Sopro Cia de Dança apresenta programa duplo no Teatro Arthur Azevedo

Cena de O GRITO
Cena de O GRITO/DIvulgação

O Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo recebe a Sopro Cia. de Dança em programa duplo, com os espetáculos ‘O GRITO’ (2012) e ‘sE nÃo É aMoR’ (2015), ambas coreografias de Roberto Amorim, de 26 a 28 de maio, com ingressos a preço popular.

SINOPSE
O GRITO

Trabalho criado a partir do Livro Desejo e Reparações “Attonement” por Dario Marianelli’s, o coreógrafo Roberto Amorim, exprime através dos interpretes sua relação direta e relevante com o movimento e com a música.

sE nÃo É aMoR

O amor nos leva mais próximo daquilo que queremos alcançar. Por que se não é amor, não há porquê.

RELEASE
O GRITO

Trabalho criado a partir do Livro Desejo e Reparações “Attonement” por Dario Marianelli’s, o coreógrafo Roberto Amorim, exprime através dos interpretes sua relação direta e relevante com o movimento e com a música. Interessado em criar figuras com os corpos e caminhos para resolução de sequência coreográficas, Amorim traz ao palco com a Sopro Cia de Dança, um grito próprio de estética, musicalidade, técnica e beleza culminantes num projeto único e revelador, um grito de desabafo no silêncio onde me agito e enlouqueço.

sE nÂo É aMoR

A Sopro Cia de Dança completa dezessete anos de trabalho continuado e dedicação à arte da dança no cenário nacional e internacional. Celebrando este momento estreia seu novo trabalho assinado pelo coreógrafo Roberto Amorim. O coreógrafo empresta sua experiência pessoal para sua nova obra e compartilha com o elenco e com o público as relações estabelecidas por ele durante a gestação de seu primeiro filho até seu nascimento. Das emoções causadas por esse evento até a observação da postura da mulher grávida e também dos movimentos fetais, Amorim define suas primícias para estabelecer um argumento para a movimentação explorada pelos bailarinos. Retrata também a relação que temos com o novo e a renovação da vida. A trilha sonora também é um empréstimo do coreógrafo para a Cia. Apreciador da voz da cantora Nana Caymmi e de seu repertório, através de sua vontade de coreografar tais músicas, achou nesse trabalho a oportunidade de usar as canções na voz dessa reconhecida cantora para embalar sua movimentação.

A experiência de vida que tive em relação ao nascimento do meu filho, desde sua gestação até seu nascimento, me levou a observar melhor a criação e de como ela é bela e inexplicável diz Amorim. E completa “Na minha inquietação como coreógrafo falo um pouco de amor e vida nessa obra, pois acredito que o amor ainda é o caminho para todas as formas de conhecimento e de respeito com a vida, com a criação e com o próximo. O amor nos leva mais próximo daquilo que queremos alcançar”. Por que se não é amor, não há porquê.

FICHA TÉCNICA

Direção: Roberto Amorim e Tatiana Portella;
Coreógrafo: Roberto Amorim;
Bailarinos: Danilo Santana, Mariana Neves, Jhonatas Henrique, Thalita Falk, Gustavo Vaz, Lais Moraes, Luis Mariano, Veronica Cuencas, Tatiana Portella, Roberto Amorim e Julia Brandão

SERVIÇO

O GRITO e sE nÂo É aMoR
Sopro Cia. de Dança
De 26 a 28 de maio de 2017
Sexta e sábado, às 21h e domingos, às 19h
Local: Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo
Avenida Paes de Barros, 955 – Mooca – São Paulo/SP
Ingresso: R$ 20,00 (inteira) / R$ 10,00 (meia)
Informações: (11) 2605-8007
Duração: 60 min
Classificação: Livre