Alunos da Escola de Dança de São Paulo se apresentam no palco do Municipal de SP

O sábado é de dança no Theatro Municipal de São Paulo. No dia 23, ao meio dia, os alunos da Escola de Dança de São Paulo apresentam as coreografias Concerto ao Revés, Dança dos Mirlitons, Rota do Sol, Mergulho e Flocos de Neve. Os ingressos custam R$ 12,00.

Na primeira parte do espetáculo, o trabalho Concerto ao Revés, com música de Antonio Vivaldi, traz uma linguagem neoclássica, que traduz a força, lirismo e o vigor da obra do compositor. Em seguida, os alunos apresentarão um excerto do segundo ato da obra O Quebra Nozes, Dança dos Mirlitons. A coreografia representa o refinamento e o típico rococó da cultura francesa. A versão escolhida é apresentada originalmente por crianças da escola russa Vaganova. A remontagem desta cena é de Thais Assis e a música de Piotr llitch Tchaikovsky.

Junto com O Lago dos Cisnes e A Bela Adormecida, O Quebra Nozes é um dos três balés mais famosos compostos pelo russo Piotr Ilitch Tchaikovsky, e estreou em 1892 na Rússia. No século XIX, a composição foi encomendada pelo diretor do Teatro Imperial Russo, Ivan Vsevolozhsky. Já a coreografia ficou a cargo de Marius Petipa.

Os alunos também executarão Rota do Sol, de Jaruam Miguez, e assistência de Julie Endo, bailarinos do Balé da Cidade de São Paulo. Mergulho, excerto da obra Copo de Mar, que conta com criação de Samuel Kavalerski e música de Shara Worden, também está no programa. E por fim, para encerrar o espetáculo, será apresentado a remontagem de Guivalde Bononi, Flocos de Neve, excerto da obra O Quebra Nozes, de Tchaikovsky.

Meu Primeiro Municipal

O espetáculo integra a série Meu Primeiro Municipal, programa voltado para o público infantojuvenil, que acontece sempre aos sábados, ao meio dia. Esta é uma ótima oportunidade para conhecer um dos principais pontos turísticos do país.

Sobre o Instituto Odeon: O Instituto Odeon é o novo gestor do Theatro Municipal de São Paulo. Com mais de 20 anos de atuação na área da cultura, o Instituto se destaca pela gestão do Museu de Arte do Rio – MAR, no Rio de Janeiro, além de consultorias ao Governo do Pernambuco e Prefeitura de Porto Alegre, produção de espetáculos de teatro e idealização e gestão de diversos projetos socioculturais. A instituição assumiu em 1º de setembro a gestão do corpo artístico formado pela Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, Coro Lírico Municipal de São Paulo, Balé da Cidade de São Paulo, Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo, Coral Paulistano Mário de Andrade e Orquestra Experimental de Repertório e dos espaços Theatro Municipal, Central Técnica do Theatro Municipal e Praça das Artes.

Programa

CONCERTO AO REVÉS
Coreografia: José Ricardo Tomaselli
Música: Concerto nº 4 RV 297 em fá menor “L’Inverno”, Antonio Vivaldi
Figurino: Fábio Namatame

DANÇA DOS MIRLITONS
Excerto da obra O Quebra-Nozes (1892)
Coreografia: Marius Petipa
Montagem do excerto: Thais Assis
Música: Piotr Ilitch Tchaikovsky

ROTA DO SOL
Coreografia: Jaruam Miguez
Assistete de coreografia: Julie Endo
Música: Wolfgang Amadeus Mozart

MERGULHO
Excerto da obra Copo de Mar (2015)
Criação: Samuel Kavalerski
Música: “I have never loved someone”
Composição: Shara Worden

FLOCOS DE NEVE
Excerto da obra O Quebra-Nozes (1892)
Remontagem: Guivalde Bononi
Música: Piotr Ilitch Tchaikovsky

Ficha técnica

Direção Artística: Priscilla Yokoi
Coordenação: Daniela Stasi
Produção: Guilherme Oliveira
Narrador: Cassio Scapin

Mais informações no site: http://www.odeoncompanhiateatral.com.br/instituto

Crédito da foto: Coreografia Dança dos Mirlitons | Foto: Renan Livi

Serviço

Meu primeiro Municipal
Escola de Dança de São Paulo
Dia 23 de setembro de2017
Sábado, às 12h
Local: Theatro Municipal de São Paulo
Praça Ramos de Azevedo, s/n – República – São Paulo/SP
Ingressos: R$ 12,00 (meia-entrada para aposentados, maiores de 60 anos, professores da rede pública e estudantes)
Vendas on-line: Compre Ingresso
Informações: (11) 3053-2090
Capacidade: 1.500 lugares
Duração: aproximadamente 60 min.
Classificação indicativa: Livre

Deixe uma resposta