Compañía Antonio Gades realiza turnê por cinco estados brasileiros

A Temporada Dell’Arte de Dança 2019 será aberta em março, com a turnê da Compañía Antonio Gades. A trupe, considerada ainda hoje o principal ícone da dança espanhola e principal representante da dança flamenca no mundo, apresenta o espetáculo Carmen em cinco cidades: Rio, São Paulo, Porto Alegre, Curitiba e Belo Horizonte. Nas capitais carioca e paulista, a inédita coreografia Fuenteovejuna também está na programação.

O Theatro Municipal do Rio de Janeiro é o primeiro palco a receber a companhia, com a encenação de Fuenteovejuna nos dias 29 e 30 de março – sexta e sábado – e de Carmen no domingo, 31 de março. Na cidade, os espetáculos têm o apoio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura, além de patrocínio da ONS e Repsol Sinopec Brasil.

Em seguida, o grupo segue para São Paulo, onde também fará três apresentações, no Teatro Bradesco: Fuenteovejuna na terça, dia 02 de abril; e Carmen na quarta e quinta, dias 03 e 04 de abril.

A turnê continua por Porto Alegre (Teatro Oi Araújo Vianna, sábado, dia 06 de abril), Curitiba (Teatro Guaíra, terça e quarta, dias 09 e 10 de abril) e Belo Horizonte, onde se despede com as apresentações no Teatro Sesc Palladium, na sexta e no sábado, dias 12 e 13 de abril.

Antonio Gades | Bailarino e Coreógrafo

Antonio Gades (1936-2004), lenda da dança, é uma figura das mais importantes na dança e no teatro europeu do século 20. A obra de Gades buscava restaurar a essência de cada passo, definido pela tradição, pelo folclore, pelo povo. Seu trabalho pode ser visto como uma tentativa de estudar a cultura clássica e popular espanhola em profundidade, para glorificá-la, honrando suas raízes e suas fontes.

Ele estava sempre ciente de que seu trabalho representava a herança cultural de seu povo e que ele deveria agir com cuidado para respeitar sua integridade, a fim de não a alterar. Sua maior conquista foi transformar o flamenco em uma arte dramática, desconsiderando a bravura chamativa e gratuita que, às vezes, ameaça invadir a cena.

Seu encontro, em 1981, com o cineasta Carlos Saura seria decisivo na promoção da coreografia de Gades e, juntos, trouxeram o balé Bodas de Sangre (1974) para a telona. O filme teve enorme sucesso em todo o mundo. Seu próximo projeto foi o filme Carmen, que foi seguido por um balé de mesmo nome, e então El Amor Brujo e o balé Fuego fecharam essa frutífera parceria que popularizou o flamenco em todo o mundo.

Depois veio Fuenteovejuna (1994), ainda considerado o ponto alto da Dança Espanhola hoje e, infelizmente, o último trabalho de Gades. Ele morreu em 2004. Apesar de deixar uma parte de sua obra imortalizada no cinema, a Fundação Antonio Gades trabalha para passar o legado estilístico e a coreografia de Gades para uma nova geração de bailarinos, estudantes e o público em geral.

Caso contrário, seu trabalho teria desaparecido. Junto com esses esforços, a Fundação reuniu um importante arquivo documental. Este arquivo reflete uma época em que a dança assumiu importância monumental na visão que o mundo teve da Espanha depois que o país se tornou uma democracia.

Compañía Antonio Gades

Após a morte do coreógrafo, a Fundação Antonio Gades mantém e promove seu legado. Dirigida por sua viúva Eugenia Eiriz e sob a presidência de María Esteve (atriz e filha de Gades), a Fundação patrocina a Compañía de Dança Antonio Gades, que continua sendo uma das grandes referências da dança espanhola e do flamenco.

A direção artística da companhia leva a assinatura de Stella Arauzo, que começou a dançar com Gades aos 17 anos e, assim como vários bailarinos, faz parte do elenco original e que agora ajuda os novos membros a internalizar a filosofia, a estética e a ética de Gades.

