Natal Mágico na Ponta dos Pés

Natal de bailarino não tem jeito: tem que ter “O Quebra-Nozes”!
Curiosamente, essa linda peça composta por Thaikovsky, era a obra que o autor menos gostava, e no entanto, é o ballet mais amado e representado. Coreografado originalmente por Marius Petipa e Lev Ivanov, cada companhia ao redor do mundo a encena entre os meses de novembro a janeiro, cada qual com a sua própria versão.
Aqui no Brasil, não seria diferente. Em 1983, surgiu em São Paulo a primeira montagem da Cisne Negro Cia. de Dança, dirigida por Hulda Bittencourt, que se tornou uma tradição e esse ano está em sua 31ª edição.
No dia 17/11, representando o Agenda de Dança, eu estive na coletiva de imprensa que aconteceu na sede da companhia, no bairro da Vila Madalena, em São Paulo, para conferir os detalhes sobre a temporada 2014 dessa magnífica obra.

Heloísa Borzt.zip (4)
Festa de Natal na Casa de Clara – 1º Ato
Crédito: Heloísa Borzt

A princípio, estava marcado para a imprensa apenas o ensaio da Valsa das Flores, que segundo a diretora, é um dos momentos mais esperados da peça. Esse ano será a primeira vez que o ballet terá uma das récitas com orquestra ao vivo, e a regência será compartilhada entre os maestros João Carlos Martins e John Boudler, que estava lá justamente para fazer a marcação da partitura. Por isso, fomos presenteados com a encenação do segundo ato completo, com exceção do grand pas de deux, que é sempre interpretado por bailarinos convidados.

John falou para nós sobre os desafios de se reger um ballet: “Eu sou assistente de João Carlos Martins, e essa será minha primeira regência de um ballet. Por ser uma única apresentação com orquestra, o maior desafio está em adequar a música aos andamentos e arranjos que os bailarinos estão acostumados. Dança e música ao vivo é uma experiência muito rica, um clima totalmente diferente, e cabe a nós dar o maior conforto possível a eles, para que a peça seja um sucesso ainda maior”. Esse ano, a orquestra se apresentará integralmente a partir do segundo ato, e existem planos para que nas próximas temporadas tenhamos o espetáculo completo com música ao vivo.

Heloísa Borzt.zip (10)
A Batalha contra o Rei dos Ratos – 1º Ato
Crédito: Heloísa Borzt

Durante a coletiva que se seguiu após o ensaio, Hulda nos contou como surgiu esse belo espetáculo que encanta as pessoas há tantos anos. “Um dia, eu estava passeando em uma feira, embaixo do MASP, e vi um boneco de madeira. Quando perguntei à vendedora a respeito, ela não soube me dar qualquer informação, porém eu o já conhecia de algum lugar. Só depois me dei conta de que ele era O Quebra-Nozes. A partir daí eu tive a ideia de montar o ballet”. A primeira montagem foi um grande sucesso, e ganhou o prêmio APCA, de melhor espetáculo do ano, em 1983, fazendo a diretora ficar admirada. “Na época, eu fiquei me perguntando o que essa obra tem de tão importante, a ponto de fazer com que o teatro lotasse todos os dias e ganhasse um prêmio como esse. Foi então que passei montar todos os anos, sempre aprimorando e inovando a cada edição”.

O Quebra-Nozes é realmente mágico, um verdadeiro sonho de Natal. O enredo conta a história da menina Clara (também conhecida por Marie ou Masha em algumas versões), que ganha de presente de seu padrinho, o Sr. Drosselmeyer, um boneco Quebra-Nozes. Durante a noite, ele ganha vida, e leva sua dona a participar de uma grande aventura, que inclui uma batalha contra o Rei dos Ratos e seu exército, e uma inesquecível viagem pelo Reino das Neves até o Reino dos Doces.

O Quebra Nozes 30 Anos
Variação da Fada do Açúcar – 2º Ato
Crédito: Heloísa Borzt

Essa magia não mexe só com a plateia, mas também com os bailarinos, como a Juliana Gomes, que participa da montagem há quatro anos. “Nós ficamos o ano todo esperando pelo Quebra-Nozes, pois é uma proposta totalmente diferente dos demais trabalhos da companhia, que são de Dança Contemporânea. A peça é muito bonita, e é sempre uma experiência incrível poder participar dela, é uma grande realização!”. Nesse ano, o público poderá conferir sua performance em três coreografias: o Pas de Deux da Rainha das Neves (1º Ato), Dança Espanhola e Dança Árabe (2º Ato).

Além do elenco fixo da Cisne Negro Cia. de Dança, há audições para a contratação de bailarinos especialmente para o espetáculo, e sempre conta também com a presença de convidados especiais. Para 2014, dois casais se revezam no Grand Pas de Deux da Fada do Açúcar: de 11 à 14 de dezembro, os brasileiros Karen Mesquita e Cícero Gomes, primeiros bailarinos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, e 16 à 21 de dezembro, os argentinos Nadia Muzyca, primeira bailarina do Teatro Colón, e Luis Ortigoza, primeiro bailarino do Ballet de Santiago (Chile).

Vá conferir você também toda essa magia de perto!

As apresentações acontecem no Teatro Alfa, em São Paulo.
De 11 à 21 de dezembro
Segunda à Quinta, às 21:00
Sextas às 21:30
Sábados às 17:00 e 20:00
Domingos às 15:00 e 18:00

Apresentação com orquestra ao vivo dia 14 de dezembro, às 18:00.

Os ingressos podem ser adquiridos no site Ingresso Rápido, e na bilheteria do Teatro Alfa, que funciona de segunda à sábado, das 11:00 às 19:00, e domingo, das 11:00 às 17:00.
Endereço: Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722 – Santo Amaro, São Paulo/SP.

Até a próxima!