50 Desenhos para Assassinar a Magia

50 DESENHOS PARA ASSASSINAR A MAGIA

A Oficina Cultural Oswald de Andrade – unidade da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela POIESIS Instituto de apoio à Cultura, à Língua e à Literatura – promove nos dias 26 e 27, às 20h, sessões do espetáculo 50 Desenhos para Assassinar a Magia, da NuTAAN 2014 – Núcleo Taanteatro de Formação, Pesquisa e Criação. Baseado na obra homônima de Antonin Artaud (1896-1948), o espetáculo conta com a direção e coordenação de Wolfgang Pannek e Alda Maria Abreu. A entrada é franca e as senhas devem ser retirados com meia hora de antecedência na unidade.

50 desenhos para assassinar a magia é uma criação coreográfica livremente inspirada na obra homônima póstuma do poeta francês Antonin Artaud. Composta por solos, coreografias coletivas, coro de glossolalias e textos artaudianos, a coreografia toma como ponto de partida os totens ou gris-gris do poeta francês, que são desenhos-escritos feitos a lápis, às vezes coloridos, intencionalmente perfurados e queimados.

Esses registros de “gestos mágicos” (danças, vocalizações) funcionam como um meio de combater as tentativas incessantes de invasão, ocupação e dominação do corpo por meio de códigos culturais, morais, estéticos e econômicos, considerados por Artaud como magia negra.

Com Dora Smék, Samanta Lwn, Henrique Lukas, Marcelino Bessa, Janaina Carrer, Camila Duarte, Patrícia Pina Cruz, Lika Rosa, Kalassa Lemos, Juliana Morimoto, Fabio Pimenta, e Marcelo D’Avilla no elenco, a dramaturgia coreográfica contempla a vontade de explosão do corpo organizado e falsificado e da busca por uma anatomia nova, por meio de danças inteiramente livres de exigências de estilo, criadas no contextos da abordagem taanteatro (teatro coreográfico de tensões) e a partir da mitologia transpessoal de cada performer.

Sua escrita visceral e sua visão de um mundo em erosão, é creditada tanto à sua experiência como soldado na Primeira Guerra Mundial, como à sua vida em manicômios durante a Segunda Guerra Mundial. Por esse motivo, 50 desenhos para assassinar a magia elege como alvo principal a guerra, onde as nefastas “magias” territoriais, materiais e ideológicas entram em fusão mortal, ontem e agora.

Além do livro 50 desenhos para assassinar a magia, o estudo para a criação dramatúrgica e coreográfica absorveu O rosto humano, O homem árvore e Alienar o ator, textos escritos pelo poeta entre 1945 e 1948.

Sobre a NuTAAN

A encenação, inspirada na vida e obra do poeta Antonin Artaud, é uma finalização do trabalho desenvolvido pela NuTAAN 2014 – Núcleo Taanteatro de Formação, Pesquisa e Criação, programa gratuito que a Taanteatro Companhia promove desde 2004. O trabalho foi contemplado pela 16ª edição do Programa Municipal de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo. A encenação dá início a cARTAUDgrafia, novo projeto de criação da companhia para 2015.

Sobre a Oficina Cultural

A Oficina Cultura Oswald de Andrade é uma das 22 Oficinas Culturais da Secretaria de Estado da Cultura, que são gerenciadas pela POIESIS Instituto de apoio à Cultura, à Língua e à Literatura.

FICHA TÉCNICA

Direção: Wolfgang Pannek
Co-direção: Alda Maria Abreu
Supervisão Coreográfica: Maura Baiocchi
Dramaturgia: Wolfgang Pannek, Alda Maria Abreu, Ana Beatriz Almeida
Música: Gustavo Lemos
Figurino: Ana Beatriz Almeida & NuTaan 2014
Cenografia: Henrique Lukas & NuTaan 2014
Elenco: Ana Beatriz Almeida, Camila Duarte, Dora Smék, Elisa Canola, Fabio Pimenta, Henrique
Lukas, Janaina Carrer, Juliana Morimoto, Marcelino Bessa, Marcelo D’Avilla, Michele Carolina, Mônica Cristina, Kalassa Lemos, Lika Rosa, Patrícia Pina Cruz, Paula Alves, Samanta Lewin.

SERVIÇO

50 desenhos para assassinar a magia
NuTAAN 2014
Dias 26 e 27 de setembro de 2014
Sexta e sábado, às 20h
Oficina Cultura Oswald de Andrade
(espaço de convivência (área interna))
Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro – Cep: 01123-001 – São Paulo – SP
Informações: (11) 3222-2662 / 3221-4704
Ingressos: Entrada franca
(retirar convites meia hora antes na recepção da Oficina Cultural)
Classificação: livre
Duração: 60 minutos