Grupo Grial apresenta Terra em SP

Recife, capital de Pernambuco, no nordeste brasileiro, é celeiro, por excelência, do que se denomina como cultura popular. É de lá que vem uma das mais importantes companhias de dança do país, o Grial, fundado em 1997 pelo escritor Ariano Suassuna. A intenção, ao criar o grupo, foi o de retomar a pesquisa sobre a linguagem da dança Armorial (O Movimento Armorial foi originado na década de 70, para formar uma arte brasileira erudita a partir das raízes populares da nossa cultura). O Grupo Grial trabalha com brincantes, mestres e bailarinos eruditos  há 16 anos na intenção de construir uma linguagem contemporânea de dança.

Atualmente, o Grial é dirigido e coreografado pela bailarina Maria Paula Costa Rego, ex-integrante do Balé Popular do Recife, ex-bailarina e coreógrafa da Cia de Dança na Vertical Les Passagers (França) e Diplomada em Dança pela Sorbonne-Paris VIII.

O Grupo Grial apresenta o espetáculo Terra nos dias 24 e 25 de agosto, no SESC Belenzinho, dirigido e com atuação de Maria Paula Costa Rego. O projeto revisita espetáculos que fazem parte da história recente da dança, permitindo conhecer a trajetória de um coreógrafo e entender como se dá a construção do seu pensamento em dança.

Terra é o mais recente espetáculo do Grupo Grial, um solo da intérprete Maria Paula Costa Rêgo, que conduz a figura do índio como mote central na criação de uma peça de dança contemporânea. Em cena, colocam-se questões em torno da memória e do tempo, transformação e mudança relacionadas às nossas heranças indígenas. Uma herança que o tempo soterra, desterra, faz ressurgir, sobreviver. Ela nos é inerente como o tempo.

Uma peça coreográfica que completa a Trilogia Uma história, duas ou três (A Barca e Travessia, realizaram turnê pelo Palco Giratório o ano passado, além de realizar apresentações no Sesc Belenzinho pelo Prêmio Klauss Vianna). Esta Trilogia investiga as contações corporais em tempos contemporâneos. Traz histórias antigas, atuais, distantes ou pessoais para um universo próprio e único do Grupo Grial.  Terra questiona a história dos índios no nosso país, e critica de maneira poética e contundente o futuro da nossa herança mais arraigada. O espetáculo recebeu o prêmio ProCultura 2012 da Fundação Nacional de Artes (Funarte) e participou do Processo da Mostra de Intérpretes Criadores.

SERVIÇO

Terra – Grupo Grial
SESC Belenzinho – Sala de espetáculos II
Av. Álvaro Ramos, 991 – São Paulo – SP
24 e 25 de agosto de 2013
Sábado às 21h30 e domingo às 17h
Ingressos: R$ 24,00 (inteira)
R$ 12,00 (usuário inscrito no SESC e dependentes, +60 anos, professores da rede pública de ensino e estudantes com comprovante)
R$ 4,80 (trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no SESC e dependentes)
Duração: 45 minutos

Fonte: Canal Aberto