Bailarina brasileira faz carreira em grupo de sapateado em Los Angeles

Bailarina, professora e coreografa, Gisele Silva iniciou seus estudos no Espaço Dânia Amaral em Ribeirão Preto, São Paulo – Brasil. Atualmente acumula o cargo de Coordenadora de Sapateado da escola.

Formada em Ballet Clássico, possui Habilitação Profissional Técnica em Dança pelo Espaço Dânia Amaral, possui também o Registro Profissional na Delegacia Regional do Trabalho – DRT, atestado de capacitação profissional permanente, conferido pela diretoria do Sindicato dos Profissionais da Dança do Estado de São Paulo, n° 0037108/SP em 18/03/2013 (Decreto 82.385/78).

Gisele teve uma infância dificil, filha única seus pais nao mediram esforços para que Gisele realizasse seu sonho de ser bailarina. É preciso muita dedicação, no sentido mais amplo, para construir uma carreira de sucesso. É preciso, ainda mais, amar o que você faz e ter talento. Nenhuma das dificuldades no caminho foi capaz de interromper Gisele Silva, que conheceu a dança quando ainda é criança, e agora está conseguindo seu lugar ao sol.

O começo não foi fácil, mas a menina não desistiu. “Eu andei até a escola com a minha mãe para ter aulas, e ela teve que esperar por mim, porque não tínhamos dinheiro suficiente para fazer duas viagens. Sempre me dediquei às aulas e depois recebi uma bolsa de estudos”, lembra a dançarina. Com a bolsa, Gisele poderia continuar fazendo o que mais amava. Com a idade de 15 anos, ela se tornou professora.

Por todo o apoio e motivação, Dania Amaral e Ludmila Heck, suas primeiras professoras de dança, foram fundamentais em sua trajetória até aqui, aos 33 anos de idade. Apesar de dançar um pouco de tudo, foi no sapateado que ela se encontrou. “Por um tempo me dediquei a estudar balé. A intenção era me tornar bailarina em uma grande companhia. Recebi alguns convites, como a Companhia de Ballet do Teatro Guaíra mas a questão financeira me impediu de continuar. Com o tempo, eu estava experimentando novos ritmos, fazendo workshops e me destacando. O sapateado levou meu coração”, diz Gisele.

Como bailarina atuou no Grande Circo Popular do Brasil dirigido por Marcos Frota de 2000 a 2003 participando de grandes eventos como Prêmio Airton Senna, Rock in Rio e desfilando pela Escola de Samba Mocidade Independente de Padre Miguel, no Rio de Janeiro, em 2002, nesse mesmo ano conquistou o prêmio de Destaque no festival Dança Ribeirão, festival onde conquistou inúmeros prêmios como bailarina e coreografa.

Integrou a Ribeirão Preto Cia de Dança por dois anos, foi também integrante da Cia Pé na Tabua onde circulou com o espetáculo Tudo é Som e Urbano. Atualmente faz parte do grupo Tap New Generation, jovens sapateadores de diversos estados do Brasil e Exterior.
Participou de diversos workshops nacionais e internacionais, sendo contemplada com bolsas de estudos, entre eles DC Tap Fest, LA Tap Fest, New York Tap City, e festivais em Londres e Chicago.

Em abril de 2017 participou do show Rhythm in Motion em Nova York organizado pela American Tap Dance Foundation, um dos órgãos mais respeitados no mundo, quando o assunto é sapateado, onde se apresentou com o espetáculo “Partido”, do também brasileiro Leonardo Sandoval, no teatro The Duke – Broadway. E foi professora em um dos maiores festivais de sapateado do Brasil, o Tap in Rio, que acontece anualmente no Rio de Janeiro.

Foi nesse evento que Gisele conheceu Chloe Arnold. Se destacando no evento, recebeu o convite para participar de sua companhia, Syncopated Ladies. Não foi uma decisão fácil, largar toda sua carreira construída no Brasil para recomeçar na América, mas Gisele encarou o desafio.

Em 2018 mudou-se para Los Angeles para integrar o grupo Syncopated Ladies, dirigido por Chloe Arnold (Indicada ao Emmy de Melhor Coreografia, The Late Late Show with James Corden), fazendo trabalhos em grandes eventos como, Syncopated Ladies Live, Dance On Youtube Channel, We Rise LA, TEDx Talk, Woman in the World (se apresentando no Lincoln Center em Nova Iorque), evento em que a atriz Viola Davis (vencedora do Oscar, Emmy e Tony Awards) foi palestrante, BET Awards e Essence Festival New Orleans.

Em maio Gisele prestou uma audição, onde era necessário o conhecimento de todos os estilos de dança. Aprovada, ela estreia em Las Vegas, um show sobre a evolução da dança, dirigido por Christy Buss (Business Owner – Lakers).

Sobre Syncopated Ladies

Syncopated Ladies é uma Female Tap Dance Band de Los Angeles, criada por Chloe Arnold sapateadora e coreógrafa e nomeada ao Emmy de Melhor Coreografia. Os vídeos virais de Syncopated Ladies acumularam mais de 50 milhões de visualizações. Eles trabalharam com Beyoncé, a estrela da FOX, So You Think You Can Dance como o vencedor da primeira batalha da equipe de dança, dançou no Good Morning America, no US OPEN, e também se apresentaram para audiências esgotadas em seu show completo, “Syncopated Ladies Live”.

Deixe uma resposta