Ismael Ivo cria espetáculo de dança para a exposição Murakami por Murakami

Crédito da foto: Gal Oppido

Instituto Tomie Ohtake tem incluído em sua programação apresentações musicais e de dança que dialogam com suas principais mostras em cartaz. Como parte das atividades desenvolvidas em torno de Murakami por Murakami (04 de dezembro a 15 de março de 2020), o coreógrafo Ismael Ivo e o músico e compositor Rodolfo Stroeter foram convidados a conceber uma intervenção artística. Jardim Oriental dos Primeiros Desejos é resultado da segunda parceria com a dupla que, em 2018, compôs uma peça em referência à exposição Histórias Afro-Atlânticas.

Partindo das tensões entre oriente e ocidente, o coreógrafo trabalhou a espacialidade cênica com a contribuição do coletivo OS TUPYS (Zé Carratu, Ciro Cozzolino e Carlos Delfino). Os figurinos são assinados por Angélica Chaves e o espetáculo ainda conta com a participação especial da artista plástica Catarina Gushiken, que trabalha com Caligrafias Imaginadas inspiradas no Sho, a caligrafia artística japonesa.

Segundo Rodolfo Stroeter, a partir da dualidade cultural entre a tradição e o contemporâneo na cultura japonesa, nasceu, de forma intuitiva, a concepção musical através de sons preparados por Lelo Nazario e contrastados pela pesquisa dos instrumentos e sonoridades da tradição oriental. À Rodolfo e Lelo se uniu o jovem músico Noa Stroeter para desenvolver a peça composta por sons eletrônicos, piano (Lelo), dois contrabaixos (Rodolfo e Noa), e as colaborações das vozes de Marlui Miranda e Lenna Bahule e das flautas de Teco Cardoso.

Ismael Ivo e Rodolfo Stroeter construíram o roteiro e a temática particular de cada cena. Desde Buda, passando pelo erotismo oriental, pela inspiração sugerida por Ismael de Akira Kurosawa e seu filme Dodeskaden, além dos Mangás, dos personagens infantis criados pela indústria japonesa, dos Samurais, da Cerimônia do Chá, e da Gueixa que se transforma em dragão, seguida de um cenário que evoca Lennon e Ono.

Ficha Técnica

Direção coreográfica, dramaturgia e conceito: Ismael Ivo
Direção musical: Rodolfo Stroeter
Room & Enviroment: OS TUPYS (Zé Carratu, Ciro Cozzolino e Carlos Delfino)
Figurino: Angélica Chaves
Artística plástica convidada: Catarina Gushiken
Intérpretes / Investigação Corpo-Movimento: Ariany Dâmaso, Carolina Martinelli, Fernanda Bueno, Grécia Catarina, Irupé Samiento, Luiz Felipe Crepaldi, Manuel Gomes, Uátila Coutinho
Produção Executiva: Fabio Mazzoni | ABX Produções
Assistente de coreografia: Fernando Machado
Assistente de Produção: Paloma Neves
Cenotécnico: José da Hora
Contra-Regra: Alessander Rodrigues
Apoio: Coletivo OS TUPYS, SP Galeria de Arte Urbana, Atelier Catarina Gushiken

Ficha técnica música

Direção musical: Rodolfo Stroeter
Criação: Rodolfo Stroeter, Lelo Nazario e Noa Stroeter
Produção executiva: Carolina Gouveia
Lelo Nazario: piano, piano preparado e sintetizadores
Rodolfo Stroeter: contrabaixo acústico e elétrico
Noa Stroeter: contrabaixo acústico e elétrico
Marlui Miranda: voz
Lenna Bahule: voz
Teco Cardoso: flautas
Participação especial: João Rodolfo Stroeter – leitura de textos eróticos japoneses dos séculos XVI e XVII
Gravado e mixado no Space Blues Studio em novembro/2019
Engenheiro de gravação – Alexandre Fontanetti
Assistentes de gravação – Felipe Câmara e João Nhoque

Serviço

Jardim Oriental dos Primeiros Desejos
Dias 12 e 14 de dezembro de 2019
Quinta e sábado, às 19h30
Local: Instituto Tomie Ohtake – Complexo Aché Cultural
Rua Coropés 88 – Pinheiros, São Paulo – SP
(Metrô mais próximo – Estação Faria Lima/Linha 4 – amarela )
Ingresso: Grátis (mediante retirada de senha)
Informações: (11) 2245.1900
Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: 16 anos
Lotação: 200 lugares

Deixe uma resposta