Nos últimos 15 anos, a companhia se apresentou nos mais renomados teatros, incluindo o Teatro Real de Madri, o Teatro da Zarzuela, o Palau de les Arts em Valência, o Liceu Opera Barcelona e o Centro Niemeyer na Espanha, Sadler’s Wells em Londres, City Centro em Nova York, Herodes Atticus em Atenas, Arena di Verona na Itália, Gran Teatro Alicia Alonso em Havana, Bunkamura Orchard Hall em Tóquio e Müpá Budapeste.

A participação da companhia na ópera Ainadamar, de Osvaldo Golijov (1960), com coreografia de Stella Arauzo, estreou na Espanha com ótimas críticas. Em colaboração com o Teatro Real, a Compañía de Dança Antonio Gades produziu a filmagem e transmissão da trilogia de Gades (Carmen, Blood Wedding e Fuenteovejuna) em cinemas do mundo todo.

A Compañía foi convidada a atuar com Plácido Domingo, primeiro em homenagem ao Estádio Santiago Bernabéu (2016), bem como nas galas dedicadas à Zarzuela e Arte Espanhola. E ainda na Arena di Verona, Itália (2017), Royal Opera House Muscat, Omã (2018) e no próximo verão em Orange, França (2019).

Stella Arauzo | Diretora Artística Compañía Antonio Gades

A Companhia é dirigida por Stella Arauzo que, aos 17 anos, ingressou na então companhia de Gades e foi sua parceira por mais de 20 anos. Desde 1988, Stella encarna a Carmen de Gades, sendo considerada inigualável no papel da carismática heroína.

Considerada atualmente uma das maiores bailarinas do mundo, Stella foi escolhida pessoalmente por Gades para dirigir sua companhia. Aliás, a companhia é integrada por pessoas da total confiança de Antonio, e em boa parte indicadas por ele mesmo para a Fundação, antes de sua partida.

Sob a liderança de Stella, a empresa reformulou produções como Carmen, Bodas de sangre, Suíte Flamenca e Fuenteovejuna. Em 2014, nas comemorações do 10º aniversário da morte de Antonio Gades, a diretora recuperou um dos balés icônicos do artista, Fuego, nunca encenado antes na Espanha e que estreou no Teatro de la Zarzuela, em Madri.

Além dos cursos, workshops e palestras organizados pela Fundação Antonio Gades em colaboração com outras organizações do mundo da dança, Stella leciona na Espanha e no exterior. Sua lealdade e conhecimento da filosofia artística de Gades levou a companhia às fileiras de elite da dança espanhola.

Programas

Carmen

Inspirado livremente na obra do romancista francês Prosper Merimée, o balé Carmen foi a primeira obra cênica da mítica colaboração de Antonio Gades com o cineasta Carlos Saura. A dupla partiu da intensa música criada por Bizet para sua ópera homônima e a contrapôs à sensualidade, paixão, amor e rivalidade reverberados no mais autêntico flamenco.

Os artistas da Compañía Antonio Gades vivem e respiram o balé, revelando as múltiplas facetas de um personagem lutador, apaixonado e amante da liberdade. A magistral transição entre as cenas traz a assinatura cinematográfica de Saura.

A inconfundível clareza na exposição do drama reafirma a característica marcante das obras de Gades. Os acontecimentos se sucedem de tal forma, que ao final o espectador fica em dúvida, sem saber ao certo se assistiu ao ensaio de uma companhia de flamenco ou a uma autêntica tragédia.

Vinte e oito anos depois de sua criação, a Carmen de Antonio Gades e Carlos Saura continua impactando os espectadores de todo o mundo. Obra revolucionária em seu tempo acabou por converter-se em um clássico da dança espanhola e em principal cavalo-de-batalha da atual Compañía Antonio Gades.

Duração: 90min sem intervalo

Fuenteovejuna

Fuenteovejuna é a versão teatral criada por Gades sobre a obra homônima do dramaturgo espanhol Lope de Vega. O núcleo da história gira em torno da luta solidária de um povo contra a tirania de um cacique, símbolo do despotismo e dos privilégios inamovíveis das classes dominantes.

