Cia da Vila apresenta ciclo de videodança na Galeria Olido

Nos dias 29 de outubro e 5 de novembro, a Cia da Vila apresenta um ciclo de trabalhos no formato de videodança, acompanhado de bate papo na Galeria Olido, no centro de São Paulo a partir das 20h, com entrada gratuita.

O material é fruto da pesquisa realizada para a montagem do segundo espetáculo da série Amor em 4 atos – Tranças de Teresa, que está em cartaz, de modo itinerante pela cidade. São cinco vídeos; Topo do Mundo; mEU; Trançar e Teresa. As filmagens foram feitas na cidade de Brumadinho (MG). Além de exibir material da pesquisa atual, será exibido os premiados “Amor em 4 atos” e “Domingo”, produzidos a partir do estudo inicial da série Amor em 4 atos. A trilha sonora fica por conta de Rafael Thomazini e Ed Cortês.

A pesquisa e todas as ações relacionadas, fazem parte do projeto “Cia da Vila 10 anos”, contemplado no 22º Fomento a Dança da Secretaria de Cultura de São Paulo.

Programação

Amor em 4 atos

Inspirado no conto de Honoré de Balzac, Um Amor no Deserto, utilizando como referência o mito do Narciso, o videodança da Cia da Vila, “Amor em 4 Atos” conta a história de amor entre uma pantera e um general perdido no deserto. A história permeia diferentes tipos de amor e ressalta os sentimentos, principalmente voltados aos quatro atos; o instinto, narcisista, desejo e entre pares.

Selecionado no Festival D’Olhar de Goiânia 2016, Selecionado no Festival Dança em Foco 2017, selecionado no BANG – Festival de Videoarte de Barcelona, entre outros.

Ficha Técnica

Duração: 13 minutos | Direção: Priscila Magalhães e João Leão | Coreografia: Juliana Kis e criação coletiva | Direção de Imagem/fotografia/montagem: João Leão | Direção Produção: Pauliana Reis | Ass. Produção: Paula Reis | MKO: Thamy Cabral | Produção: Frame Forte Filmes / Bronca Filmes | Bailarinos: Thamires Núbia , Daru Liberato, Julio Françozo, Giovanna Bertolucci e Cris Rother. | Música original e produção musical: Rafael Thomazini | Co-produção musical Vinicius Scorza

Domingo

O Amor brega, piegas, cafona, narrado na poesia e coreografado pela Cia da Vila com o bailarino Julio Françozo vem à tona nessa produção. Um término de relacionamento e a ressureição após é o tema central de “Domingo”. Vídeodança produzido como material de pesquisa para montagem do segundo espetáculo da série “Amor em 4 Atos”.

2º lugar no prêmio da Semana Paulista de Curta Metragem CCSP – 2016 – Categoria Videoarte em Dança, Menção honrosa no Festival D’Olhar de Goiânia 2016, Selecionado no Festival Dança em Foco 2017, selecionado no BANG – Festival de Videoarte de Barcelona, entre outros.

Ficha Técnica

Duração: 5 minutos | Direção e edição: Priscila Magalhães | Bailarino: Júlio Françozo | Fotografia: Bia Onofre e Thamara Lage | Produção: Pauliana Reis | Locação: Casa Amarela

Topo do Mundo

O videodança gravado na cidade de Brumadinho – MG, parte de uma pesquisa sobre o artista plástico brasileiro Tunga, e sua intersecção com o amor e as relações contraditórias.

Ficha Técnica

Duração: 12 minutos | Direção: Priscila Magalhães | Direção de Imagem/fotografia/montagem: João Leão | Coreografia: Liliane de Grammont | Produção: Frame Forte Filmes / Bronca Filmes | Bailarinos: Daru Liberato, Julio Françozo, Rebeca Tadiello, Clara Hornis e Cristina Rother. | Música original e produção musical: Ed Côrtes

mEU

O trabalho dá seguimento a pesquisa do amor na perspectiva da contradição, criando pequenos trabalhos em videodança.

Ficha Técnica

Duração: 2 minutos | Direção: Priscila Magalhães | Direção de Imagem / fotografia/montagem: João Leão | Coreografia: Liliane de Grammont | Produção: Frame Forte Filmes / Bronca Filmes | Bailarino: Daru Liberato | Música original e produção musical: Ed Côrtes

Trançar

O trabalho dá seguimento a pesquisa do amor na perspectiva da contradição, criando pequenos trabalhos em videodança.

Ficha Técnica

Duração: 3 minutos | Direção: Priscila Magalhães | Direção de Imagem / fotografia/montagem: João Leão | Coreografia: Liliane de Grammont | Produção: Frame Forte Filmes / Bronca Filmes | Bailarinos: Daru Liberato, Julio Françozo, Rebeca Tadiello, Clara Hornis e Cristina Rother. | Música original e produção musical: Ed Côrtes

Teresas

As “teresas” são tranças feitas com tecidos diversos como lençóis, fronhas, toalhas, etc, utilizados em presídios e manicômios, tranças direcionadas a fuga. Uma fuga para um outro estado. Produzido em plano sequência, “Teresas” convida o espectador a passear pelos cômodos da casa, como um voyeur, observando a intimidade de cada um, em um local onde as relações se entrelaçam e permanecem ali, como um processo cíclico, sem fim.

Ficha Técnica

Duração: 10 minutos | Direção: Priscila Magalhães | Direção de Imagem / fotografia/montagem: João Leão | Coreografia: Liliane de Grammont | Produção: Frame Forte Filmes / Bronca Filmes | Bailarinos: Daru Liberato, Julio Françozo, Rebeca Tadiello, Clara Hornis e Cristina Rother | Música original e produção musical: Ed Côrtes

Sobre Cia da Vila

Com 10 anos de existência a Cia da Vila tem o intuito de integrar as artes e possibilitar um trabalho de troca entre o elenco, onde um aprende com a experiência do outro. Com 6 espetáculos no currículo, além do trabalho com intervenções e material em videodança, premiados e selecionados em diversos festivais do Brasil e do mundo.

Crédito da foto: Divulgação | Cena do espetáculo Teresas

Serviço

Amor em 4 atos| Domingo | Topo do Mundo | mEU | Trançar | Teresas
Cia da Vila
Dias 29 de outubro e 5 de novembro de 2018
Segunda, às 20hs
Local: Galeria Olido – Cine Olido
Av. São João, 473 – República, São Paulo
Ingressos: Gratuito com distribuição de ingressos com 1h de antecedência
Informações: www.ciadavila.com – e-mail: davilacia@gmail.com

Deixe uma resposta