Grupo Impacto, companhia de dança urbana de Viçosa (MG), dança em São Paulo a convite do T.F.Style

Cena de Sob a Pele
T.F.Style Cia de Dança | Cena de Sob a Pele

Pela primeira vez em São Paulo, grupo de dança de rua se apresenta na Galeria Olido com trabalho coreografado por Mário Nascimento. Artistas também debatem e fazem vivência artística com o T.F.Style.

Em atividade há 22 anos, o Grupo Impacto de Dança é composto por bailarinos que se formaram por meio de bolsas e parcerias com projetos sociais no Núcleo de Arte e Dança de Viçosa (Minas Gerais). Entre 13 e 16 de abril, os artistas se apresentam na Galeria Olido ao lado do T.F.Style Cia de Dança, que os convidaram para à capital paulista como parte das ações da XX Edição do Fomento à Dança. O T.F. Style dançará Beco e Sob a Pele. O Grupo Impacto, que nos últimos anos pesquisa, desenvolve e aperfeiçoa a arte vinda das ruas, dança Três Gritos, coreografia de Mário Nascimento. Todas as atividades são gratuitas e ocorrem na Galeria Olido.

Em todos os dias do projeto, os grupos irão apresentar trabalhos de seu repertório. Três Gritos, do Grupo Impacto, fará sessões de quinta a sábado (13 a 15/4), às 19h, e no domingo (16/4), às 18h. O T.F. Style se apresenta logo após o Grupo Impacto. Na quinta e sexta, 20h, o público assistirá Beco. No sábado, às 20h, e no domingo, às 19h, será apresentada a obra mais recente da companhia: Sob a Pele.

Além das apresentações, os artistas das duas companhias também promovem debate sobre as danças urbanas no dia 15, sábado, às 15h. A conversa abordará as pesquisas e a prática do hip-hop, que estão em curso no Brasil, e também os modos de se viabilizar trabalhos artísticos atualmente em um cenário de cortes, congelamentos e dificuldades de acesso aos espaços culturais da cidade.

No dia seguinte (16/4, domingo), as duas companhias oferecem um workshop aberto, sem necessidade de inscrição prévia, às 15h.

Sobre Três Gritos (Grupo Impacto)

Os instantes decisivos que marcam o antes, o durante e o depois de cada caminhada dão o tom deste trabalho do Grupo Impacto. Três Gritos representa esses três momentos e o recorte temporal está relacionado aos brados presentes em diversas fases da trajetória de vida dos próprios bailarinos e comuns à caminhada de tantas outras pessoas.

A ideia de Três Gritos é representar “o grito dos excluídos. É a ânsia de liberdade e de ser tratado como igual”, esclarece o coreógrafo Mário Nascimento. Ele ainda ressalta que a inspiração vem dos gritos dos negros que vieram da África como escravos; e de um texto do samurai Miyamoto Musashi que soltava gritos nos momentos das grandes batalhas para fortalecer o espírito e o corpo. Em cada cena do trabalho, o grito é protagonista da ação. Nascimento aponta que “a voz é o veículo mostrando a energia e os propósitos da vida.

A coreografia é resultado de um trabalho de troca entre os bailarinos do Impacto e Nascimento. Mais uma vez a performance alia as danças urbanas à dança contemporânea, alcançando um lugar original que une um trabalho cênico às movimentações características das danças urbanas.

O Grupo Impacto é formado pelos bailarinos Adriano Luis Ramos, Alex Luis Ramos, Cleison Lana, Felipe Viana, Jean Carlo do Nascimento, Luis Filipe Claudino, Marco Antônio de Jesus, Rafael Gregório, Rafael Tiko, Rariel Escolástico e Wellington Júlio.

Sobre Beco (T.F.Style Cia de Dança)

O quanto nos conhecemos? Até onde vão os nossos desejos? O que quer nosso inconsciente?

O espetáculo busca refletir sobre o beco de cada um, sobre anseios individuais e coletivos.

O que move esse corpo sonhando ou acordado, aprofundando internamente em múltiplas vontades e refletindo metáforas de uma vida de aparências. Um universo onírico transformado em inconsciente coletivo, situado em uma noite qualquer; em uma rua qualquer; desta cidade. Repetição e reconfiguração de uma interpretação individual dos desejos coletivos. Desejos provocados; desejos obscuros.

Noite; rua; cidade; muro; grafite. Elementos que inspiraram a criação desse espetáculo e servem como ambiente para que os desejos emanem. Cada um nos seus becos, com seus fones de ouvido, desenhando e colorindo sua história. Narrativas que carregamos; com marcas de um passado tatuado em nossas memórias. Recheado de cicatrizes que tentamos apagar suavemente.

Sobre Sob a Pele (T.F.Style Cia de Dança)

Existo. E, na pele, minha existência concretiza-se em constante relação entre corpo e cidade. Pele. O maior órgão do corpo humano. Sensível ao toque e à temperatura. Por ela transpiro, sinto prazer, respiro. Nela carrego minhas memórias, lugar onde se imprimem marcas, cicatrizes. E o tempo. Protege meu interior, delimita minha relação com o ambiente. Quais sensações meu corpo percebe potencializadas pela cidade? Quais opressões, medos e angústias o ambiente urbano me proporciona? Esta obra busca refletir sobre as várias percepções sentidas, profundamente, sob a pele.

Sobre a T.F.Style Cia de Dança

O T.F.Style Cia de Dança investiga a Dança Urbana Contemporânea e pesquisa as possibilidades de exercitar um pensamento contemporâneo do hip hop. Esta investigação concentra-se em descobrir novas possibilidades corporais a partir de técnicas de diferentes danças urbanas, mas desenvolvendo um trabalho autoral, marcado por um percurso de investigação das sensações que estimulam esses corpos a partir da individualidade dos intérpretes. A pesquisa parte das danças urbanas, mas vai transformando suas bases, criando e modificando suas referências, desenvolvendo essa pesquisa particular.

O grupo T.F.Style teve início em 2002, sob direção de Igor Gasparini. A partir de 2007, com a direção artística de Frank Tavantti e com o desenvolvimento do elenco, surge o T.F.Style Cia de Dança, passando a existir enquanto companhia de dança na cidade de São Paulo. Em 2016 é contemplada pela XX Edição do Fomento à Dança da cidade de São Paulo e pelo Edital PROAC 2016 de Circulação de Espetáculos de Dança no Estado de São Paulo.

SERVIÇO

Três Gritos | Beco | Sob a pele
Grupo Impacto & T.F.Style Cia de Dança
De 13 a 16 de abril de 2017
Quinta a domingo
Local: Galeria Olido
Av. São João, 473 – Centro – São Paulo/SP
Ingresso: Grátis
Classificação: Livre.

Programação

13 e 14 de abril, quinta e sexta-feira
19h – Três Gritos (Grupo impacto)
20h – Beco (T.F.Style)
Duração total: 100 minutos

15 de abril, sábado
19h – Três Gritos (Grupo impacto)
20h – Sob a Pele (T.F.Style)

16 de abril, domingo
18h – Três Gritos (Grupo impacto)
19h – Sob a Pele (T.F.Style)

Debate Sobre Dança Urbana Contemporânea
15 de abril, sábado, às 15h
Duração: 90 minutos.

Vivência de Compartilhamento de Processos de Criação
16 de abril, domingo, às 15h
Duração: 120 minutos.