Cia Fragmento de Dança apresenta Porque Somos Mutantes, no Kasulo

Cia Fragmento de Dança - Porque somos mutantes
Foto: Leo Lin

De 25 a 28 de maio (quinta a sábado, 21h, domingo, 19h), a Cia Fragmento de Dança apresenta no Kasulo – Espaço de Cultura e Arte, “Porque somos mutantes”, o mais recente trabalho da companhia, inspirado na obra do escultor e fotógrafo britânico Jason deCaires Taylor, que cria esculturas e as submerge no mar, formando uma espécie de museu submarino que a natureza se encarrega de modificar, dia após dia.

A partir da intervenção de Taylor, Porque Somos Mutantes busca um corpo atravessado pela angústia e aceitação de sua impermanência. Ao refletir sobre ações que independem da nossa vontade, a Cia propõe, neste trabalho, discutir processos inevitáveis de transformação em que perdemos o registro do que somos, seja em situações degenerativas, como no Mal de Alzheimer, seja na tentativa, consciente ou não, de que é necessário adequar-se para estar no convívio social.

Porque Somos Mutantes convoca os bailarinos a lidar com a tarefa do indivíduo em grupo, com organização, caos, necessidade de pertencimento. Transitando entre memórias e sentimentos, numa linha de tempo não linear, existe uma tentativa fracassada e persistente de encontrar os “eus” que nos travestem.

A Cia Fragmento de Dança foi contemplada pela 20ª edição do Programa de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo. Originalmente, o projeto “Atravessamentos” previa 30 apresentações de trabalhos do repertório, a implantação da “Terça Aberta no Kasulo”, como um espaço permanente de acolhimento e difusão de trabalhos de novos criadores em dança, teatro e performance; e ainda o desenvolvimento de grupo de estudos, coordenado por Vanessa Macedo, diretora da Fragmento, e Janaina Leite, do grupo XIX de Teatro, com oficinas e compartilhamento de trabalhos sobre “Memórias, arquivos e autobiografias nas artes”. A temporada de “Porque somos mutantes” foi incorporada ao projeto por conta da possibilidade que o Programa de Fomento à Dança oferece às companhias para manutenção e continuidade de investigação artística.

FICHA TÉCNICA

Direção e coreografia: Vanessa Macedo
Cenografia: Cia Fragmento de Dança
Elenco: Chico Rosa, Diego Hazan, Daniela Moraes, Flávia Tiemi, Maitê Molnar, Rafael Sertori e Ricardo Januário
Figurino: Daíse Neves
Iluminação: Sandro Borelli
Trilha sonora: Murilo Emerenciano
Produção: AnaCris Medina

SERVIÇO

Porque somos mutantes
Cia Fragmento de Dança
De 25 a 28 de maio de 2017
Quinta a sábado, 21h; domingo 19h
Local: Kasulo Espaço de Cultura e Arte
Rua Souza Lima, 300 – Barra Funda – São Paulo/SP
Ingressos: R$10,00 / R$5,00 (Bilheteria abre uma hora antes da apresentação)
Informações: (11) 3666-7238
Lotação: 50 lugares
Classificação: 12 anos