Programação de Artes Cênicas 2019 do Centro da Terra começa com Ocupação em Dança

Desde 2017 o Centro da Terra com o seu teatro subterrâneo instalado em Perdizes abriu espaço a dezenas de artistas por meio de Ocupações em Artes Cênicas, cujo foco principal expunha a vocação da sala ao experimentalismo. Em 2019 o projeto é ampliado e a presença dos convidados agora ganha ares de Residências.

A programação começa dia 31 de janeiro, sexta-feira, às 20h, com a residência Contágio 8X1, da artista Patrícia Bergantin, que contará com oficina e exposições, além da pré-estreia do solo Abominável, de Larissa Ballarotti; do espetáculo inédito Suave Elevação, encontro do bailarino Mauricio Flórez Raigoza e do músico Daniel Tauszig; ensaios abertos do processo em desenvolvimento, Refluxo, de Lucas Brandão e as performances Gênera, de Flora Kountouriotis, Carolina Bianchi e Keli Freitas e Jogo de Questões, de Patricia Araújo.

Contágio 8X1, da artista Patrícia Bergantin, dá início ao projeto, que ao longo de 2019 contará com os artistas Fabrício Licursi, Rubens Veloso, Ana Carolina Marinho, Cristiano Burlan, Ana Zepa, Mirella Brandi e Muep, além dos irmãos Pedro e Diogo Granato

Contágio 8X1

A artista da dança Patrícia Bergantin será residente no Centro da Terra de 31 de janeiro a 22 de fevereiro. Uma vez convidada pelo espaço cultural, Patrícia teve o impulso de expandir a oportunidade para além de sua pesquisa pessoal, convocando outros artistas da dança, performance, e artes visuais com o objetivo de tecer um arranjo coletivo, onde todos se apoiam, se assistem e se suportam, com a premissa de que a força de um é o impulso. Ciente do contexto político, no qual o fazer artístico em todos seus desdobramentos, desde apoio para pesquisa até financiamento para criação de espetáculos, está em rigorosa ameaça, a articulação com diversos artistas é uma tática para encorajar a pesquisa e criação. “A ideia é que os artistas convidados para a residência também se contaminem em suas criações, impulsionando e trocando uns com os outros”, afirma ela.

Contágio 8X1 conta com uma oficina, apresentações de oito artistas da dança e da performance, e ainda exposições de quatro artistas visuais. A abertura (dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro) fica a cargo da oficina Encontro de Apreciadores, com o objetivo de mobilizar práticas em torno do que é ser espectador. A inscrição pode ser feita pelo público no e-mail bergantinpatricia@gmail.com até 28/01 demonstrando o interesse.

Este modo de operar é também decorrência da articulação de Patrícia com Josefa Pereira, que juntas desenvolvem a Tectônica Plataforma, base que se dedica à prática e ao estudo das forças, processos e movimentos em dança. Além de propiciar a pesquisa e investigação de ambas, também cartografa uma constelação afetiva entre artistas interessados e interessantes, dinamizando as camadas éticas, estéticas e políticas que compõem seu fazer artístico. Juntas também criaram Mandíbula, Égua e Contágio; os trabalhos solo Hidebehind e /m/; e colaboram em projetos de diversos artistas em comum como Monstra, de Elisabete Finger e Manuela Eichner.

Convivência com a arte

As Residências propostas pelo curador de Artes Cênicas Ruy Filho buscam reunir novos criadores, novas maneiras de olhar à produção contemporânea e estimular mais profunda e radicalmente os interesses discursivos e estéticos dos próprios artistas residentes, gerando um ambiente particular de estímulo e liberdade. Os artistas residentes são representativos de diversas áreas: teatro, dança, artes visuais, música experimental, cinema e performance. Portanto, a programação 2019, que incluirá ainda cursos e laboratórios propostos por alguns dos residentes, propõe à cidade um espaço de convivência com a arte em suas múltiplas possibilidades de discussão e vivenciação.

