X Mostra do Fomento à Dança chega a sua segunda semana com programação intensa

x-mostra-do-fomento-a-danca_cia-fragmento-um-corpo-so_leo-lin
Um corpo só – Cia Fragmento de Dança | Foto: Leo Lin

Até o dia 22 de outubro, a X Mostra do Fomento à Dança apresenta, em diferentes espaços da cidade, uma intensa programação de espetáculos e intervenções urbanas, oficinas e outras muitas ações artísticas – uma amostra, ainda que parcial, bastante significativa da produção em dança apoiada pelas últimas quatro edições do programa, que trouxe nova dimensão aos processos de pesquisa e criação, construindo pontes e fluxos propulsores de plurais fazeres artísticos.

A Mostra de 2016, que comemora os 10 anos do programa, tem como diretriz estabelecer uma rede de interações e articulações artísticas para estimular e promover reflexões sobre produção, manutenção, gestão e difusão, ideia reforçada em dois momentos especiais: o fórum “Diversidade, um Direito de Cidadania”, de compartilhamento de conhecimento e experiências em práticas acessíveis e inclusivas, proposto pela Cia Dança sem Fronteiras, no Centro Cultural São Paulo; e o Encontro Latino-Americano de Gestores de Dança – Mobilidade, Identidades e Estratégias de Cooperação, no Centro de Referência da Dança, espaço que funciona em modo de gestão compartilhada entre a Secretaria Municipal de Cultura e a Cooperativa de Dança.

Na semana de 10 a 16 de outubro, a programação circula pelo triângulo desenhado pelo Centro Cultural Olido, Praça das Artes e Centro de Referência da Dança, além do Centro Cultural São Paulo, sem sobreposição de horários, de modo a favorecer o acesso do público a todos os espetáculos.

Os dois primeiros dias se concentram no Centro de Referência da Dança (CRD): segunda (10), dia da semana sem muitas opções de espetáculos, a Cia Repentistas do Corpo apresenta “Tupiliques”, num horário pensado para acessar o público infanto-juvenil: 15h. Às 19h, acontece o Encontro aberto das Artes do Corpo, organizado pelos alunos do curso de Comunicação das Artes do Corpo da PUC-SP, para dialogar sobre questões relacionadas à arte. Na terça, às 19h, o bailarino Marcos Moraes e a poeta Natalia Barros dançam “Cartas Individuais – Experimento poético sobre imagem em movimento”, seguido de Movimento para um homem só, da Companhia Perversos Polimorfos, inspirado nas intervenções do artista urbano britânico Banksy (20h).

No feriado (dia 12, quarta-feira), a Cia Danças Cláudia de Souza traz ao CRD “Beija minha mão”, trabalho que comemora os 20 anos da Cia e encerra a trilogia sobre o samba, visto como um processo ritualístico. Na sequência, a Taanteatro Companhia apresenta “Artaud, Le Mômo”, em homenagem ao 120º aniversário do poeta francês, criador do Teatro da Crueldade, Antonin Artaud, na Sala Paissandu do Centro Cultural Olido (20h30).

Na quinta, a programação começa na Praça das Artes, às 17h, com a Insaio Cia De Arte em “Abissal”, que traz a improvisação como desafio e risco para descobertas em torno da potência do corpo. Com “Blue”, uma reflexão poética sobre a cor azul, filtrada pela música blues, herança dos escravos negros no Delta do Mississipi, a E² Cia de Teatro e Dança ocupa o CRDSP, às 19h; e a Cia Fragmento de Dança apresenta o solo ficção-autobiográfico “Um corpo só”, às 20h30, na Olido.