Segundo José Manuel Caballero Bonald, co-roteirista da montagem, “o desdobramento temático e o sentido geral de Fuenteovejuna coincidiam expressamente com a linguagem artística e a postura cívica do próprio Gades”.

A luz dos quadros de Velásquez, o teatro do Século de Ouro, a imensa riqueza da dança popular espanhola, são todas ferramentas que Gades utiliza com sua característica maestria para contar, sem qualquer palavra, o futuro do autêntico protagonista da obra: o povo de Fuenteovejuna.

O espectador se sente retratado em uma obra irá emocionar todo tipo de público. Magistral mescla do erudito com o popular, Gades manifesta neste grande espetáculo, aquilo que já se converteu em seu testamento básico: sua confiança na riqueza e poder expressivo da dança espanhola em toda sua extensão: o balé folclórico, a dança estilizada e o flamenco.

Duração: 90min sem intervalo

Crédito da foto: Stanislav Levshin

Serviço

Rio de Janeiro

Fuenteovejuna e Carmen
Compañía Antonio Gades
Fuenteovejuna – sexta e sábado, 29 e 30 de março – 20h
Carmen – domingo, 31 de março – 16h
Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Pç. Floriano, s/n – Cinelândia, Rio de Janeiro – RJ
Ingresso: de R$ 50,00 a R$ 320,00
Desconto: 30% Site Dell’Arte
Fuenteovejuna: https://www.dellarte.com.br/programacao-e-ingressos/rio-de-janeiro/theatro-municipal/compania-antonio-gades-fuenteovejuna/desconto
Carmen: https://www.dellarte.com.br/programacao-e-ingressos/rio-de-janeiro/theatro-municipal/compania-antonio-gades-carmen/desconto
Capacidade: 1.739 lugares

São Paulo

Fuenteovejuna e Carmen
Compañía Antonio Gades
Fuenteovejuna – terça, 02 de abril – 21h
Carmen – quarta e quinta, 03 e 04 de abril – 21h
Local: Teatro Bradesco
Rua Palestra Itália, 500, 3° Piso – Perdizes, São Paulo – SP
Ingressos: de R$ 100,00 a R$ 320,00
Desconto: 30% Site Dell’Arte
Fuenteovejuna: https://www.dellarte.com.br/programacao-e-ingressos/sao-paulo/teatro-bradesco/compania-antonio-gades-fuenteovejuna/desconto
Carmen: https://www.dellarte.com.br/programacao-e-ingressos/sao-paulo/teatro-bradesco/compania-antonio-gades-carmen/desconto
Capacidade: 1.439 lugares

Porto Alegre

Carmen
Compañía Antonio Gades
Dia 06 de abril de 2019
Sábado, 21h
Local: Teatro Oi Araújo Vianna
Av. Osvaldo Aranha, 685, Farroupilha, Porto Alegre – RS
Ingressos: de R$ 80,00 a R$ 150,00
Desconto: 30% Site Dell’Arte
https://www.dellarte.com.br/programacao-e-ingressos/porto-alegre/oi-araujo-vianna/compania-antonio-gades-carmen/desconto
Capacidade: 3.146 lugares

Curitiba

Carmen
Compañía Antonio Gades
Dias 09 e 10 de abril de 2019
Terça e quarta, 21h
Local: Teatro Guaíra
R. XV de Novembro, 971 – Centro, Curitiba – PR
Ingressos: de R$ 75,00 a R$ 200,00
Desconto: 30% Site Dell’Arte
https://www.dellarte.com.br/programacao-e-ingressos/curitiba/teatro-guaira/compania-antonio-gades-carmen/desconto
Capacidade: 2.167 lugares

Belo Horizonte

Carmen
Compañía Antonio Gades
Dias 12 e 13 de abril de 2019
Sexta e sábado, 21h
Local: Teatro Sesc Palladium
R. Rio de Janeiro, 1046 – Centro, Belo Horizonte – MG
Ingressos: de R$ 50,00 a R$ 180,00
Desconto: 30% Site Dell’Arte
https://www.dellarte.com.br/programacao-e-ingressos/belo-horizonte/sesc-palladium/compania-antonio-gades-carmen/desconto
Capacidade: 1.321 lugares

Deixe uma resposta