II Fórum de Dança e Cultura Afro-Brasileira

O Núcleo de Pesquisa em Dança e Cultura Afro-Brasileira do Departamento de Arte Corporal da UFRJ em parceria com o Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro, local que abriga o evento, realiza nos dias 22, 23, 24, 25 e 26 de novembro, o “II Fórum de Dança e Cultura Afro-Brasileira”. A data do evento não foi escolhida ao acaso: o seu desenvolvimento coincide com a Semana da Consciência Negra. O II Fórum tem como objetivo fomentar discussões relativas às construções artísticas e pesquisas desenvolvidas na contemporaneidade por criadores e educadores autores de trabalhos e projetos focados no universo cultural negro diaspórico e africano.

Pensadores, músicos, artistas visuais, dançarinos de danças tradicionais, bailarinos, acadêmicos, atores, diretores de cena, coreógrafos, gestores e demais interessados na produção, difusão e visibilidade das culturas tradicionais afro-ameríndias terão a oportunidade de dialogar com os convidados do II Fórum, como por exemplo, os professores titulares, Júlio Tavares (UFF) e Zeca Ligiéro (UNIRIO), sobre temas que transitam pelos estudos culturais; religiosidade; cultura corporal; interação social; diversidade; racismo; discriminação; educação; práticas performativas; entre outros.

O evento, que acontece de 13h às 21h (domingo de 15 às 18h), será composto por palestras, mesas-redondas, apresentações de vídeos, performances, espetáculos de dança, oficinas e conversas literárias. Os espetáculos acontecem todos os dias (quarta e quinta às 19h e sexta e sábado às 20h) e serão realizados pelos grupos NUDAFRO – Cia. de Dança Contemporânea da UFRJ, Cia. Douglas Rodrigues e o Coletivo MUANES Dançateatro. No domingo às 17h ocorre a mostra dos trabalhos artísticos elaborados nas oficinas. O evento conta ainda com as parcerias: EEFD –Escola de Educação Física e Desportos/UFRJ; Grupo PADE – Pesquisa de Africanidade na Dança-Educação – UFRJ; Grupo PECDAN (PEsquisa em Cinema e DANça) – UFRJ; NEPAA- Núcleo de Estudos das Performances Afro Ameríndias – UNIRIO; LEECCC -Laboratório de Etnografia e Estudos em Comunicação, Cultura e Cognição – UFF; MUANES – Coletivo Muanes Dançateatro – UFF. Patrocínio: Fórum de Ciência e Cultura – Programa de Apoio às Artes – Garin /UFRJ. A entrada e franca exceto para os espetáculos: R$ 10 inteira e R$ 5 meia. Direção Geral: Tatiana Damasceno

Programação

Dia 22 de novembro (quarta-feira)

13:00 às 14:00
Credenciamento de oficina

13:40 às 14:00
Performance de abertura: “Caminhos de Elegüá” com Mirian Miralles, “Agô” com Tatiana Damasceno e Canto de Exu com Brenda Monteiro

14:00 às 15:30
Teatro Angel Vianna
Mesa de abertura: Afrodescendentes: Educação, Cultura, Reconhecimento e Ações
Angela Brêtas (Diretora da Escola de Educação Física e Desportos da UFRJ)
Frank Wilson (Chefe do Departamento de Arte Corporal da UFRJ)
Diego Dantas (Diretor Artístico do Centro Coreográfico do RJ)
Mediadora: Tatiana Damasceno (UFRJ)

15:30 às 17:30
Sala de convenção
Palestra 1: “A Incorporação da memória e a corporeidade ativa: acerca da performance do apartheid brasileiro”
Júlio Tavares (UFF – LEECCC) – Laboratório de Etnografia e Estudos em Comunicação, Cultura e Cognição – LEECCC
Mediador: Jefferson Nascimento ( Bacharel em Dança/UFRJ)

17:30 às 19:00
Café com performance – Hall

“Salubá” com Gizele Alves

“Natureza me afeta” com Andy Carvalho

19:00
Teatro Angel Vianna
Espetáculo InCORPO – NUDAFRO Cia de Dança Contemporânea da UFRJ
Ingresso: R$ 10,00 inteira e R$ 5,00 meia

Ficha técnica
Tempo: 50 minutos
Direção, roteiro e coreografia: Tatiana Damasceno
Assistente de direção coreográfica e criação: Renata Borges
Pesquisa de movimento: Tatiana Damasceno e intérpretes criadores
Intérpretes criadores: Daniele Noronha, Jefferson do Nascimento, Henrique Bellas,
Lucas Santos, Renata Bustamante, Mirian Miralles, Brenda Cunha e Elen Ferreira
Preparação corporal: Cia de dança
Preparação de corpo-voz: Maria Alice Motta
Desenho de luz: Luciana Liege
Iluminação: David Israel
Figurino: Tatiana Damasceno e Renata Borges
Fotografia: Bira Soares e Julius Mack
Classificação: 12 anos
Produção: Luís Eduardo Souza e Silva
Email: ciadancadaufrj@gmail.com
Assistente de produção: Yuri Rodrigues
https://www.facebook.com/dancacontemporaneaufrj/