Sexta (14), O Centro Cultural São Paulo entra no circuito da Mostra, às 16h, com o Fórum “Diversidade, um Direito de Cidadania, proposto pela Cia Dança Sem Fronteiras; e à noite, 21h, com “Devolve 2 horas da minha vida”, do Projeto Mov_oLA, que transforma a “Janela Indiscreta”, do clássico filme de Alfred Hitchcock, na tela do celular, que pode ser utilizado durante o espetáculo, e tem reapresentação nos dias 15, 16, 21 e 22. O Centro Cultural Olido apresenta, às 17h, “Ostrossauro”, performance coreográfica do Núcleo Mirada, em que três corpos conectados e interdependentes atravessam o saguão da Galeria; às 19h30, o Cine Olido exibe “Jet Lagged”, criação videográfica dos artistas Danilo Pêra e Gustavo Pêra, sobre a “Ocupação 24 Horas Obra-Procedimento”, do mesmo Núcleo Mirada, na Casa Tombada; e às 20h30, “Um Poema para Carmem”, criação do Núcleo de Dança e Performance Marcos Sobrinho inspirada no universo de Carmen Miranda, ocupa a Sala Paissandu (no segundo andar da Olido),

Sábado, na performance “Procedimento 2 para lugar nenhum”, Vera Sala expõe as fendas do corpo num intervalo de tempo em suspensão, no Centro de Referência da Dança (19h); o Cine Olido exibe, às 19h30, “Sobre Ruas e Rios”, videodança da Cia Damas em Transito e os Bucaneiros, criado a partir de intervenções cênicas realizadas nas ruas de São Paulo; e, em seguida (20h30) na Sala Paissandu, Zélia Monteiro, do Núcleo de Improvisação, apresenta o jogo entre música, luz, espaço, figurinos e público em “Exercícios Compartilhados 1”.

Domingo (16), “Esculturas Breves”, instalação coreográfica do Musicanoar toma o Vale do Anhangabaú, às 17h; e a Cia Brasílica fecha a semana com o espetáculo “Brasílica Extemporâneo”, que tem nas danças de matriz popular sua base para criação cênica, às 19h30, no Centro Cultural Olido.

A X Mostra do Fomento à Dança foi organizada por meio de um processo colaborativo de construção coletiva entre a Secretaria Municipal de Cultura e os 34 núcleos artísticos participantes.

Abaixo, a programação da semana – programação completa em https://fomentoadanca.blogspot.com.br/p/mostra-2016.html

PROGRAMAÇÃO

ESPETÁCULOS | PERFORMANCES | INTERVENÇÕES

10/10, SEGUNDA

15h – Centro de Referência da Dança. Centro
Tupiliques – O Espetáculo – Repentistas do Corpo

“Tupiliques – O Espetáculo” é livremente inspirado no livro “Tupiliques – Heranças Indígenas no Português do Brasil”, do escritor César Obeid, que se utilizou dos limeriques – forma de poesia inglesa, que apresenta situações engraçadas ou absurdas – para rimar palavras indígenas, de origem Tupi.

Concepção e direção geral Sérgio Rocha | Criadores intérpretes Cláudia Christ, Marcela Miyashita, Sérgio Rocha e Vitor Bassi | Desenho e operação de luz Ari Buccioni | Trilha sonora original Edson X | Figurinos e adereços Luciene Grecco

http://ciarepentistasdocorp.wix.com/cia-repentistas-do-corpo

Duração 50 min | Classificação indicativa Livre.

11/10, TERÇA

19h – Centro de Referência da Dança. Centro
Cartas Individuais – Experimento poético sobre imagem em movimento
A Cozinha Performática – Marcos Moraes

Marcos Moraes e a poeta Natalia Barros unem a palavra às imagens do vídeo “Sabroso”, de Osmar Zampieri – um dos “pratos” da Cozinha Performática, em um experimento que se desdobra em cena.

Concepção Natalia Barros | Performance Natalia Barros e Marcos Moraes | Video Osmar Zampieri | Técnica Mauro Martorelli

www.acozinhaperformatica.com

Duração 25 min | Classificação indicativa Livre.

20h – Centro de Referência da Dança. Centro
Movimento para um homem só – Perversos Polimorfos

“Movimento para um homem só” parte da ocupação “Better out than in”, de Banksy e os artistas brasileiros Os Gêmeos, embaixo de uma ponte em Nova Iorque, em apoio ao movimento Occupy, que levou jovens às ruas para protestar contra a corrupção e a desigualdade econômica e social.

