Zorba, o Grego, do Ballet de Santiago, vem ao Brasil e visitará cinco capitais

ballet-de-santiago-zorba-o-grego-credito-patricio-melo-m
Foto: Patricio Melo

Criatividade e rigor técnico são algumas das principais características do Ballet de Santiago, que tem a consagrada bailarina Marcia Haydée como sua diretora criativa desde 2004. A companhia é um exemplo bem-sucedido de parcerias com os mais criativos coreógrafos de nosso tempo, construindo espetáculos que fazem do Ballet de Santiago atualmente uma das companhias mais conceituadas do mundo.

Na turnê brasileira que começa em 15 de julho, eles apresentarão Zorba, O Grego, a história do aventureiro que conquistou milhões de espectadores ao redor do mundo e foi imortalizado no cinema por Anthony Quinn.

O Ballet de Santiago se apresentará em São Paulo, entre os dias 15 e 17 de julho, no Teatro Alfa, seguindo para Belo Horizonte, no dia 19, no Palácio das Artes. Na semana seguinte, a companhia se apresenta no Rio de Janeiro, entre 22 e 24 de julho, no Theatro Municipal. Já mais para o final do mês, será a vez de Curitiba e Porto Alegre, nos dias 27 e 29 de julho, no Teatro Guaíra e no Oi Araújo Vianna, respectivamente.

A história de Zorba, O Grego é baseada no romance de Nikos Kazantzakis e o balé é considerado uma obra-prima da companhia chilena, que ganhou força e impacto visual nesta montagem, com música de Mikis Theodorakis. A coreografia de Lorca Massine mescla o clássico com outros estilos, em uma proposta contemporânea e arrojada. O cenário e o figurino são de Jorge Gallardo, que tem reconhecida trajetória internacional.

Levar o clássico para os palcos é um desafio que o Ballet de Santiago cumpre de forma irretocável, contagiando o público do início ao fim. Entre os principais bailarinos, estarão na turnê Rodrigo Guzman Yacsich, Emanuel Alarcón Lucas e Natalia Berríos Fuentes, além dos brasileiras Andreza Delgado Randisek, Michelle Bittencourt e Lara Gonçalves Costa.

O Ballet de Santiago

Em 1959, a Câmara Municipal de Santiago convidou o Ballet de Arte Moderna (BAM) a se integrar com uma companhia residente do Teatro Municipal de Santiago, entregando as salas de ensaio com o compromisso de colaborar com a ópera. O BAM havia sido criado pelo ex-membro do Ballet Nacional do Chile, Octavio Cintolesi, que, em seu retorno da Europa no ano anterior, reuniu bailarinos de várias companhias já existentes. A empresa continuou a se desenvolver e, com o passar dos anos e o papel que o grupo artístico alcançou, teve seu nome alterado para Ballet de Santiago.

Em fevereiro de 1982, Iván Nagye sua esposa, Marilyn Burr, assumiram a direção artística da companhia e estabeleceram metas ambiciosas que, uma vez alcançadas, elevaram o Ballet de Santiago a uma categoria internacional. Nagy elevou o nível técnico dos integrantes, incorporou novos bailarinos à companhia, especialmente da América do Sul, convidou professores de padrão internacional para dar aulas e ampliou o repertório com a participação de diferentes coreógrafos, tais como John Cranko, Ben Stevenson, Ronald Hynd, Kenneth MacMillan, George Balanchine, Luc de Layress, André Prokovsky, Hilda Riveros, Jaime Pinto, David Parsons, Robert North, Trey McIntyre, Glen Tetley, Marcia Haydée e Jerome Robbins, entre outros.

A companhia é responsável pela temporada oficial de balé no Teatro Municipal de Santiago. Além disso, também cumpre um compromisso paralelo na temporada do Teatro Municipal da cidade de Viña del Mar.

Em 2004, quem assumiu a direção artística do Ballet de Santiago foi a brasileira Marcia Haydée, uma das mais importantes personalidades da dança do século XX, que já havia ocupado essa posição em 1993 e 1994, além de ter sido bailarina principal e diretora do Balé de Stuttgart por 26 anos. Marcia Haydée continua até hoje no cargo e, em sua gestão, a companhia já realizou turnês dentro e fora do Chile e também lançou importantes obras de balé clássico.

Atualmente, a companhia apresenta entre cinco e seis títulos a cada ano, como parte da temporada de balé, incluindo diversas estreias e novas coreografias, sendo a única companhia de balé clássico profissional do Chile.

SERVIÇO

Zorba, O Grego
Ballet de Santiago
Temporada de 15 a 29 de juho de 2016
Classificação: Livre

São Paulo
De 15 a 17 de julho de 2016
Sexta, às 21h30, sábado, às 16h e 20h e domingo, às 20h
Local: Tetro Alfa
Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722 – Santo Amaro – São Paulo/SP
Ingresso: R$ 50,00 até R$ 140,00
(O site Dell’Arte oferece 30% de desconto, clique aqui)

Belo Horizonte
Dia 19 de julho de 2016
Terça, às 20h
Local: Palácio das Artes
Avenida Afonso Pena, 1537 – Centro – Belo Horizonte/MG
Ingresso: R$ 50,00 até R$ 200,00
(O site Dell’Arte oferece 30% de desconto, clique aqui)

Rio de Janeiro
De 22 a 24 de julho de 2016
Sexta e sábado, às 20h, domingo, às 16h
Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Praça Floriano, S/N – Centro, Rio de Janeiro – RJ
Ingresso: R$ 40,00 até R$ 280,00
(O site Dell’Arte oferece 30% de desconto, clique aqui)

Curitiba
Dia 27 de julho de 2016
Quarta, às 21h
Local: Teatro Guaíra
Rua XV de Novembro, 971 – Curitiba/PR
Ingresso: R$ 50,00 a R$ 200,00
(O site Dell’Arte oferece 30% de desconto, clique aqui)

Porto Alegre
Dia 29 de julho de 2016
Sexta, às 21h
Local: Oi Araújo Vianna
Av. Osvaldo Aranha, 685 – Parque Farroupilha – Porto Alegre/RS
Ingresso: R$ 50,00 até R$ 180,00
(O site Dell’Arte oferece 30% de desconto, clique aqui)

Deixe uma resposta