São Paulo Companhia de Dança apresenta ‘Instante’ no Museu de Arte de São Paulo

A São Paulo Companhia de Dança, da Secretaria da Cultura do Estado, sob direção de Inês Bogéa, marcará presença com a obra “Instante”, na primeira edição da Semana Paulista de Dança. Uma iniciativa do Museu de Arte de São Paulo (MASP), para aproximar a cidade da dança e apresentar a cena contemporânea para o público paulistano, com apresentações gratuitas entre os dias 23 a 26 de agosto.

A SPCD abre a noite do dia 25 de agosto, as 20h com coreografia de Lucas Lima. As apresentações acontecerão no auditório do MASP, com capacidade para 374 lugares e os ingressos devem ser retirados uma hora antes do início das atrações.

Instante é uma criação de Lucas Lima para o Ateliê de Coreógrafos Brasileiros e tem como ponto de partida a música de Max Richter, que ganhou novas dinâmicas no movimento dos bailarinos da SPCD. Segundo o coreógrafo, a obra trata de “um instante para se encontrar, e outro para se perder. Um instante para decidir, para seguir, para voltar, para se arrepender”. É uma coreografia que introduz novos impulsos e dinâmicas nos movimentos do balé, dialogando com a contemporaneidade.

Ficha Técnica

Coreografia: Lucas Lima
Figurino: Fábio Namatame
Música: On the Nature of Daylight, de Max Richter
Iluminação: Nicolas Marchi
Estreia mundial: 2017, Sesc Jundiaí, São Paulo, Brasil

São Paulo Companhia de Dança

Criada em janeiro de 2008, pela Secretaria da Cultura do Estado, a São Paulo Companhia de Dança (SPCD) – gerida pela Associação Pró-Dança – é dirigida por Inês Bogéa. A SPCD é uma Companhia de repertório, ou seja, realiza montagens de excelência artística, que incluem trabalhos dos séculos 19, 20 e 21 de grandes peças clássicas e modernas a obras contemporâneas especialmente criadas por coreógrafos nacionais e internacionais. A difusão da dança, produção e circulação de espetáculos é o núcleo principal de seu trabalho. A SPCD apresenta espetáculos de dança no Estado de São Paulo, no Brasil e no exterior e é hoje considerada uma das mais importantes companhias de dança da América Latina pela crítica especializada, acumulando 17 prêmios no Brasil e no exterior. Desde sua criação já foi assistida por um público superior a 620 mil pessoas, passando por 67 cidades do Estado de São Paulo, 17 cidades do Brasil e 51 cidades do exterior em 16 países em mais de 800 apresentações.

Os Programas Educativos e de Formação de Plateia para a Dança, outra vertente de ação da SPCD, vem no movimento da Companhia a cada cidade por onde ela passa e encontra pessoas que apreciam e praticam a arte da dança. Nas Palestras de Dança temos a oportunidade de diálogo sobre os bastidores dessa arte, nas Oficinas de Dança, um encontro para vivenciar o cotidiano dos bailarinos da SPCD, nos Espetáculos Gratuitos Para Estudantes e Terceira Idade a proposta é de ver, ouvir e perceber o mundo da dança, e por meio do Dança em Rede, uma enciclopédia de dança online e colaborativa disponível no site da Companhia, mapeamos a dança de cada cidade por onde a SPCD passa. A Companhia também promove espaços onde interessados na arte da dança possam compartilhar experiências. Assim criou o Seminário Internacional de Dança, que visa abordar a prática da dança em diferentes perspectivas e o Ateliê Internacional São Paulo Companhia de Dança, evento que proporciona um ambiente de arte, permitindo um estudo teórico-prático de técnicas de dança. Além destes, os programas educativos também compreendem: Projeto Meu Amigo Bailarino; Aulas Abertas; Intercâmbio com Projetos Sociais e Performances em museus e espaços públicos.

A dança tem muitas histórias, e para revelar um pouco delas a Companhia criou a série de documentários Figuras da Dança, que traz a história desta arte contada por quem a viveu. Os episódios podem vistos nos canais Arte 1, Canal Curta!, TV Cultura e Univesp TV, e no canal da SPCD no Youtube. Até 2017 foram produzidos 34 documentários. A SPCD também publicou seis livros de ensaios, além de documentários para professores e outros que registram os bastidores da sua ação. A área de memória também conta com a realização de exposições e produção de teasers e documentários sobre a trajetória da SPCD.

Inês Bogéa

É Diretora da São Paulo Companhia de Dança. Doutora em Artes (Unicamp, 2007), bailarina, documentarista, escritora e professora no curso de especialização Arte na Educação: Teoria e Prática da Universidade de São Paulo (USP). De 1989 a 2001, foi bailarina do Grupo Corpo (Belo Horizonte). Foi crítica de dança da Folha de S. Paulo de 2001 a 2007. É autora dos livros infantis: O livro da dança; Contos do balé e Outros Contos do balé. Organizadora dos livros Oito ou Nove Ensaios sobre o Grupo Corpo; Passado-Futuro – Textos e fotos sobre a São Paulo Companhia de dança, entre outros. Na área de arte-educação foi consultora da Escola de Teatro e Dança Fafi (2003-2004) e consultora do Programa Fábricas de Cultura da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo (2007-2008). É autora de mais de quarenta documentários sobre dança e da série Figuras da Dança da SPCD.

Crédito da foto: Silvia Machado

Serviço

Instante
São Paulo Companhia de Dança

Dia 25 de agosto de 2018
Sábado, a partir das 20h
Local: MASP – Auditório
Avenida Paulista, 1578, São Paulo – SP
Ingressos: Grátis (devem ser retirados duas horas antes de cada espetáculo no próprio auditório)
Informações: (11) 3149-5959
Duração do espetáculo: 7 min
Indicação Classificativa: Livre
Capacidade: 374 lugares (sujeito a lotação)

Deixe uma resposta