Direção e concepção Ricardo Gali | Intérpretes-criadores Jerônimo Bittencourt e Rafael Limongelli | Iluminação Aline Santini | Trilha sonora Lourenço Rebetez | Figurino Ricardo Gali

http://www.perversospolimorfos.com.br/

Duração 45 min | Classificação indicativa Livre.

12/10, QUARTA

19h – Centro de Referência da Dança. Centro
Beija minha mão – Cia Danças Cláudia De Souza

“Beija minha mão” verticaliza a compreensão sobre o Samba enquanto um processo ritualístico, que vem dialogar com o interesse de tratar os aspectos sociais e relacionais da cultura brasileira para além de seu folclore.

Projeto Danças 20 Anos – 18º Fomento à Dança

Direção Geral Claudia de Souza | Assistente de Direção Cristiana de Souza | Elenco: Claudia de Souza, Cristiana de Souza, Janaína Castro, Yeda Peres | Assistência de palco Carolina Tomaz, Rozmarie Araruna e Douglas Salgado | Edição de trilha sonora Clara Portela | Iluminador Flávio M. Silva .

www.facebook.com/CiaDancasClaudiaDeSouza/

Duração 45 min | Classificação indicativa Livre.

20h30 – Centro Cultural Olido – Sala Paissandu. Centro
Artaud, Le Mômo – Taanteatro Companhia

Solo teatrocoreográfico de Maura Baiocchi em homenagem ao 120º aniversário do poeta francês Antonin Artaud, tem fio condutor “o problema da liberdade autêntica”, indissociável, para Artaud, da criação do próprio corpo e da luta contra a institucionalização das formas de vida.

Direção, coreografia, performance e figurino Maura Baiocchi | Dramaturgia Maura Baiocchi, Wolfgang Pannek | Composição musical Gustavo Lemos | Operação de som Gabriel Edé | Iluminação Eduardo Alves | Cenografia Wolfgang Pannek | Vídeo Paula Alves, Roque Onofre Fraticelli, Bruna de Araujo

www.taanteatro.com.br

Duração 90 min | Classificação indicativa 12 anos

13/10, QUINTA

17h – Praça das Artes. Centro
Abissal – Insaio Cia De Arte

“Abissal” prevê um ambiente de verticalização em torno da potência do corpo e suas consequências, tendo a improvisação como desafio e risco. A dramaturgia é desenhada a cada dia, trazendo a possibilidade de descobertas de diferentes espaços poéticos.

Direção geral Claudia Palma | Intérpretes-criadores Cristina Ávila, Flavia Lucato, Mariana Molinos, Natália Franciscone, Renato Vasconcellos, Thiago Sancho | Estagiária Mariana Bucci | Música original e ao vivo Guilherme Marques | Cenografia Suiá Ferlauto | Figurino Claudia Schapira | Desenho de luz Hernandes Oliveira.

www.insaiociadearte.com.br/

Duração 60 min | Classificação indicativa Livre.

19h – Centro de Referência da Dança. Centro
Blue – E² Cia de Teatro e Dança

Inspirado na obra plástica do artista britânico Chris Ofili, “Blue” faz uma reflexão poética sobre a cor azul, filtrada pela música blues, herança dos escravos negros no Delta do Mississipi..

Direção geral Eliana de Santana | Direção de arte Hernandes de Oliveira |

Criadores/intérpretes Eliana de Santana, Kanzelumuka, Rodrigo Eloi Leão, Hernandes de Oliveira e Dogma (o cão) | Criação de iluminação e espaço cênico Hernandes de Oliveira | Figurinos Eliana de Santana

www.eaoquadradocia.com.br

Duração 40 min | Classificação indicativa 14

20h30 – Centro Cultural Olido – Sala Paissandu. Centro
Um corpo só – Cia Fragmento de Dança

“Um corpo só” é uma ficção autobiográfica em que, na retomada de experiências significativas inscritas no corpo, passado e presente se fundem num elo de negação, afeto e dor.

