SPCD apresenta a inédita The Seasons, em Campinas

the seasons spcd

A São Paulo Companhia de Dança – mantida pelo Governo do Estado de São Paulo e sob direção de Inês Bogéa – em corealização com a Secretaria Municipal de Cultura – se apresenta pela primeira vez em Campinas e estreia The Seasons, criação internacional exclusiva para a SPCD assinada por Édouard Lock, um dos mais importantes nomes da dança contemporânea da atualidade e música original do britânico Gavin Bryars, executada ao vivo pelo Percorso Ensemble. As apresentações acontecem nos dias 25 e 26 de abril, sexta e sábado, sempre às 21h, no Teatro José de Castro Mendes (R. Conselheiro Gomide, 62). Os espetáculos contam ainda com a apresentação de Gnawa, do espanhol Nacho Duato. Além dos espetáculos noturnos, a Companhia realiza um Espetáculo Aberto para Estudantes e Terceira Idade e duas Oficinas de Dança. As apresentações, assim como as atividades educativas são gratuitas.

“A estreia desta criação exclusiva de Édouard Lock para a São Paulo Companhia de Dança é motivo de orgulho para nós. Sua técnica clássica enfatiza uma compreensão do corpo como uma construção estrutural. Uma geometria biológica expressa através de um conjunto de linhas idealizadas e, até certo ponto, tradicionais.”, comenta Inês Bogéa, diretora artística da SPCD.

No cronograma das atividades educativas, a SPCD apresenta o Espetáculo Aberto Para Estudantes e Terceira Idade no dia 24 (quinta-feira), às 10h, também no Teatro José de Castro Mendes. Na ação, o público estabelece um contato geral com o universo da dança: assiste a coreografias e trechos de obras do repertório da SPCD e recebe um material didático com ilustrações assinadas por cartunistas brasileiros. Durante a atividade, Inês Bogéa sobe ao palco para mediar brincadeiras com os alunos, trazendo a dança para uma linguagem lúdica e divertida. E para encerrar o repertório das atividades educativas, a companhia realiza as oficinas de dança Técnica de Balé Clássico e Dança Contemporânea (Repertório em Movimento), no dia 26 (sábado), no Teatro José de Castro Mendes, das 10h às 11h30, e das 11h45 às 13h, respectivamente. A oficina de balé clássico será ministrada pelo professor convidado Renato Paroni, que ensinará aos alunos técnicas de balé clássico utilizadas em uma companhia profissional. Na oficina de dança contemporânea, Milton Coatti, professor e ensaiador da SPCD, ensinará aos alunos trechos de coreografias que compõem o repertório Companhia. As inscrições estão disponíveis no site da SPCD e mais informações podem ser obtidas pelo e-mail educativo@spcd.com.br.

THE SEASONS (2014) – ESTREIA MUNDIAL

Coreografia: Édouard Lock
Música original: The Seasons, de Gavin Bryars, executada ao vivo pelo Percorso Ensemble e direção de Ricardo Bologna.
Músicos: Elisa Monteiro, Sarah Nascimento (violas), Douglar Kier e Heloisa Meirelles (violoncelos) e Pedro Gradelha (contrabaixo).
Direção Musical: Ricardo Bologna
Cenografia: Armand Vaillancourt
Figurinos: Liz Vandal (mulheres), Édouard Lock (homens)

As imagens criadas por Édouard Lock em The Seasons revitalizam – tornam vivo, de novo – o sentido da memória da dança. Na cena se pode observar diversas camadas, que interagem ou interferem umas com as outras – dança, música, cenário e luz – que serão reorganizadas a partir da percepção do espectador. Cada elemento que se apresenta interfere e cria novas relações, tanto para quem vê, quanto para quem está na cena. Cada gesto tem seu correspondente em um movimento da luz, que corta o espaço como se editasse ao vivo o que se vê. Ao mesmo tempo, ele cria opções para o espectador focando simultaneamente elementos diversos da cena. O coreógrafo se utiliza do vocabulário atual da dança, em uma peça de grande energia e de extrema intensidade. O gestual oscila entre movimentos vigorosos – por vezes fluidos, por vezes angulares – e de muita suavidade. Lentidão e rapidez intensa permeiam as cenas, na velocidade do pensamento, desorientando nossa percepção.

