Balé da Cidade de SP apresenta o programa Brasileiros, no SESC Pinheiros

balé da cidade de sp brasileiros

O Balé da Cidade de São Paulo convidou três criadores, ex-integrantes de seu elenco, para compor o programa Brasileiros, com as coreografias Fio da Meada (Gleidson Vigne), Cenas a 37 (Alex Soares) e Árvore do Esquecimento (Jorge Garcia).

Fio da Meada questiona os desejos e objetivos da vida, perguntas para as quais não temos respostas imediatas mas que ao mesmo tempo estão em nós. O trabalho fala sobre estes desejos e objetivos e sobre a dificuldade de nos mantermos no caminho que traçamos. Coreografia: Gleidson Vigne.

A partir de uma livre apropriação dos personagens da obra Cenas de Família, coreografia de Oscar Araiz remontada para o Balé da Cidade de São Paulo em 1978, Cenas a 37 representa o deslocamento destes personagens 37 anos depois, com seus problemas, conflitos e reencontros a partir da morte de um membro importante da família. Coreografia: Alex Soares.

Árvore do Esquecimento mostra como em torno dessa árvore os escravos homens, vindos do Benim (África), deveriam dar nove voltas e as mulheres sete, para que se esquecessem de suas origens, sua identidade cultural e suas referências geográficas, pois os mercadores de escravos sabiam o poder que tem a memória como força de resistência. Coreografia: Jorge Garcia.

SERVIÇO

Brasileiros
Balé da Cidade de São Paulo
De 27 a 29 de março de 2015
Sexta e sábado, às 21h, domingo, às 18h
Local: SESC Pinheiros
(Teatro Paulo Autran)
Rua Pais Leme, 195 – Pinheiros – São Paulo – SP
Ingressos: de R$ 12,00 a R$ 40,00
Duração: 90 minutos (coreografias e intervalo)
Não é permitida a entrada após o início do espetáculo.
Venda limitada a quatro ingressos por pessoa.