Criação e dança Vanessa Macedo | Colaboração artística Angela Nolf, Maitê Molnar, Janaina Leite e Núcleo de Projetos/Grupo XIX de Teatro | Trilha Carlos André e Vanessa Macedo | Colaboração musical Murilo Emerenciano | Luz André Prado | Figurino Daíse Neves.

Duração 45 min | Classificação indicativa 12 anos

14/10, SEXTA

17h – Centro Cultural Olido – Saguão. Centro
Ostrossauro – Núcleo Mirada

“Ostrossauro” é uma performance coreográfica em looping, de três corpos interdependentes conectados pelas relações de peso e suporte, cujo objetivo é o atravessamento de um espaço público caracterizado como via de trânsito de pedestres.

Criação Núcleo MIRADA – Karime Nivoloni, Liana Zakia e Christiana Sarasidou

Duração: 60 min | Classificação indicativa: Livre.

20h30 – Centro Cultural Olido – Sala Paissandu. Centro
Um Poema para Carmen – Núcleo de Dança e Performance Marcos Sobrinho

Com elementos de dança, artes visuais e música, a performance tem como ponto de partida o universo de Carmen Miranda.

Concepção, dramaturgia e performance Marcos Sobrinho | Músicos Luiz Cláudio Sousa, Edson Silva e Franck Oberson | Intervenções dramatúrgicasTalita Alcalá Vinagre | Figurino Tereza Monteiro | Iluminação Rafael Petri | Design de Som e Vídeo Téo Ponciani

www.nucleomarcosobrinho.blogspot.com

Duração 45 min | Classificação indicativa Livre.

14, 15, 16, 21 e 22/10, SEXTA E SÁBADO, 21h; DOMINGO, 20h

Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho
#Devolve 2 horas da minha vida – Projeto Mov_oLA

“Devolve 2 horas da minha vida” transforma a “Janela Indiscreta” do fotógrafo obcecado pela vida alheia no clássico filme de Alfred Hitchcock, na “janela” do seu celular, que pode ser usado durante o espetáculo, através de um aplicativo desenvolvido especialmente para a obra.

Direção e Concepção Alex Soares | Assistência de direção Paula Zonzini | Elenco Átila Freire, Ícaro Freire, Maria Basulto, Paula Sousa e Wilson Aguiar | Músico convidado César Aranguibel | Vídeos e Desenho de som Alex Soares | Desenho de luz e operação Rossana Boccia | Sonoplastia e voz off Alexandre Zullu | Cenário Wilson Aguiar | Figurino Cassiano Grandi | Desenvolvimento app Alex Soares | Hospedagem app: AppMachine

www.projetomovola.com

Duração 70 min | Classificação indicativa 10 anos.

15/10, SÁBADO

19h – Centro de Referência da Dança. Centro
Procedimento 2 para lugar nenhum – Vera Sala

Em “Procedimento 2 para lugar nenhum”, o tempo suspenso expõe fendas no corpo. No esgarçamento deste intervalo do tempo, o corpo se exaure, esvazia, dissolve seus contornos e limites.

Concepção e direção geral Vera Sala | Estímulo à auto percepção do movimento José Antonio Lima | Arquitetura e luz Hideki Matsuka | Desenho de som Tom Monteiro | Cenotécnico Wanderley Wagner da Silva | Assistentes de Arquitetura Vinicius Cardoso Ferreira e Vitor Yoshio

Duração 50 min | Classificação indicativa 12 anos

20h30 – Centro Cultural Olido – Sala Paissandu. Centro
Exercícios Compartilhados 1 – Núcleo de Improvisação

Jogo entre corpo, música, luz, espaço, figurinos e público, “Exercícios Compartilhados 1” explora uma coordenação base de cada dançarino para, através dela, estabelecer possíveis diálogos.

