Oficina Cultural Alfredo Volpi oferece curso gratuito sobre danças urbanas

O que são danças negras? É possível falar de um corpo brasileiro? Quais são as marcas corporais de ser negro no país? Esses são alguns questionamentos que o curso O Corpo Brasileiro nas Danças Urbanas do Hip Hop: Afrodiáspora, Movimentos e Criação, organizado pela Oficina Cultural Alfredo Volpi, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis, pretende refletir. Com coordenação de Douglas Iesus, diretor do grupo Fragmento Urbano, o curso será de 19 de janeiro a 23 de março, às sextas-feiras, das 14h às 16h.

A oficina de danças urbanas surgiu a partir da pesquisa de linguagem Encruzilhada, do Fragmento Urbano, com o objetivo de provocar nos corpos reflexões sobre as danças afro-brasileiras na contemporaneidade, a partir dos movimentos de resistência sócio-históricos. O curso é para pessoas de 15 a 29 anos e as inscrições devem ser feitas até 18 de janeiro presencialmente na unidade.

Além do movimento corporal, a ideia é refletir sobre as danças afro-brasileiras na atualidade, a partir dos movimentos históricos de resistência da população negra.

O Fragmento Urbano é um grupo de dança que nasceu em 2009, a partir da inquietude de jovens da periferia da zona leste de São Paulo que tinham um interesse comum: trabalhar com as danças urbanas. Sua pesquisa Encruzilhada, que inspirou o curso oferecido pela Oficina Cultural, discute a atualidade, a ressignificação da ancestralidade, os espaços urbanos e as relações sociais que os permeiam, por meio de uma linguagem experimental e contemporânea.

Sobre a Oficina Cultural Alfredo Volpi

Criada pela Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, desde 1986 a Oficina Cultural trabalha com a formação de jovens profissionais em diversas áreas como: artes plásticas, dança, fotografia, moda, performance, processos gráficos e teatro.

Sobre a POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

Serviço

O Corpo Brasileiro nas Danças Urbanas do Hip Hop: Afrodiáspora, Movimentos e Criação
De 19 de janeiro a 23 de março de 2018
Sextas, das 14h às 16h
Local: Oficina Cultural Alfredo Volpi
Rua Américo Salvador Novelli, 416 – Itaquera – São Paulo
Inscrições: até 18 de janeiro, presencialmente, na unidade
Informações: (11) 2205-5180 | 2056-5028 | alfredovolpi@oficinasculturais.org.br
Funcionamento: de terça a sexta-feira das 10h às 22h, e aos sábados das 10h às 18h

Sigam-me

Tarcísio Cunha

Idealizador, criador e diretor geral do site Agenda de Dança. É formado em Comunicação Digital, pela UNIP, e em Ballet Clássico, pela ReveranCCe Núcleo de Dança. Atualmente é integrante do grupo que representa a escola ReveranCCe Núcleo de Dança. Atua como professor de ballet clássico na ReveranCCe e Prefeitura Municipal de Osasco.
Sigam-me

Deixe uma resposta