“Na prática, os artistas residentes trabalharão suas pesquisas pelo período de um mês nas dependências do Centro da Terra, a fim de construírem investigações e estudos criativos que poderão resultar em espetáculos ou experiências estéticas abertas ao público. O novo projeto também estimula os artistas para que se aproximem de seus circuitos de criação, ampliando a presença de outros artistas”, explica Ruy Filho.

Ao longo de 2019 as Residências contarão com os artistas Fabrício Licursi, Rubens Veloso, Ana Carolina Marinho, Cristiano Burlan, Ana Zepa, Mirella Brandi e Muep, além dos irmãos Pedro e Diogo Granato, entre outros.

Programação

Oficina Encontro de Apreciadores
Com Patrícia Bergantin.

Dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro, quinta e sexta-feira, das 20h às 22h.

A oficina convida o público interessado a lavar os olhos e mobilizar práticas em torno do que é ser espectador. Durante os encontros a artista trabalha o modo como nos relacionamos, assistimos, apreciamos. É possível despadronizar nosso olhar? Quais são os parâmetros de observação em torno de um objeto? A inscrição gratuita pode ser feita pelo público no email bergantinpatricia@gmail.com até 28/01 demonstrando o interesse.

Marcela Banguela
Com Natália Mendonça.

Dia 7 de fevereiro, quinta-feira, às 20h e dia 15 de fevereiro, sexta-feira, às 20h.
Duração: 30 minutos. Recomendado para maiores de 16 anos.

Trabalho sobre a relação entre criador e criatura – uma criatura que veste fogo e bicho. Uma velha. Descabelada, assimétrica e perigosa. Na rua ela não anda, se monta pra guerra e vive um mundo que se cria e se decompõe a cada instante.

Criação e Interpretação: Natália Mendonça. Assistente de Direção: Natalia Fernandes. Criação de Luz: Clara Rubim. Criação de Som: Montorfano.

APT.LAB_ep 01
Com Talita Florêncio e Thiago Salas.

Dia 7 de fevereiro, quinta-feira, às 20h.
Duração: 30 minutos. Livre.

APT.LAB é um campo de experiência proposto pelos artistas Talita Florêncio e Thiago Salas e se organiza enquanto uma rede de desejos que explora relações entre corpo e objeto em ambientes tecnologicamente mediados. Estes ambientes são contornos para conteúdos desenvolvidos a partir de técnicas sonoro-coreográfica, hiperpartituras, tecnologias eletrônicas e digitais, conformando possibilidades performáticas. Nesta residência serão realizados alguns experimentos com sobras de materiais já trabalhados e rastros que incitarão novos projetos.

Jogo de Questões
Com Patrícia Araújo e Valentina D’Avenia.

Dia 8 de fevereiro, sexta-feira, às 20h.
Duração: indeterminada. Livre.

A ação tem a forma de um diálogo composto por questões contínuas e improvisadas. Cada pergunta é respondida com outra pergunta, e quando postas em contexto sequencial, causam um efeito inquietante, ou absurdo. O jogo termina quando uma das interlocutoras, por acaso ou exaustão, responde a pergunta da anterior. Fazendo perguntas que instigam a fala da outra, as duas mulheres estabelecem uma relação de confiança diante do público. A ideia da performance é promover ruídos e pequenos déjà vus ao lançar perguntas que muitas vezes vão de encontro às questões de quem observa, reverberando infinitas respostas possíveis.

Abominável
Com Larissa Ballarotti.

Dia 14 de fevereiro, quinta-feira, às 20h.
Duração: 40 minutos. Livre.

Evocação à obra e à vida daquelas que vieram, escreveram e se foram antes de nós. Reúne textos de Wislawa Szymborska, Katherine Mansfield, Sylvia Plath, Natalia Ginzburg, Ana Cristina Cesar e Audre Lorde. As palavras destas autoras reverberam no espaço: causam redemoinhos e nos põem a vibrar, a viver a guerra, a chamar alguém que amamos pelo seu primeiro nome, a encontrar uma terrível criatura. Abominável acontece no encontro ficcional destas diferentes narrativas com o corpo da performer, com o qual media a relação entre esses textos e propõe a sua narrativa, conectando memória de passado, presença do agora e ficção de futuro.

