Alice Ripoll e Sandro Borelli apresentam espetáculos na Mostra Libertária do Sesc Belenzinho

De janeiro a março de 2018 o Sesc Belenzinho será palco da LIBERTÁRIA, uma mostra, que reúne cinema, dança, literatura, música e teatro, a partir de um eixo de curadoria que privilegia a potência das poéticas dissidentes, questionadoras de normativas de gênero, corpos insurgentes, e discursos artísticos libertários.

Depois das mostras Arte Substantivo Feminino (2016), acerca das questões da mulher na sociedade e nas artes e Motumbá: Memórias e Existências Negras (2016/2017), que discutiu temas relacionados às expressões culturais de matrizes africanas e periféricas, LIBERTÁRIA quer dar visibilidade e representatividade às poéticas não normativas e suas eróticas dissidentes permitindo a inclusão de eróticas diversas no centro das atenções. Obras criadas e protagonizadas por mulheres, transviadxs, gays e lésbicas, negras e negros, e outrxs autorxs periféricos saem das bordas e assumem o centro das atenções, trazendo seus corpos, liberdades expressivas, e poéticas questionadoras para a programação da mostra.

Diversidade

Com curadoria da equipe do Sesc Belenzinho, LIBERTÁRIA, que tem a programação voltada para o público adulto traz oficinas, vivências, workshops, bate-papos, saraus, apresentações de peças teatrais e coreográficas, shows musicais, e realização de rodas de leitura e exibição de filmes.

Dois espetáculos de dança integram a mostra na programação de janeiro. Cria, do Grupo Suave (RJ) e direção de Alice Ripoll (de 19 a 21 de janeiro, sexta-feira e sábado às 21h30 e domingo às 18h30) e Eu em Ti, da Cia Carne Agonizante, que tem como fonte de inspiração o poema homônimo de Adalgisa Nery e é dirigido e coreografado por Sandro Borelli (de 26 a 28 de janeiro, sexta-feira e sábado às 20 horas e domingo às 17 horas).

Canto de liberdade

A vontade de organizar a mostra LIBERTÁRIA surgiu em 2014 e, desde então, vem sendo amadurecida pela equipe do Sesc Belenzinho. No início de 2017 a ideia de realizar o evento foi retomada.

Um dos objetivos da LIBERTÁRIA é mostrar para o público que não precisa ter medo de arte, além de abrir espaços para a legitimidade das eróticas femininas, feministas, gays, lésbicas, bissexuais, trans, queer e outras que estiverem fora dos discursos hegemônicos, permitindo que quem geralmente foi ou é jogado para as bordas, seja colocado no centro das atenções da programação e seus públicos.

Programação – Dança

CRIA
Com o Grupo Suave (RJ)
De 19 a 21 de janeiro
Sexta-feira e sábado às 21h30 e domingo às 18h30.

O menino é o pai do homem. Lambo minha cria, que me ensina como pais, e completa – esse ódio que me consome. Antes da forma final houve a orgia, o sexo, o pulso, os desejos que se confundem; como dançar é erótico! O convite do corpo que dança e cria é para que você deslize onde a vida jorra. Tendo como inspiração a dancinha, estilo de dança urbana carioca derivado do passinho, a peça explora uma mistura de afeto e sensualidade por meio do entrelaçamento do funk com a dança contemporânea.

Dirigido pela coreógrafa Alice Ripoll, o grupo teve início com a criação do espetáculo Suave, que estreou no Festival Panorama em 2014 e foi apresentado em diversos festivais e teatros pelos mundo, como Noorderzon Performing Arts, Zurich Theaterspetalel, Kampnagel Summer Festival, Hellerau, HAU, Tanzhaus nrw, Mousonturm, Centre National de la Danse, Festival de la Cité e NorrlandsOperan.

Direção: Alice Ripoll | Interpretação: Tiobil Dançarino Brabo, Kinho JP, VN Dançarino Brabo, Nyandra Fernandes, May Eassy, Romulo Galvão, Sanderson Rei da Quebradeira, Thamires Candida, GB Dancy e Ronald Sheik | Assistência de Direção e Operador de Som: Alan Ferreira | Produção: Rafael Fernandes | Iluminação: Andréa Capella | Figurino: Raquel Theo | Direção Musical de funk: DJ Pop Andrade.

Duração: 50 minutos
Local: Sala de Espetáculos I Recomendado para maiores de 16 anos.
Ingressos: R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (estudante, servidor da escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 6,00 (credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes).

EU EM TI
Com a Cia Carne Agonizante
De 26 a 28 de janeiro.
Sexta-feira e sábado às 20h e domingo às 17h.

Concebido, dirigido e coreografado por Sandro Borelli, tem como fonte de inspiração o poema homônimo de Adalgisa Nery. Em cena, a abstração do corpo erótico e santificado, despojado de vida no tempo e no espaço, em busca da preservação dos elementos essenciais à existência. Tudo o que é posto em cena é feito sem concessões, com a convicção de que a arte lida não apenas com a estética, mas também com a ética, entrecruzando reflexão como arte.

Direção e Coreografia: Sandro Borelli | Intérpretes: Alex Merino, Amanda Santos e Everton Ferreira | Trilha sonora: Arvo Part (Fratres) | Luz: Sandro Borelli | Figurino: Elenco | Direção de Produção: Júnior Cecon.

Duração: 60 minutos.
Sala de Espetáculos II. Recomendado para maiores de 18 anos.
Ingressos: R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (estudante, servidor da escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 6,00 (credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes).

Crédito da foto: Junior Cecon | Cena de Eu em Ti, com a Cia Carne Agonizante

Serviço

LIBERTÁRIA – Mostra poéticas dissidentes, corpos insurgentes
De 5 de janeiro a 31 de março de 2018
Local: SESC Belenzinho
Rua Padre Adelino, 1000 – Belenzinho – São Paulo/SP
(próximo à estação Belém do metrô).
Informações: (11) 2076-9700.
Acesso para deficientes físicos.
Estacionamento: R$ 12,00 a primeira hora e R$ 3,00 por hora adicional e R$ 5,50 a primeira hora e R$ 2,00 por hora adicional (credencial plena). Valor promocional para espetáculos noturnos pagos a partir das 17h mediante apresentação de ingresso – R$ 15,00 e R$ 7,50 (credencial plena).

Programação – Dança

CRIA
Com o Grupo Suave (RJ)
De 19 a 21 de janeiro
Sexta-feira e sábado às 21h30 e domingo às 18h30.
Local: Sala de Espetáculos I
Ingressos: R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (estudante, servidor da escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 6,00 (credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes).
Duração: 50 minutos
Classificação: 16 anos

EU EM TI
Com a Cia Carne Agonizante
De 26 a 28 de janeiro.
Sexta-feira e sábado às 20h e domingo às 17h.
Local: Sala de Espetáculos II
Ingressos: R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (estudante, servidor da escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 6,00 (credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes).
Duração: 60 minutos
Classificação: 18 anos

 

Deixe uma resposta