Dia 23 de novembro (quinta-feira)

13:00 às 16:00
Oficina I – MIX Danças afro-ameríndias e Cubanas
Facilitadoras: Débora Campos e Mirian Miralles

Débora Campos
Bailarina, cantora, atriz, professora de dança e expressão corporal. Mestra em Saúde Coletiva pelo IMS / UERJ (2005), Especialista em Treinamento Desportivo pela UFRJ/EsEFEx (1999) e Graduada em Educação Física pela UFRJ (1994). Formação em Dança Afro Brasileira (Charles Nelson) e Dança Afro Cubana (Beatriz Lagos). Participou do projeto Ateliê Coreográfico do Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro, da Cooperativa de Danças de Origem Africana, do Grupo de Músicas e Danças Afro Cubanas Iori e do Grupo de Artes Ilê Ofé. Atua nas áreas de dança, teatro e canto como intérprete /pesquisadora, coreógrafa e preparadora corporal e na área de arte educação. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Estudo da Performance, atuando principalmente nos seguintes temas em transdisciplinaridade: dança, memória, educação e arte negra. Integra o grupo inscrito no CNPQ Coletivo MUANES Dançateatro e Performances Afro Brasileiras. Ministrou a disciplina Corpo, dança e identidade negra no curso de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Relações Etnicorraciais, PPRER/CEFET (2016). Docente da Universidade Estácio de Sá (2006 /2011) – Curso Politécnico de Dança de Salão, ministrando as disciplinas: Expressão Corporal, Composição e Criação Coreográfica.

Mirian Bárbara Miralles Torres
Bailarina de Dança Contemporânea e Danças Folclóricas Cubanas formada na Escola Nacional de Arte de Cuba. Atualmente é estudante do curso de Teoria da Dança na Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde participa como intérprete criadora na Companhia Contemporânea da UFRJ – Núcleo de Pesquisa em Dança e Cultura Afro-brasileira (NUDAFRO). É membro do Projeto de Pesquisa em Africanidade na Dança Educação (PADE/UFRJ). Ministra oficinas e apresenta performances nos eventos organizados pelos grupos de extensão que integra. Sua pesquisa como artista é principalmente na área das danças populares, Afro-Cubana e Afro-Brasileira, cujo objetivo é trabalhar na preservação e valorização da cultura africana. A oficina de dança Afro-Cubana pretende trazer um panorama da cultura africana de origem Bantu, que se transformou depois da chegada dos escravizados em Cuba. Propõe-se uma experimentação da corporeidade das danças existentes no culto de Palo Mayombe, com o objetivo de mostrar a estética e a potência do movimento que essa expressão religiosa apresenta, enriquecendo a dança como manifestação artística.

Oficina II – Danças Urbanas
Facilitador: Luís Eduardo Souza e Silva

Bacharelando em Dança pela UFRJ, pesquisa Danças Urbanas há mais de 10 anos. Foi coreógrafo na companhia de Artes ADOS, onde desenvolveu trabalhos que passaram por cidades como São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e outras. Dançou no grupo profissional Equipe Old School, onde aprofundou seus conhecimentos em New Jack Swing, uma das modalidades das Danças Urbanas. Atualmente faz parte do Núcleo de Pesquisa em Dança Afro-brasileira (NUDAFRO), onde atua como Produtor Cultural, é intérprete e pesquisador no projeto de pesquisa Prática de Si, orientado pela profa. Letícia Teixeira. É fundador e diretor artístico do Coletivo PUC, grupo que pesquisa os limites e conexões das Danças Urbanas, reconhecendo qual o seu espaço e história. Ministra oficinas de danças urbanas para companhias e eventos do Rio de Janeiro e em eventos pelo Brasil, como o Encontro Nacional de Estudantes (ENEART).

