Lucianne Murta Escola de Ballet ganha terceira unidade em São Paulo

Como a arte da dança pode chegar ao maior número de pessoas? Foi essa pergunta que moveu Lucianne Murta, diretora artística da Lucianne Murta Escola de Ballet (LMEB) a ampliar ainda mais a sua proposta artística, já desenvolvida dentro de duas de suas unidades: Vila Nova Conceição e Morumbi. E depois de comemorar 15 anos de LMEB no palco do Theatro Municipal de São Paulo acompanhada da Orquestra Bachiana com o maestro João Carlos Martins e Ana Botafogo e de se apresentar no palco da Sala São Paulo, em dezembro do ano passado, ela prepara a inauguração do terceiro complexo de dança que leva o seu nome, no bairro da Chácara Flora, em São Paulo. A inauguração está marcada para o dia 31 de março, às 11h, com a presença de grandes personalidades da dança do Brasil e apresentações de dança.

“Quando abri a Lucianne Murta Escola de Ballet, o meu maior desejo era o de ensinar e dividir o conhecimento que tinha adquirido pelo mundo. Não imaginava o quanto poderia aprender e como essa escola transformaria a minha vida e a de todos que por aqui passaram. Tenho a certeza de que com a abertura da nova unidade mais pessoas poderão ter contato com a dança e nós teremos a chance levar ainda mais arte para todos”, fala a diretora. “Se essa aluna vai ser bailarina? Não sabemos. Mas se ela for professora, advogada, juíza… o que ela quiser, a dança vai ter modificado a sua história em alguma medida”, completa Lucianne.

A Lucianne Murta Escola de Ballet foi fundada em 2002, na cidade de São Paulo, e apresenta com responsabilidade e profissionalismo um programa de ensino/aprendizagem por meio de aulas técnicas, atividades lúdicas e contextualização teórica. Seu corpo docente, atualizado constantemente no Brasil e exterior, é apto para trabalhar as potencialidades e fragilidades individuais de cada criança. Suas três unidades possuem estrutura de sala de aula adequada (piso, som, piano, espelhos, barra) para um melhor aprendizado.

Estilos

A grande novidade de 2019 é que além das aulas de balé clássico, a LMEB oferecerá aulas de sapateado americano e jazz lírico. “Assim como temos excelência no ensino do balé clássico, procuramos as melhores profissionais da área para assinarem a coordenação e a metodologia nos novos estilos. Christiane Matallo será a responsável pelo sapateado americano e a Erika Novachi, pelo jazz lírico”, conta a diretora. “Hoje elas são a grande referência nessas modalidades, levando a sua arte inclusive para o exterior”, completa, Lucianne.

No balé clássico, a LMEB trabalha com duas metodologias inglesas de ensino: Royal Academy of Dance (RAD), reconhecido internacionalmente como um dos mais importantes métodos do mundo, presente em mais de 70 países e Melody Movement Early Learning, um programa focado em desenvolvimento, cognição, espaço, lateralidade, criatividade, consciência, além de introduzir habilidades como conceitos matemáticos, cor, forma e vocabulário para crianças acima de 18 meses. A LMEB é a única escola do Estado de São Paulo a possuir essa metodologia.

Inauguração

Durante a inauguração da nova unidade, na Chácara Flora, os convidados poderão assistir a apresentações de sapateado americano de Christiane Matallo, que virá acompanhada do percussionista americano Jim Hamilton e também uma aula aberta de jazz lírico, assinada por Erika Novachi. “Queremos que as pessoas vejam de perto o trabalho que vai ser desenvolvido dentro da nossa Escola por meio de exemplos vivos e, claro, que também possam conhecer mais intimamente essas artistas”, fala a diretora. “Queremos que o público entenda como esta dança se molda ao corpo, como essa metodologia será aplicada na LMEB e um pouco mais da história deste estilo. A LMEB oferece experiências de arte. Transforma dança em educação”, completa a diretora.

Lucianne Murta | Diretora Artística

É diretora artística da Escola de Ballet Lucianne Murta desde 2002. Iniciou seus estudos de balé clássico na Escola de Ballet Lucia Millás, em Santos, São Paulo e, em 1992, formou-se como bailarina clássica pela Escola de Bailado de Santos. Como estudante de dança também passou pela San Diego Ballet School e pela Califórnia Ballet School, ambas na Califórnia, Estados Unidos. Teve como mestres Jorge Penã, Ricardo Ordones, Ilara Lopes, Lucia Millás, Ruslan Gawriljuk, entre outros. Foi bailarina do Grupo Uirapiru, entre 1995 e 2000, sob direção de Ilara Lopes, e atuou como professora no Núcleo de Dança Nice Leite – Ilara Lopes, no Brasil, e na Stratcraft Dance School, em Londres, Inglaterra. É certificada como professora e TD Teaching Diploma pela Royal Academy of Dance – metodologia aplicada em suas escolas – na sede da RAD em Londres. Além da sua formação como professora e diretora artística é bacharel em Direito (FDSBC) e pós-graduada em Administração de Empresas (FEA).

Christiane Matallo | Sapateado

Coreógrafa, diretora e produtora de espetáculos. É a única artista que sapateia e toca sax tenor e piano simultaneamente e foi reconhecida pelo jornal The New York Times, como a Carmem Miranda do Sapateado. Graduou-se em Dança pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e é diretora do Brasil Internacional Tap Festival, que em 2019, completa 20 anos. Ministra workshops por diversas cidades brasileiras e diferentes países. Foi professora de tap dance no curso técnico de teatro musical do SESI- SP em 2015 e 2014, supervisora de sapateado do musical Crazy for you no Brasil dirigido por José Possi Neto e protagonizado por Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello, em 2014 e coreografou ao lado de Katia Barros, o musical Cantando na Chuva. Atualmente está em cartaz na Europa com o show Br.Us, ao lado do percussionista Jim Hamilton.

Erika Novachi | Jazz Lírico

Diretora residente do Galpão 1 Academia, é coreógrafa e produtora. Transita entre os principais festivais de dança do país com destaque. É professora e coreógrafa de jazz lírico desde 1995, e bailarina. Atuou em companhias como o Grupo Raça (com direção de Roseli Rodrigues) e Companhia Dançar (com direção de Rose Calheiros). Entre seus principais prêmios como coreógrafa destacam-se diversos primeiros lugares na categoria no Festival de Dança de Joinville e no New York City Dance Alliance (NY). É frequentemente convidada para ser jurada de mostras e competições de dança. Já ministrou aulas na Broadway Dance Center em Nova York, na Crossroads of Arts, em Los Angeles, Califórnia e na West London University, na SA Dança, em Londres (Inglaterra). Em 2018 coreografou um trecho do concerto Berstein 100 para a São Paulo Companhia de Dança. É uma das diretoras do Congresso Internacional de Jazz Dance no Brasil.

Crédito da foto: Willian Aguiar

Serviço

Inauguração da terceira unidade da Lucianne Murta Escola de Ballet
Dia 31 de março de 2019
Domingo, a partir das 11h
Endereço: Rua Conde de Itu, 652 – Chácara Flora. São Paulo – SP

Deixe uma resposta