Museu da Dança oferece oficinas gratuítas em São Paulo

oficnias de dança no espaço urbano

O Museu da Dança promove, nos meses de maio e junho, oficinas com o tema “A Dança e o Espaço Urbano”, que conta com a coordenação de artistas atuantes na cena contemporânea. As oficinas acontecem de 21 de maio a 12 de junho em em praças WiFi livre da cidade de São Paulo.

Confira a programação e faça sua inscrição:

INTEGRAÇÃO DO CORPO AO ESPAÇO FÍSICO
com Célia Gouvêa
Quinta, 21 de maio, das 14h às 17h
Vão do MASP – Avenida Paulista, 1578 – Bela Vista – São Paulo/SP

Com o propósito de propor novos modos de habitar o espaço público, promovendo uma relação entre participantes e o ambiente, a Oficina terá início por um jogo coreográfico que visa agregar os transeuntes, seguido pela proposta de amoldar o corpo a um volume presente no espaço. Da integração surgirá o movimento.

PELE DE DENTRO / PELE DE FORA
com Alex Ratton
Quarta, 27 de maio, das 14h às 17h
Páteo do Colégio – Centro – São Paulo/SP

Estudos para a ampliação dos sentidos e sensibilização do corpo para a equalização do fluxo interno da energia (desejos, vontades, projeções…) com o pulso externo do ambiente (ritmo da cidade, sonoridades, interferências….), potencializando assim a expansão da presença cênica e a permeabilidade do corpo ao espaço e aos outros, criando uma maior integração entre as pessoas e o ambiente.

DANÇA, PARKOUR E ARQUITETURA
com Jerônimo Bittencourt
Terça, 2 de junho, das 14h às 17h
Praça Roosevelt – Centro – São Paulo/SP

A investigação do silêncio, maciez, fluidez, precisão e a capacidade de se fundir com o espaço é o eixo central da pesquisa. A oficina tem como objetivo instigar os participantes através de práticas do Parkour e da dança, para que possam criar novas possibilidades de se relacionar com seu corpo e o espaço, ampliando as possibilidades de relação com o entorno, trazendo à tona a dança com o espaço

A DANÇA DA INDIGNAÇÃO
com Gal Martins
Sexta, 12 de junho, das 14h às 17h
Largo da Batata – Av. Brigadeiro Faria Lima – Pinheiros – São Paulo/SP

A vivência proposta se constitui em experiências coreográficas através da prática do corpo que diz seus anseios, preocupações e indignações em busca da estética de um Corpo Marginal. Esse conceito parte do princípio entre corpo e contexto e como se dá essa via comunicativa partindo de diversas inquietações e questionamentos acerca de uma inter-relação efetiva entre o fazer coreográfico e seus diversos receptores, refletindo sobre os desafios de produzir dança nas “bordas da cidade” eliminando as barreiras territoriais.

Os interessados em participar das oficinas devem se inscrever através deste linK: http://museudadanca.com.br/institucional/inscricao-oficinas-a-danca-no-espaco-urbano

Todas as oficinas são gratuitas.

Vagas: 20 por oficina
Inscrição: de 1 a 15 de maio. Faça a sua inscrição aqui, lembrando que é possível se inscrever em mais de uma oficina.
Seleção: os 20 primeiros inscritos para cada oficina
Público alvo: aberto à qualquer pessoa interessada na relação dança/corpo/cidade.