temporada (até 14 de janeiro), no Teatro CAIXA Nelson Rodrigues, no Rio de Janeiro. Além da temporada, a companhia irá ministrar a oficina ‘Ferramentas para muitas danças’, no dia 13 de janeiro, das 14h às 17h, no palco do próprio teatro.

Cinequanon é o mais recente trabalho da companhia carioca e põe no palco cerca de 80 referências a filmes do cinema mundial. De trilhas a figurinos, de cenas a títulos, muitos elementos estão no palco. “Eu parti de pontos distintos na construção. Imagens de filmes sugeriram movimentos, títulos desenharam gestos e cenas. Foi uma grande mistura de referências que em alguns momentos aparecem mais claramente e em outros aponta uma atmosfera”, explica o diretor e coreógrafo Alex Neoral.

Violência, drama, romance, suspense, comédia, entrelaçam os números em Cinequanon. Personagens como o super-herói, a princesa, o xerife, o soldado, a enfermeira, e outros tantos da filmografia mundial aparecem como referências na obra.

O espetáculo é formado por um jogo de cenas que aposta no universo do cinema como linha criativa. Na atmosfera onírica, o espetáculo busca inspiração em afetos impulsionados por músicas, ruídos, objetos e diferentes arquétipos de personagens que embalam e dão enredo a produções cinematográficas de diversos gêneros.

Obras da filmografia de todas as épocas, como “Tempos modernos”, “Psicose”, “O Poderoso Chefão”, “Dogville”, “Matrix”, “Ensaio sobre a cegueira”, “Tudo sobre minha mãe” e muitos outros, serviram de base à construção do espetáculo que tem em seu elenco Carolina de Sá, Cosme Gregory, Jéssica Fadul, José Villaça, Marcio Jahú, Marina Teixeira, Roberta Bussoni e também Alex Neoral, que fala sobre como esses filmes aparecem em Cinequanon: “[Estão presentes] o terror de Alfred Hitchcock (quatro bailarinas, todas de perucas louras, aludem ao universo do cineasta britânico), o inesquecível Chaplin de ‘Tempos Modernos’ em um solo masculino, a grandiosidade de Hollywood, mas não só. Também tem espaço para o universo instigante do dinamarquês Lars Von Trier ou o universo descabido de Pedro Almodóvar. E como abordamos filmes que permeiam nossa memória, apareceram personagens infantis e até aqueles da vida adulta, como a menina do casaco vermelho de “A lista de Schindler”, um marco nesse filme, e que aparece no espetáculo ora no figurino, ora na luz, ora na cenografia ou nos objetos cênicos”.

Segundo Neoral, algo que saltou aos olhos ao longo do processo de criação, foi constatar como o cinema é referência para o cotidiano. “Fulano tem uma ‘casa de cinema’ com ‘vista cinematográfica’. Você entra em um ambiente em que toca alguma música e pensa: ‘parece que estou num filme’. É o cinema no mundo real. São muitas as possibilidades de afeto que surgem, bem como histórias pessoais que podem ser contadas através de uma canção que embalou uma clássica cena de cinema americano. Atrás disso, seguimos”.

Oficina: ‘Ferramentas para muitas danças’

A oficina, com três horas de duração, ministrada pela companhia oferece uma metodologia que mescla uma preparação técnica com um aquecimento corporal e improvisação, aproximando o “participante” do processo de criação utilizado pela Cia. Serão as principais bases das aulas os elementos de consciência corporal, improvisação e dança contemporânea. Os interessados nas oficinas terão a oportunidade de experienciar no próprio corpo, os movimentos que poderão conferir na cena. As atividades propostas buscam estreitar ainda mais a distância criada entre os intérpretes e o espectador.

Serviço

Data: 13/01
Horário: 14h às 17h
Local: Palco do Teatro CAIXA Nelson Rodrigues
Público alvo: estudantes e profissionais de dança (adulto)
Acesso: GRATUITO
Inscrição através do email: focusciadedanca@gmail.com com envio de currículo para análise até o dia 08/01/2018.