14:30 às 16:00
Sessão de Vídeos
Sala de Vídeo
– Escravidão Ama de Leite – Babás (Brasil, 2017, 53’’)
– NÃO VOU CALAR – PADE (Julius Mack, Brasil, 2015, 2’41’’)
– ALMA NO OLHO (Zózimo Bulbul, Brasil, 1973, 11’05’’) –
– ALMA CARIOCA – UM CHORO DE MENINO (William Côgo, Brasil, 2002, 6’27’’)
Mediador: PECDAN e convidado

Hall
– Nas águas de Iemanjá

16:30 às 18:30
Sala de convenção
Mesa I: Corpo, Dança e Sociedade
Frank Wilson Roberto (UFRJ) e DIego Dantas (CCORJ)
Mediador: Mirian Miralles (Bacharelanda de dança/UFRJ)

Resumo: Aborda o desenvolvimento do sujeito por meio da dança (na interface com as performances culturais) em projetos, Cias. e outras formas, e a relação que se estabelece com a sociedade (oportunidade, visibilidade, respeito, campo de atuação). Provocações: 1- Essas danças ajudam os sujeitos a conhecerem as suas histórias e atuarem de forma mais consciente em grupos sociais que fazem parte e em diferentes espaços? 2 – Existe um espaço próprio de atuação do corpo que dança essas danças? 3 – Elas reinventam um modo de ser, agir, pensar e movimentar memórias no processo de interação social?

18:30 às 19:00
Café com performance – hall

Fragmento Aráyé: Corpo de Elementos com Ivy Brum, Bruno Camenietzki, André Alade, Marco Felippe, Kauã Carvalho, Simonne Alves e Xandy Carvalho (PADE/UFRJ).

“Integrar Meus Lares” com Julius Mack

19:00h
Teatro Angel Vianna
Espetáculo “UMANAMENTE” Grupo RUA
Ingresso: R$ 10,00 inteira e R$ 5,00 meia

O espetáculo é uma investigação cênica sobre os medos e as dificuldades de cada jovem, em cena usamos os mais diversos traumas como material de investigação. Através de tais estudos queremos trazer uma reflexão da importância da arte da vida de diversos jovens. Em cena seis intérpretes dividem os seus momentos de fragilidade, entretanto, uma energia que surge em meio ao caos nos faz refletir mais sobre a nossa passagem nesse mundo. Um trabalho simples, poético e humanizador. O que nos moveu até aqui? Uma ideia, uma simples ideia na mente… Transformar e revolucionar a vida de muitos jovens através da arte.

Ficha técnica
Direção Artística e coreografia: Douglas Rodrigues – DG
Direção de texto: Douglas Rodrigues – DG
Assistente de Direção: Jéssica Cristina
Produção: Douglas Rodrigues – DG
Sonoplasta: Douglas Rodrigues – DG
Iluminação: Nilton
Figurinista: Raquel Cristina
Intérpretes criadores: Daniel Bulhões, Luiz Gustavo, Pedro Henrique, Emilly
Guimarães, Jéssica Cristina e Maria Júlia.
Duração: 45 min.
Classificação: Livre

Dia 24 de novembro (sexta-feira)

Dias 24, 25 e 26
Exposição artística com Juliana Angelino (Belas Artes/UFRJ)

13:00 às 16:00
Oficina I – MIX Danças Afro-Ameríndias e Cubanas
Oficina II – Danças Urbanas

14:30 às 16:00
Sessão de Vídeos
Sala de vídeo
Outro Teatro: do ritual à performance de Zeca Ligiéro
Um Convite à Dança: Performances de umbigada entre o Brasil e Moçambique de Juliana Bittencourt Manhães

Hall
– Nas águas de Iemanjá

16:30 às 18:30
Sala de convenção
Palestra II: Outro teatro e a performance afro-brasileira
Lançamento do vídeo: Performance Afro: uma amostração
Zeca Ligiéiro (Professor Titular – UNIRIO) – Núcleo de Estudos das Performances Afro Ameríndias
Mediador: Idris Bahia (Bacharelanda em Dança/UFRJ)

18:30 às 19:30
Sala de convenção
Café e Conversa Literária
Mediador: Maria Ignez Calfa (UFRJ)
Poética na incorporação – Maria Bethânia, José Inácio Vieira de Melo e o Ocidente na encruzilhada de Exu. (Editora Penalux, 2016)
Autor: Igor Fagundes

20:00h
Teatro Angel Vianna
Espetáculo Katecô
Coletivo MUANES Dançateatro
Ingresso: R$ 10,00 inteira e R$ 5,00 meia

Katecô Danças Negras do Coletivo MUANES Dançateatro, interpela o tempo, um mergulho poético em nossas memórias e lugares no mundo. Alinhavar de tempos e espaços diversos no melhor lugar, onde tudo se pode alcançar: o lugar da Dança Afro Contemporânea Brasileira. Katecô abriga um pulsar de movimento e poética de dança entre tradição e contemporaneidade e deixa um pouco de si em marcas, tanto no corpo de quem dança como no de quem vê. O roteiro de KATECÔ é livremente inspirado na filosofia Kongo ‘4 Momentos do Sol’.

