Terça Aberta no Kasulo recebe hoje “Z.i.g.o.t.o” e “Relicário”

No ‘Mês da Mulher’, dois trabalhos que discutem essencialmente questões de gênero, para refletir sobre desigualdade de direitos, violências e qualquer forma de opressão, fazem a Terça Aberta no Kasulo, no dia 21, às 20h. A entrada é gratuita.

O primeiro, Z.i.g.o.t.o, criação em dança de Patrícia Pina Cruz, busca estimular o “ser original” – quem somos verdadeiramente em essência? – a construir seus próprios conceitos existenciais, abrindo espaço para dissociar padrões comportamentais impostos a cada gênero e questionar o meio diante da importância igualitária entre homens e mulheres. Além da concepção do espetáculo, Patrícia Pina Cruz assina cenário e figurino. A trilha original é do Dj Selva; Ronei Novais faz a luz; e Black Escobar responde por direção de cena e produção.

Na sequência, entra em cena a Musa Heróica Companhia de Teatro, com “Relicário”. Improvisação teatral realizada por um elenco de onze atrizes, a peça é composta por oito histórias – cada uma sintetizada em cena única -, que mostram pequenos recortes de vida de diferentes mulheres em situações diversas. A cada gesto ou palavra, as atrizes vão construindo, aos olhos do público, a dramaturgia. Contemplada pelo Prêmio Zé Renato, “Relicário” tem direção de Rhena de Faria. No elenco estão Anah Laise, Carolina Holly, Cimara Fróis, Cintia Portella, Juliana Mesquita, Luciana Espósito, Maíra De Grandi, Michelle Galindo, Paula Silvestre, Tamara Borges e Vanessa Corrêa. Ernani Sanchez é o iluminador-improvisador.

Depois das apresentações, que não devem durar mais de 50 minutos no total, começa a roda de conversa, acompanhada de comes e bebes, sem hora marcada para terminar. A ação integra o projeto “Atravessamentos”, da Cia Fragmento de Dança, contemplado pelo Programa de Fomento à Dança, e acontece sempre em uma terça-feira de cada mês, na sede da companhia, para intersecção, debate, partilha e difusão de trabalhos de dança, teatro e performance. A entrada é gratuita.

Um pouco das artistas
Patrícia Pina Cruz

Ex-ginasta, bailarina, professora de dança e coreógrafa, Patrícia participou de diversas montagens em Recife e São Paulo. Entre 2003 e 2014, integrou as companhias Dante de Dança e Teatro, Vias da Dança e Grupo Experimental sediadas em Recife. Já em São Paulo, integrou a Cia Taanteatro, participando da Trilogia cARTAUDgrafia – SP (2014 e 2015). Performer autônoma, já se apresentou em países da América-Latina e participa do Núcleo Pedro Costa.

Musa Heroica Companhia de Teatro

Grupo fundado em 2016, pela diretora Rhena de Faria e 12 atrizes com a proposta de pesquisar novos caminhos para a Improvisação Teatral, atentando para o que elas reconhecem como “um olhar feminino sobre a arte de Improvisar”. “Relicário”, em processo de criação é o espetáculo de estreia da companhia, recém contemplado com o Prêmio Zé Renato em sua quinta edição.

SERVIÇO

Z.i.g.o.t.o e Relicário
Terça Aberta no Kasulo
Dia 21 de março de 2017
Terça, às 20h
Local: Kasulo – Espaço de Cultura e Arte
Rua Souza Lima, 300 – Barra Funda – São Paulo/SP
Ingressos: Grátis (retirada a partir das 19h; reservas pelo e-mail ingressociafragmento@gmail.com , com retirada até 19h40)
Informações: (11) 3666.7238
Capacidade: 40 lugares