Sobre a trajetória da Focus Cia de Dança

Tão apaixonado por música quanto por dança, Alex Neoral tem proporcionado novos olhares aos movimentos ao tirar partido, por exemplo, da obra de Roberto Carlos, mote do consagrado espetáculo As canções que você dançou para mim, e ainda reunindo o legado pictórico de Candido Portinari às canções de Chico Buarque em Saudade de Mim, para citar dois dos trabalhos recentes do repertório da Focus Cia. de Dança. “O roteiro que criei não é cronológico, bom que se registre. Não existe uma narrativa contínua e cada cena evoca um universo em si”, explica coreógrafo.

A Focus Cia de Dança é uma das mais atuantes e aclamadas companhias do país. Consagrada pela crítica especializada e pelo público, a Cia se apresentou, em 2017, no Palco Sunset, do RIR, com Fernanda Abreu e Dream Team Passinho, além de seguir com a circulação de “Cinequanon”, seu mais recente espetáculo, “Saudade de mim”, “As canções que você dançou pra mim”, “3 pontos…” e “Outro lugar”.

Dirigida e coreografada por Alex Neoral, a Focus recebeu, em 2016, a Comenda da Ordem do Mérito Cultural do Ministério da Cultura, a maior condecoração da cultura brasileira que todos os anos agracia artistas e grupos de maior destaque no cenário artístico e cultural do Brasil naquele ano.

Com 20 obras e 10 espetáculos em seu repertório, a Focus se apresentou em mais de 90 cidades do Brasil entre interior e capitais. No exterior, levou sua arte para Canadá, Estados Unidos, Portugal, Itália, França, Alemanha e Panamá. Com “As canções que você dançou pra mim”, que se aproxima a 300 apresentações, recebeu diversas indicações a melhor espetáculo do ano por sua criatividade e originalidade. Em 2012 foi escolhida através da seleção pública do Programa Petrobras Cultural com um patrocínio por três anos, para desenvolvimento de suas atividades. dando início a uma parceria de manutenção que segue até hoje.

Ficha técnica

Direção, concepção e coreografia: Alex Neoral
Com: Alex Neoral, Carolina Sá, Cosme Gregory, Jéssica Fadul, José Villaça, Marina Teixeira, Marcio Jahú e Roberta Bussoni
Direção de produção: Tatiana Garcias
Produção executiva: Dayana Lima
Iluminação: Binho Schaefer
Técnico de Iluminação: Paulo Denizot
Figurinos: André Vital e Mônica Burity
Visagismo: André Vital
Confecção de figurinos: Jacira Garcias
Direção Musical: Felipe Habib
Vídeos: Vitor Medeiros
Cenografia: Márcio Jahú
Técnico de palco: Wellison Rodrigues
Fotos: Paula Kossatz
Assessoria de Imprensa: Daniella Cavalcanti
Comunicação Visual: Infinitamente Estúdio de Criação

Teaser


Crédito da foto: Paula Kossatz

Serviço

Cinequanon
Focus Cia. de Dança
Temporada: de 04 a 14 de janeiro de 2018
Quinta a domingo, às 19h
Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Teatro da CAIXA Nelson Rodrigues
Avenida República do Chile, 230 – Centro – Rio de Janeiro/RJ
(Metrô e VLT: Estação Carioca)
*Entrada pela Avenida República do Paraguai
Ingressos: Plateia: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia) | Balcão: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). (Além dos casos previstos em lei, clientes CAIXA pagam meia.)
Informações: (21) 3509-9600 | (21) 3980-3815
Lotação: 400 lugares (mais 08 para cadeirantes) ​
Bilheteria: de terça-feira a domingo, das 13h às 20h
Classificação: 14 anos
Duração: ​75 minutos
Acesso para pessoas com deficiência
Desconto de 50% na compra de até dois ingressos para a força de trabalho da Petrobras (mediante apresentação do crachá) e para clientes do Cartão Petrobras (mediante apresentação do cartão).

Deixe uma resposta