Jorge Garcia Companhia recria “Plano Sequência / Take 2″ para o Teatro de Contêiner Mungunzá

Crédito da foto: Leandro Moraes

Em temporada de duas semanas, de 5 a 14/7 (sextas, sábados e domingos, sempre às 20 h), a Jorge Garcia Companhia de Dança apresenta seu mais recente trabalho, “Plano Sequência / Take 2”, remontado em adaptação para o Teatro de Contêiner Munguzá, uma vez que a criação é atravessada pela arquitetura do espaço onde se insere, evidenciando fluxos de trânsitos, afetos e a relação que pode se estabelecer entre corpos, espaços e tecnologia. A apresentação é parte de residência artística proposta para o espaço com vídeoinstalação, conversa pública e workshop realizado desde o dia 10 de junho. A entrada é gratuita.

Situada na intersecção espetáculo de dança e gravação de filme, a performance “Plano Sequência / Take 2” aponta para um campo ainda pouco explorado, que a Companhia desenvolve desde 2015 e define como Coreocinegrafia, contando, mais recentemente, com a parceria do cineasta Heitor Dhalia (‘O Cheiro do Ralo’/2006, ‘À Deriva‘/2009, ‘On Yoga‘/2017).

Em cena, oito intérpretes – além do músico Eder “O” Rocha, que executa a trilha oiginal –, dançam, filmam, operam equipamentos e apoiam-se mutuamente na construção do acontecimento. O público pode assistir, em tempo real, a gravação de um filme sem cortes, cujas cenas, baseadas em coreografias, jogos cênicos e improvisações orientadas, se encadeiam fluidamente.

Ao final da apresentação do dia 7, o elenco conduzirá uma conversa pública sobre os aspectos principais que estruturam uma Coreocinegrafia e os caminhos que apontam para a redefinição de concepções do que pode ser dramaturgia na fusão dessas linguagens.

Por “Plano Sequência / Take 2”, a Jorge Garcia Companhia de Dança recebeu o Prêmio Denilto Gomes de Dança, e indicação ao Prêmio Governador do Estado de melhor coreografia de 2017.

Durante todo o período, na videoinstalação são exibidos, em looping, curtas-metragens com recortes do filme produzido pela Jorge Garcia Companhia de Dança em residência na Casa das Caldeiras. Criada como um dos braços da parceria da Cia com o cineasta Heitor Dhalia, a instalação traz imagens que transitam entre o realismo e a ficção, tendo como locação um cenário em constante reconstrução, atravessado pelo tempo e pelos corpos.

As ações são parte de projeto contemplado pela 25ª edição do Programa Municipal de Fomento à Dança – Secretaria Municipal de Cultura.

Ficha Técnica

Direção geral: Jorge Garcia
Assistência de direção: Marina Matheus
Interpretação: Giuli Lacorte, Mainá Santana, Manuela Aranguibel, Marina Matheus
Artistas convidados: Felipe Teixeira, Mariana Molinos e Jonatan Vasconcelos
Colaboradoras: Karen Marçal e Thainá Souza
Execução da performance musical ao vivo: Eder “O” Rocha
Trilha sonora original: Eder “O” Rocha e Jorge Garcia Companhia de Dança
Design de Luz: Jorge Garcia
Figurino e Cenário: Jorge Garcia Companhia de Dança
Consultoria Cenográfica: Leo Ceolin
Consultoria de Figurino: Carolina Sudati
Técnico de gravação e transmissão ao vivo: Flávio M. Silva e Giuli Lacorte
Edição e finalização de vídeo: Felipe Teixeira e Giuli Lacorte
Aulas de Yoga: Mariana Maia e Marina Matheus
Aulas de Tai Chi e Kung Fu: Mariana Molinos
Aulas de Dança: Jorge Garcia
Design Gráfico: Felipe Teixeira
Midias Sociais: GiuliLacorte
Registro em Foto: Leandro Moraes e Silvia Machado
Assistente de produção: Gabriela Branco
Produção: Cristiane Klein e Juliana Vinagre (Dionísio Produção)

Serviço

“Plano Sequência / Take 2”
Jorge Garcia Companhia de Dança
Dias 05 a 14 de julho
Sextas, sábados e domingos, às 20h
*Dia 07/07, conversa pública após apresentação
Local: Teatro de Contêiner Mungunzá
Rua dos Gusmões, 43 – Santa Ifigênia, São Paulo
(próx Estação Luz do Metrô – Linhas Azul e Amarela)
Ingresso: Grátis
Informações: (11) 97632-7852 | ciamungunza@gmail.com
Classificação indicativa: 16 anos
Duração: 60 minutos

Videoinstalação “Plano Sequência / Take 2”
Até 14/07/2019
Segunda a domingo, das 09h às 21h
Local: Teatro de Contêiner Mungunzá

Deixe uma resposta