Criação e Direção: Larissa Ballarotti. Estudo de Voz: Inés Terra. Assistência de Direção: Carolina Minozzi. Som: Larissa Ballarotti e Inés Terra. Iluminação: Laura Salerno. Fotografia: Mayra Azzi. Vídeo: Cris Lyra e Paula Ramos. Produção: Carolina Goulart. Colaboração: Raquel Lima, Carolina Bianchi, Korina Kordova, Inês Suchek, Mariana Costa e Bruna Lessa.

APT.LAB_ep 02
Com Talita Florêncio e Thiago Salas.

Dia 15 de fevereiro, sexta-feira, às 20h.
Duração: 30 minutos. Livre.

APT.LAB é um campo de experiência proposto pelos artistas Talita Florêncio e Thiago Salas e se organiza enquanto uma rede de desejos que explora relações entre corpo e objeto em ambientes tecnologicamente mediados. Estes ambientes são contornos para conteúdos desenvolvidos a partir de técnicas sonoro-coreográfica, hiperpartituras, tecnologias eletrônicas e digitais, conformando possibilidades performáticas. Nesta residência serão realizados alguns experimentos com sobras de materiais já trabalhados e rastros que incitarão novos projetos.

Suave Elevação
Com Mauricio Flórez Raigoza e Daniel Tauszig.

Dia 21 de fevereiro, quinta-feira, às 20h.
Duração: 35 minutos. Recomendado para maiores de 16 anos.

Encontro inédito de música e dança que reúne os artistas Daniel Tauszig e Mauricio Flórez, que aproveitam a improvisação como jogo e encontro sensível para dialogar juntos diante do desconhecido.

Iluminação: Diego Rocha.

Gênera
Com Flora Kountouriotis.

Dia 21 de fevereiro, quinta-feira, às 20h.
Duração: 30 minutos. Recomendado para maiores de 16 anos.

Uma pequena conferência sobre os gêneros gramaticais na língua portuguesa. Uma pequena conferência sobre os gêneros sexuais da língua portuguesa. Uma aula curta de onde meter a língua. Gênera é um monólogo breve que a partir do texto da dramaturga Keli Freitas propõe uma fala, um manifesto, uma conferência, uma conversa, um corpo que chega neste encontro para propor uma reflexão, crua e pelada sobre o binarismo do mundo.

Texto: Keli Freitas. Direção: Carolina Bianchi. Performance: Flora Kountouriotis. Criação: Flora Kountouriotis e Carolina Bianchi. Imagens: Mayra Azzi. Vídeo: Fernanda Vinhas.

Refluxo
Com Lucas Brandão.

Dia 22 de fevereiro, sexta-feira, às 20h.
Duração: 80 minutos. Recomendado para maiores de 16 anos.

O que entra pela boca deseja sair pelo cu. Quando o que entra pela boca tem dificuldades nesse percurso e fica no meio do caminho na dúvida se segue o caminho que levariam os movimentos peristálticos é porque algo não está sendo muito bem digerido: parece haver um problema em alguma válvula.

Crédito da foto: Mayra Azzi| Cena de Abominável, com Larissa Ballarotti

Serviço

Contágio 8X1
Patrícia Bergantin e Convidados
De 31 de janeiro a 22 de fevereiro de 2019
Quinta e sexta, 20h
Local: Centro da Terra
Rua Piracuama, 19 – Perdizes, São Paulo – SP
Ingressos – Ingresso consciente (o público, consciente do trabalho envolvido para realização do espetáculo, e do valor que ele dá para vivenciar esta experiência, escolhe quanto acha adequado pagar pelo seu ingresso, de acordo com sua condição financeira) a venda pelo site https://www.sympla.com.br/centrodaterra.
Informações: (11) 3675-1595
Capacidade: 100 lugares.
Curadoria: Ruy Filho.
Classificação: maiores de 12 anos

Deixe uma resposta