Concepção, direção artística e preparação corporal Zélia Monteiro | Criação dança Ernesto Filho, Flávia Scheye, Gisele Calazans, Marcela Páez e Paulo Carpino | Criação luz Hernandes de Oliveira | Criação musical Felipe Merker Castellani | Criação figurino Joana Porto

www.nucleodeimprovisacao.com.br

Duração 50 min | Classificação indicativa Livre.

16/10, DOMINGO

17h – Vale do Anhangabau. Centro
Esculturas Breves – Musicanoar

“Esculturas Breves” convoca possibilidades de coexistências entre corpo e cidade a partir de aproximações e distanciamentos, confrontos e confluências, que vão se delineando e interpelando o mover-se.

Projeto Nufricar – 20º Fomento à Dança

Núcleo Artístico Musicanoar Helena Bastos e Raul Rachou | Direção Geral e concepção Helena –se.verBastos | Artistas-colaboradores Afonso Alves Costa, Carolina De Nadai, Danilo Sene, Felipe Rocha, Helena Bastos, Nathalia Fonseca Freitas, Tatiana Melitello e Raul

Duração 90 min | Classificação indicativa Livre.

19h30 – Centro Cultural Olido – Sala Paissandu. Centro
Brasílica Extemporâneo – Cia Brasílica

A partir das danças de matriz popular como base para a criação, o trabalho reflete sobre como fatos e situações de uma vida são fatores de transformação dos modos de agir e reagir diante do mundo.

Projeto contemplado pelo 19º Fomento à Dança.

Concepção Lucila Poppi | Direção Deca Madureira | Intérpretes-criadores Lucila Poppi, Deca Madureira, Elson Leite, Jo Gomes, Mariane Oliveira e Lucimeire Monteiro | Trilha sonora e músicas originais Adriano Salhab | Figurino Gustavo Silvestre | Ilustrações Guinho Nascimento

www.artebrasilica.blogspot.com

Duração 55 min | Classificação indicativa Livre.

OFICINAS

10/10, SEGUNDA

14h às 17h – Centro de Referência da Dança. Centro
Novas Fronteiras do Olhar
Fernanda Amaral – Cia. Dança Sem Fronteiras

A oficina aborda, por meio de técnicas de consciência corporal, improvisação, dinâmicas de DanceAbility e dança-teatro, a cultura corporal do movimento acessível a todos, acolhendo a diversidade.

Duração 3 horas | Público estudantes e profissionais das artes do corpo

10 e 14/10, SEGUNDA e SEXTA

14h às 18h – Centro de Referência da Dança. Centro
Estudos em Dramaturgia Coreográfica e Direção
Ricardo Gali – Cia Perversos Polimorfos

A proposta é formar um grupo de estudos, com 15 participantes, especializados em dança ou não, com o objetivo de estimular a discussão a respeito da dramaturgia e direção em dança contemporânea.

https://www.facebook.com/CiaPerversosPolimorfos
http://www.perversospolimorfos.com.br/

Duração 2 dias/4horas cada | Vagas 15 | Público aberto aos interessados

11 e 13, TERÇA e QUINTA

14h às 17h – Centro de Referência da Dança. Centro
Exercícios entre a Graça e a Gravidade
Marcos Moraes – A Cozinha Performática

Este trabalho é dirigido a todos os interessados em desenvolver suas aptidões expressivas, corporais e solidárias, especialmente aqueles com atenção voltada às artes performativas (dança, teatro, música, performance), não importando o grau de experiência anterior ou a idade.

www.acozinhaperformatica.com

Duração 2h30 | Público aberta aos interessados

13/10, QUINTA

14h às 16h – Centro de Referência da Dança. Centro
Improvisação e Composição
Luiz Fernando Bongiovanni – Mercearia de Ideias

A oficina busca introduzir e desmistificar a técnica de improvisação e instrumentalizar os participantes para iniciar reflexões sobre coreografia e colaborar em processos coreográficos.