Ficha técnica
Direção Geral e Artística: Denise Zenicola
Assistente de Direção: Débora Campos
Direção de Edição Musical: Chico Rota
Bailarinos/Performers: Álvaro Santos, Catia Costa, Débora Campos, Gisele Alves,
Isabela, Oliveira, Letícia Bento.
Preparação Corporal: Denise Zenicola, Débora Campos
Figurino e Adereço: Léa Schmitt
Desenho de Luz: Pedro Struchiner
Operação de Som: Tainá Louven
Arte Gráfica e Vídeos: Renata Giannattasio
Assessoria de Imprensa: Claudia Bueno
Direção de Produção: Tainá Louven
Classificação: livre
Página: https://www.facebook.com/coletivo.muanes.dancateatro/

Dia 25 de novembro (sábado)

13:00 às 16:00
Oficina I – MIX Danças Afro-Ameríndias e Cubanas.
Oficina II – Danças Urbanas

13:30 às 14:30
Espetáculo Obirin – Ventos na Maré
Projeto Mulheres ao Vento
Ingresso: Gratuito

Ficha Técnica
Direção geral, concepção artística e coreográfica: Andreza Jorge e Simonne Alves
Elenco: Ana Lúcia Santos, Beatriz Santos, Carla Silva, Edna Santos, Gil Flores, Josefa
Pereira, Leila Silva, Lenice Silva, Luiza Santos, Raphaela Morret, Sendy Silva e Shirley Rosana.
Grupo Madá: Gil Flores, Nathalia Alcântara, Raphaela Morret e Tula Pereira.
Iluminação e som: Daniel Remilik.
Produção: Henrique Gomes e Kelly Santos.

14:30 às 16:00
Sessão de Vídeos
Sala de Vídeo
– Escravidão Ama de Leite – Babás (Brasil, 2017, 53’’)
– NÃO VOU CALAR – PADE (Julius Mack, Brasil, 2015, 2’41’’)
– ELEKO (Mulheres de Pedra, Brasil, 2015, 6’29’’)
– PROCURA-SE IRENICE (Marco Escrivão & Thiago B. Mendonça, Brasil, 2016, 25’)
Mediador: PECDAN e convidado

Hall
– Nas águas de Iemanjá

16:30 às 18:30
Sala de Convenção
Mesa II: Criações e Cultura Afro-Ameríndia
Alexandre Carvalho (PADE/UFRJ)
Ausonia Bernardes (Faculdade Angel Vianna)
Dr. Denise Zenicola (MUANES/UFF)
Tatiana Damasceno (NUDAFRO/UFRJ)
Mediador: Luciane Coccaro (UFRJ)

18:30 às 19:30
Café com performance -hall
“Lembranças Memoráveis” com Regina Ferreira, Ivy Brum e Luana Domingos (PADE/UFRJ)

“Entre X e Y” com Henrique Bellas, Saulo Eduardo e Junior

“Encruzilhar” com Mirian Miralles e Victor Garcia.

20:00h
Teatro Angel Vianna
Espetáculo Katecô
Coletivo MUANES Dançateatro
Ingresso: R$ 10,00 inteira e R$ 5,00 meia

Dia 26 de novembro (domingo)

14:00 às 15:00
Espetáculo Obirin – Ventos na Maré
Projeto Mulheres ao Vento
Ingresso: Gratuíto

15:00 às 15:30
Café com performance – hall
“O OUTRO” com Jefferson Nascimento

15:30 às 17:00
Palestra III: Dança Afro Brasileira: caminhos, potencias e renovações –
Trajetórias que fazem diferença.
Aline Valentim (Rio Maracatu – Cia. Babalakina)
Mediador: Tatiana Damasceno (UFRJ)

17:00
Teatro Angel Vianna
Mostra Inter+Ação
Resultado das oficinas: Diálogos de Saberes: ciclo de oficinas de danças e cantos tradicionais e criações artísticas (realizada em agosto), Oficina I e II.
Encerramento do II Fórum

OBS.: A inscrição nas atividades do Fórum e nas Oficinas oferecidas deverá ser feito previamente através do formulário encontrado no seguinte link: https://goo.gl/forms/npdRiyAGkc3JxPub2
– Não será aceito o cadastramento nas duas oficinas ao mesmo tempo.

Serviço

II Fórum de Dança e Cultura Afro-Brasileira
De 22 a 26 de novembro de 2017
Quarta a Sábado às 13h, Domingo Às 15h
Local: Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro
Rua José Higino, 115 – Tijuca – Rio de Janeiro/RJ – CEP: 20520-972
Ingressos: Gratuito e R$ 10,00
Classificação: Livre

Deixe uma resposta