Com “Profetas da Selva”, Cia Dual ocupa Cena Aberta da Funarte

dual-cena-contemporanea_profetas-da-selva_foto-clarissa-lambert_m-fw
Foto: Clarissa Lambert/Divulgação

Mergulho no universo místico da mitologia tupi-guarani, a longa e contínua jornada espacial transporta o público para dentro de uma atmosfera ritualística em que grandes guerreiros e poderosos profetas dançam em comunhão com os deuses.

“Profetas da Selva”, o mais recente trabalho da Dual Cena Contemporânea, companhia dirigida por Ivan Bernadelli, ocupa a Sala Renée Gumiel do complexo Cultural da Funarte SP, em curta temporada de 25 a 27 de novembro (sexta e sábado, 19h; domingo, 18h).

O espetáculo propõe a recomposição de danças praticadas pelas etnias Tupi e Guarani no século XV, para evocar a mitologia ao redor do chamado “profetismo tupi-guarani”, cujo tema principal consistiria nas grandes migrações “místicas” dirigidas por xamãs, em busca de um lugar perfeito, ‘Yvy Marã ey’, a Terra Sem Mal, onde deuses e homens seriam iguais e cujo acesso se daria por meio de jejuns e danças, conduzidos por profetas.

A criação resulta de constantes e intensos intercâmbios nas aldeias Guarani Guyrapa-Ju e Krukutu, no Estado de São Paulo, tendo como premissa o envolvimento dos integrantes da Dual com a rotina de trabalho, os rituais cotidianos e festivos, as danças na casa sagrada, a religiosidade, o canto, a música e as pinturas corporais, que foram re-elaboradas e propostas cenicamente.

A pesquisa teve coordenação de Roger Muniz, que também se responsabilizou pelo intercâmbio nas aldeias indígenas. Edson Tosta Matarezio orientou a pesquisa musical; Osvaldo Gazotti fez o projeto de iluminação; a cenografia é de Mauro Martorelli; e Mauro Nakata pinta as tatuagens nos corpos dos intérpretes.

Para compartilhar a pesquisa em cultura e mitologia indígena realizada ao longo do processo de criação do espetáculo, no sábado (26/11), a Dual desenvolve um Ciclo de Imersão Artística, dentro das atividades do Laboratório da Cena Funarte SP. A partir das 13h30, serão realizadas palestra, oficinas de Pintura Corporal e de Dança com foco na corporeidade do guerreiro indígena brasileiro, e Partilha Culinária, com comidas típicas. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail cia.dual@hotmail.com.

Depois da apresentação do espetáculo, a companhia abre ainda um bate-papo entre os bailarinos, equipe técnica e os participantes. Estas atividades foram contempladas pelo Projeto Laboratório da Cena Funarte São Paulo e pelo Regulamento Cena Aberta Funarte 2016

No blog da companhia, textos, imagens e outros registros do processo de criação e da dinâmica dos intercâmbios nas aldeias, acessado pelo link: https://pedrasmovedicas.wordpress.com/2016/08/25/profetas-da-selva-notas-e-reflexoes-para-ler-a-obra/

Um pouco da Dual Cena Contemporânea

Dirigida por Ivan Bernardelli, a Dual realiza pesquisas artísticas a partir de mitologias e temas associados à cultura brasileira. Entre seus principais espetáculos estão: “Duo Para Dois Perdidos” (2012), inspirado no universo de “Dois Perdidos Numa Noite Suja”, de Plínio Marcos; “Terra Trêmula” (Proac/2014), que mergulhou nas tensões religiosas do Brasil colonial para promover o encontro entre Ogum e São Miguel Arcanjo em meio ao barroco brasileiro; e “Profetas da Selva” (PROAC/2015), que encontra inspiração nas extensas jornadas territoriais rumo a ‘Yvy Marã Ey’, a Terra Sem Mal prometida pela mitologia Tupi-Guarani.

Recentemente contemplada pelo Programa Municipal de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo, a Dual desenvolve a criação do espetáculo “Chulos”, inspirado na chula de palhaços das Folias de Reis, e, desde outubro até dezembro, diversas atividades contempladas pelo projeto “Laboratório da Cena”, no Complexo Cultural da FUNARTE São Paulo.

FICHA TÉCNICA

Direção geral e direção cênica: Ivan Bernardelli
Elenco: Junior Gonçalves, Kleber Cândido, Ivan Bernardelli e Diogo Carvalho
Projeto de Luz e Iluminação: Osvaldo Gazotti
Tatuagens: Mauro Nakata – Tattoos do Mauro
Cenografia: Mauro Martorelli
Coordenação da Pesquisa e Intercâmbio nas aldeias indígenas: Roger Muniz
Orientação da Pesquisa Musical: EdsonTosta Matarezio
Oficina de Pintura Corporal Indígena: Xumaya Xya (indígena Funil-ô)
Design gráfico e digital: Ivan Bernardelli
Registro em vídeo: Alícia Peres
Direção de Produção e Produção Executiva: RADAR CULTURAL Gestão e Projetos – Solange Borelli

SERVIÇO

Profetas da Selva
Dual Cena Contemporânea
De 25 a 27 de novembro de 2016
Sexta e sábado, às 19h; domingo, às 18h
Local: Funarte São Paulo – Sala Renée Gumiel
Alameda Nothmann, 1058 – Campos Elíseos – São Paulo/SP
Ingressos: R$ 10,00
Informações: 11 3662-5177
Duração: 50 minutos
Classificação: livre
Site: https://ciadual.wordpress.com/