Duração 2 horas | Público alunos de dança e teatro

13 e 14/10, QUINTA e SEXTA

15h às 17h – Centro de Referência da Dança. Centro
Método de Ensino Zumb.boys
Márcio Greyk – Zumb.boys

Trabalhando com a movimentação da dança de rua no estilo b-boy, a aula desperta elementos que são utilizados para qualquer linguagem corporal, seja dança, outros tipos de arte cênica ou apenas a movimentação cotidiana.

www.zumbboys.com

Duração 2 horas | Público aberta aos interessados

14/10, QUINTA e SEXTA

14h às 17h – Centro de Referência da Dança. Centro
Compartilhamento #3 – Estudos Coreográficos e Dramatúrgicos para espaços públicos e paisagens urbanas.
Mirtes Calheiros e Ederson Lopes – Cia. Artesãos do Corpo

“Estudos Coreográficos e Dramatúrgicos” tem o desejo de compartilhar o trabalho que a Cia. desenvolve, desde 1999, nos espaços públicos da cidade, com a proposta de “Dançar a rua, na rua, com a rua e apesar da rua“.

www.ciaartesaosdocorpo.art.br

Inscrições: enviar uma pequena carta de interesse (5 linhas), para contato@ciaartesaosdocorpo.art.br

Vagas 20 | Público aberto aos interessados

15 e 16/10, SÁBADO e DOMINGO

14h às 18h – Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa
Novas Fronteiras do Olhar
Fernanda Amaral – Cia. Dança Sem Fronteiras

Por meio de técnicas de consciência corporal, improvisação, dinâmicas de DanceAbility e dança-teatro, a oficina aborda a cultura corporal do movimento acessível a todos, acolhendo a diversidade.

Duração 4 horas | Público estudantes e profissionais das artes do corpo

ENCONTROS | PALESTRAS

10/10, SEGUNDA

19h – Centro de Referência da Dança. Centro
V ENCONTRO DAS ARTES DO CORPO – PUC-SP

Aberto ao público em geral, os Encontros, organizados pelos alunos do curso de Comunicação das Artes do Corpo da PUC-SP, reúne estudantes, professores e artistas de todas as áreas, para dialogar sobre questões relacionadas à arte

14/10, SEXTA

16h – Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa
Fórum: Diversidade, um Direito de Cidadania
Cia Dança Sem Fronteiras

O Fórum tem como objetivo compartilhar o conhecimento, experiências em práticas acessíveis e inclusivas e incentivar o diálogo e a reflexão sobre a participação de todos como um direito de cidadania.

Projeto Novas Fronteiras do Olhar – 20º Fomento à Dança.

Participação Fernanda Amaral, diretora da Cia. Dança sem Fronteiras, e elenco da Cia. | Convidados Cássia Navas (professora, pesquisadora em Dança e Doutora em Artes); Ana Terra (Professora Doutora em Educação e Mestre em Artes) e Leonardo Castilho (Educador surdo das equipes MAM Educativo e Acessibilidade do MAM).

Duração 3 horas | Público todos os interessados

OUTRAS AÇÕES

13/10, QUINTA

19h – Centro Cultural Olido – Cine Olido. Centro
Lançamento Caderno Impresso e exibição de Esquiva, ensaio audiovisual Cia Oito Nova Dança

Como produtos finais do projeto “Xondaro – da experiência de campo à intervenção urbana”, a Cia.Oito Nova Dança lança o Caderno Impresso contendo fotos e pequenos relatos de pessoas que participaram ativamente do projeto, e o ensaio audiovisual “Esquiva”, um compilado de imagens e sons captados durante o processo de imersão na aldeia Guarani Mbya Kalipety e das apresentações da intervenção urbana de mesmo nome.

Direção geral Lu Favoreto | Concepção de projeto e coordenação de produção Cia Oito Nova Dança – Camila Venturelli, Fernanda Gusso, Lu Favoreto e Raoni Garcia | Antropólogos orientadores Valéria Macedo, Lucas Keese e Renato Sztutman | Mediação e organização de encontro de Xondaros Jera Guarani | Orientação de estudos da performance Eleonora Fabião | Videasta Wera Alexandre e Lucas Keese | Edição Luiza Mandetta | Fotografia Vitor Vieira | Produção Danielle Cristine e Bianca Dorini

Duração 120 min | Classificação indicativa Livre.