GNAWA (2005)

Coreógrafo: Nacho Duato
Música: Hassan Hakmoun, Adam Rudolph, Juan Alberto Arteche, Javier Paxariño, Rabih Abou-Khalil, Velez, Kusur e Sarkissian
Figurinos: Luis Devota e Modesto Lomba
Iluminação: Nicolás Fischtel
Remontagem: Hilde Koch e Tony Fabre (1964-2013)
Organização e produção original: Carlos Iturrioz Mediart Producciones SL (Spain)
Estreia mundial: 2005, Hubbard Street Dance Chicago, Chicago
Estreia pela SPCD: 2009, São Paulo
Duração: 21 minutos com 14 bailarinos

Gnawa é uma peça que utiliza os quatro elementos fundamentais: água, terra, fogo e ar para tratar da relação do ser humano com o universo. Está presente na obra o reiterado interesse de Nacho Duato pela gravidade e pelo uso do solo na constituição de sua dança. Esse interesse se renova no tom ritualístico que envolve o transe musical que conduz a (e é conduzido pela) movimentação dos corpos na cena. Duato se inspirou na natureza valenciana, cercada de mar e sol, e em aromas, cores e sabores mediterrâneos para criar a coreografia. Os gnawas constituem uma confraria mística adepta do islamismo, descendentes de ex-escravos e comerciantes do sul e do centro da África, que se instalaram ao longo dos séculos no norte daquele continente.

ACESSIBILIDADE

Desde 2013, a São Paulo Companhia de Dança utiliza o recurso de audiodescrição – modo que transmite ao público cego, por meio de fones de ouvido, informações sobre cenário, figurino e, principalmente, os movimentos dos bailarinos – em suas apresentações por espaços públicos do interior e da capital de São Paulo. Neste ano, com o objetivo de viabilizar a implantação de mais recursos de acessibilidade comunicacional, a SPCD, promove e amplia o programa. A tecnologia avançada do aplicativo Whatscine transmite para smartphones e tablets os recursos de audiodescrição, interpretação em LIBRAS e subtitulação, permitindo às pessoas com deficiência entrar em contato com a experiência da dança.

“A SPCD vai disponibilizar um serviço inédito. Pela primeira vez uma companhia de dança terá todos os seus espetáculos acessíveis. Isso será possível graças à tecnologia inovadora do Whatscine, mas, sobretudo, ao trabalho de intensa colaboração que caracteriza o nosso trabalho” afirma Luis Mauch, coordenador geral da Mais Diferenças, que realizará os trabalhos com a SPCD.

A elaboração destes roteiros acessíveis para espetáculos de dança requer profundo estudo do profissional que os traduzem para uma linguagem visual. Assim, fichas técnicas, cenários, figurinos, bem como ensaios técnicos são observados e estudados para que o espectador com deficiência visual e auditivo receba a descrição do espetáculo com a maior riqueza de detalhes possível para que o público possa se emocionar em cada apresentação.

SERVIÇO

The Season / Gnawa
Dias 25 e 26 de abril de 2014
Sexta e sábado, às 21h
Teatro José de Castro Mendes
R. Conselheiro Gomide, 62 – Vila Industrial – Campinas – SP – CEP: 13035-320
Informações: (19) 3272-9359
Ingressos: A entrada é gratuita. Os ingressos serão distribuídos no teatro 1 hora antes dos espetáculos.
Duração: 90 min
Classificação: Livre

ATIVIDADES EDUCATIVAS
ESPETÁCULO ABERTO PARA ESTUDANTES E TERCEIRA IDADE
Dia 24 de abril | quinta-feira, às 10h
Local: Teatro José de Castro Mendes

OFICINAS DE DANÇA
TÉCNICA DE BALÉ CLÁSSICO, com Renato Paroni
Dia 26 de abril | sábado, das 10h às 11h30
Local: Teatro José de Castro Mendes

DANÇA CONTEMPORÂNEA (REPERTÓRIO EM MOVIMENTO), com Milton Coatti
Dia 26 de abril | sábado, das 11h15 às 13h
Local: Teatro José de Castro Mendes

ATIVIDADES EDUCATIVAS
Todas as atividades são gratuitas
Inscrições pelo link: http://spcd.com.br/proximas_atividades.php

Fonte: Portal do Governo do Estado de SP