Na comemoração de seus 15 anos, a Focus Cia de Dança traz para São Paulo Saudade de Mim, que une em uma mesma obra, Candido Portinari e Chico Buarque

Focus_Saudade de Mim_foto CRISTINA GRANATO_m
Foto: Cristina Granato

A carioca Focus Cia. de Dança, uma das principais da cena atual brasileira, comemora 15 anos de trabalho mostrando um panorama de sua produção ao longo desta década e meia de coreografias. E para festejar à altura, fará o resgate e a circulação de importantes trabalhos que marcaram sua trajetória. Por meio do patrocínio da Petrobras, a cidade de São Paulo terá a oportunidade de rever um dos espetáculos de maior repercussão da companhia, Saudade de Mim, em duas curtíssimas temporadas, uma no Teatro Arthur Azevedo, de 20 a 22 de maio e outra no Teatro Paulo Eiró, de 27 a 29 de maio de 2016, ambas com entrada franca.

Em 2016, na comemoração dos seus 15 anos, a Focus Cia de Dança realiza uma série de remontagens dos espetáculos da companhia e a circulação dessas obras por inúmeras cidades pelo Brasil. O grupo já fez, nesses anos todos de estrada, várias turnês pelo Brasil, Europa e Estados Unidos.

A companhia se estrutura com a mesma equipe artística e criativa de sua fundação. Bailarinos, coreógrafo, produtora, iluminador, costureira, entre outras funções, certificam e compactuam, a cada criação, a solidez e comprometimento que a companhia apresenta ao público desde então. “Pensando em ininterruptos 15 anos, é possível falar, sem modéstia, que estamos contribuindo para a história da dança carioca”, diz Alex Neoral, diretor da Focus Cia de Dança.

SAUDADE DE MIM

O espetáculo, que une Candido Portinari e Chico Buarque, inicia com os acordes de “Construção” levando para cena a vida de Pedro, Maria, Bárbara, Juca, Nina, entre outros personagens, que vêm de músicas distintas de Chico, e aqui se relacionam. Todos também habitam telas e ambientes criados por Portinari. Entre o onírico e o real, a história traz dores, amores, triângulos amorosos, indo e voltando através de referências a Chico e Portinari.

Para Alex Neoral, que está em cena também ao lado de Carol Pires, Clarice Silva, Cosme Gregory, Felipe Padilha, Gabriela Leite, Marcio Jahú e Mônica Burity, Saudade de Mim é um divisor de águas na trajetória da Focus. “Senti a necessidade de mergulhar e trazer, mais concretamente, para a dança, a presença de outras linguagens artísticas que já se esboçavam em minhas criações anteriores. Os bailarinos, além de dança, tiveram o desafio de construir personagens, entrar em uma narrativa com cenas e situações delineadas”, destaca Alex Neoral.

“A ideia não é reproduzir artes já existentes, mas, a partir da fusão de artes distintas, resultar em um espetáculo de dança contemporânea afetado pelas obras destes dois artistas”. Que ninguém espere referências diretas entre músicas e telas. Ao longo da narrativa canções como “Olha Maria”, “Trocando em miúdos”, “Valsinha” surgem na voz de Chico Buarque. De muitas formas, pinturas históricas como “O espantalho”, “Casamento na roça” e “O mestiço” de Candido Portinari, se impõem na narrativa.

Para dar corpo a Saudade de Mim, o preparo da Focus Cia de Dança incluiu aulas de interpretação com o ator Reiner Tenente, além da preparação vocal com Felipe Habib, que também assina a direção musical e criação de arranjos e canções, todas inspiradas em Chico Buarque, que completam a obra.

“Trabalhar com o patrocínio da Petrobras é um privilégio que proporciona a continuidade dos trabalhos da Cia. Este apoio nos possibilitou convidar professores para aulas com os bailarinos, ter um ensaiador e aprimorar ainda mais nossa estrutura e a qualidade do nosso trabalho diário e desse último espetáculo”, conta Alex Neoral que tem 21 anos de trajetória profissional e hoje dirige a Comissão de Frente da Unidos da Tijuca.

Dirigida por Alex Neoral, a companhia reafirma sua importância no território da dança contemporânea brasileira lançando um feito inédito na criação de Saudade de Mim: um roteiro teatral que se integra ao instigante conjunto de gestos e movimentos que consagraram a companhia carioca ao longo de sua história. O espetáculo parte da pintura de Candido Portinari e da obra de Chico Buarque para transbordar poesia em cena.

Os riscos são bem-vindos na trajetória da companhia. O incandescente As canções que você dançou para mim, inspirado na obra de Roberto Carlos, estreado no Espaço Sesc em 2011, chegou à expressiva marca de mais de 230 apresentações e foi assistido por aproximadamente 120 mil pessoas dentro e fora do Brasil, como Washington e Nova York, nos Estados Unidos e Porto, em Portugal. A agenda invade 2016. “Trabalhar com a obra do Chico era um projeto antigo que vem, agora, como ponto de equilíbrio entre As canções que você dançou para mim e Dente de Leite, nosso espetáculo de 2013”.

A companhia é patrocinada desde 2013 pela Petrobras.

 

FICHA TÉCNICA

Direção, concepção e coreografia: Alex Neoral
Direção de produção: Tatiana Garcias
Consultoria de projeto: Aline Cardoso
Produção executiva: Nathalia Atayde
Assistente de produção: Marcella Alves
Produção local: Náshara Silveira Curadoria de Obras [Candido Portinari]: Maria Duarte
Iluminação: Binho Schaefer
Operação de Luz: Bruno Barreto
Figurinos e visagismo: André Vital
Confecção de figurinos: Jacira Garcias
Direção Musical e Trilha original: Felipe Habib
Músicas: Chico Buarque
Preparação Vocal: Felipe Habib
Arranjos, Piano e Acordeon: Felipe Habib e João Bittencourt
Mixagem: Davi Mello
Preparação de interpretação cênica: Reiner Tenente
Ambientação cenográfica: Márcio Jahú
Contrarregra: Wellison Rodrigues
Assistente de direção e ensaiadora: Eleonore Guisnet
Assistente de coreografia e roteiro: Carol Pires
Assistente de ensaio: Ana Formighieri
Fotos de divulgação: Bel Acosta
Fotos de cena: Cristina Granato e Paula Kossatz
Comunicação Visual: Infinitamente Estudio de Criação
Dançado e criado com: Alex Neoral, Carol Pires, Clarice Silva, Cosme Gregory, Felipe Padilha, Gabriela Leite, Márcio Jahú e Mônica Burity
Realização: Neoral Garcias Produções Artísticas LTDA

SERVIÇO

Saudade de mim
Focus Cia de Dança
Temporada: 20 a 29 de maio de 2016
Sexta a sábado às 21h e domingo às 19h
Duração: 90 min
Classificação: 14 anos
Ingressos: Grátis (distribuídos uma hora antes)

20 a 22 de maio
Local: Teatro Arthur de Azevedo
Av. Paes de Barros, 955 – Mooca
Informações: (11) 2605-8007
Capacidade: 349 lugares

27 a 29 de maio
Local: Teatro Paulo Eiró
Av. Adolfo Pinheiro, 765 – Santo Amaro
Informações: (11) 5546-0449
Capacidade: 467 lugares

Deixe uma resposta