14/10, SEXTA

19h30– Centro Cultural Olido – Cine Olido. Centro
Jet Lagged – exibição de vídeo
Nucleo Mirada

“Jet Lagged” é uma criação videográfica dos artistas Danilo Pêra e Gustavo Pêra, sobre a “Ocupação 24 Horas Obra-Procedimento”, realizada pelo Núcleo Mirada, na Casa Tombada. [*jet lag: distúrbio do sono que pode afetar aqueles que viajam em curtos intervalos de tempo para lugares com diferentes fusos horários].

Criação Núcleo Mirada – Karime Nivoloni, Liana Zakia e Christiana Sarasidou | Video Danilo Pera e Gustavo Pera | Som Renata Roman | Cenotécnicos Rodrigo Galdino e Anderson Vital

Duração 50 min | Classificação indicativa Livre.

15/10, SÁBADO

19h30 – Centro Cultural Olido – Cine Olido. Centro
Sobre Ruas e Rios
Cia Damas Em Transito e os Bucaneiros

Videodança criado a partir de intervenções cênicas realizadas nas ruas de São Paulo e seus arredores, “Sobre Ruas e Rios” evidencia não apenas o que é visível, mas, sobretudo, aquilo que está submerso e invisível na imaginação da cidade.

Direção: Alex Ratton | Intérpretes: Carolina Callegaro, Ciro Godoy, Clara Gouvêa, Laila Padovan e Larissa Salgado | Fotografia: Filipe Augusto | Montagem: Vinicius Augusto (olhos vesgos) | Produção: Paula Sassi.

Duração 45 min | Classificação indicativa Livre.

EXPOSIÇÃO

Até 22/10 – Centro de Referência da Dança. Centro
(segunda, das 13 às 21h; terça a sábado, das 10, às 21h)

Exposição de fotos “Damas em Trânsito – 10 Anos” com exibição contínua do vídeo “Sobre Ruas e Rios”
Cia Damas em Trânsito e os Bucaneiros

LOCAIS

– Centro Cultural Olido – Saguão de entrada, Sala Paissandu e Cine Olido (Av. São João, 473, Centro);
– Centro de Referência da Dança da Cidade de São Paulo (Baixos do Viaduto do Chá s/n – ao lado do Theatro Municipal – Centro);
– Praça das Artes (Av. São João, 281 – Centro);
– Casa Amarela (esquina das Ruas da Consolação e Visconde de Ouro Preto – Centro);
– Praça Ramos de Azevedo (em frente ao CRDSP);
– Vale do Anhangabau, Largo de São Bento, Rua São Bento, Praça Antônio Prado – Centro;
– Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso);
– Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes (Rua Inácio Monteiro, 6900 – Cidade Tiradentes, Z. Leste);
– Teatro Alfredo Mesquita (Av. Santos Dumont, 1770 – Santana, Z. Norte);
– Tendal da Lapa (Rua Constança, 72 – Lapa, Z. Oeste);
– Núcleo Brasílica de Expressão Artística (Rua Constança, 32, Lapa – ao lado do Tendal da Lapa, Z.Oeste);
– Espaço Caleidos. Rua Mota Pais, 213 – Lapa, Z. Oeste);
– CEU Campo Limpo (Av. Carlos Lacerda, 678 – Pirajussara, Z. Sul);
– Casa de Cultura M´Boi Mirim (Av. Inácio Dias da Silva, s/nº – Piraporinha, Zona Sul);
– Estação Capão Redondo (Av. Carlos Caldeira Filho, 4261- Metrô, Z. Sul);
– Praça Jardim Miriam (Av. Cupecê – Jardim Miriam, Z. Sul);
– Real Parque (Av.Duquesa de Goiás, 47- Real Parque, Z. Sul)