Flávia Pinheiro estreia o espetáculo Ruínas de um futuro em desaparecimento no Sesc Avenida Paulista

Crédito da foto: Danilo Galvão

Em março, Flávia Pinheiro estreia seu projeto solo Ruínas de um futuro em desaparecimentono Sesc Avenida Paulista. Esta investigação artística em dança contemporânea engloba pesquisa, criação e formação na linguagem desenvolvidas por meio de um curso e workshop, de 10 a 13, terça a sexta, resultando no espetáculo com sessões de 19 a 22, quinta a domingo. O curso e o workshop, têm inscrições distintas, por envio de carta de interesse para oficinas@avenidapaulista.sescsp.org.br.

A proposta prevê a finalização do espetáculo após uma semana em abertura de processo pelo workshop Hecatombe, aberto ao público, com Flávia e convidados – Carolina Bianchi, Carolina Nóbrega, Juliana Moraes e Coletivo Cactus. Já o curso Compartilhamento de Ruínas, abre espaço para a linguagem corporal e técnicas de performance ligadas a esta investigação artística.

O espetáculo avança de costas para o futuro, rumo a própria destruição, um conjunto de impossibilidades e contingências que existem como latências – o futuro tal qual imaginávamos e que nunca chegou.

Sobre Flávia Pinheiro

Flávia Pinheiro vive e trabalha em Recife. Trabalha em perfomances, vídeos, instalações e intervenções urbanas, em colaboração com artistas de diferentes linguagens. Desenvolve experimentos que envolvem Arte e Tecnologia. Com a instalação interativa Aires de Cambio junto a Leandro Olivan participou da Exposição Interactivos 2012 na Fundação Telefônica em Buenos Aires. Fez mestrado em História da Arte da UNSAM-Universidad de San Martin, é pós-graduada em Arte Visuais – Linguagens Artísticos Combinados no UMA. E graduada em Artes Cénicas na UFPE.

No ano de 2017 iniciou sua formação como terapeuta corporal – BMC Body Mind Centering. Foi premiada com a Bolsa Funarte para Formação em Artes Cênicas 2016/2017, estudando no Centre Nacional de La Danse CND/Pantin na França e participou do Circuito Palco Giratório do Sesc com as perfomances Como manter-se vivo? e Contato Sonoro. No Sesc Consolação e no Centro Cultural Oswald de Andrade desenvolveu Utopyas to everyday life com a artista Carolina Bianchi (SP) – uma série de procedimentos utópicos sobre a cidade e o corpo que se constitui em uma instalação performática e algumas vídeoperformances. Foi professora substituta na Licenciatura em Dança na UFPE. Trabalha como pesquisadora e facilita processos pedagógicos e de curadorias internacionais (Manta residência Argentina). Atualmente, investiga in vitro as Bactérias no contexto insalubre da cidade do Recife: uma série de procedimentos de imagem e performance na luta contra os antibióticos chamados SALVEM AS BACETRIAS. Realiza também a performance parlante Antílope junto ao artista sonoro Yuri Bruscky.

Serviço

ESPETÁCULO
Ruínas de um Futuro em Desaparecimento
com Flávia Pinheiro
O trabalho discute através do corpo as práticas violentas que tornaram o cenário atual um cemitério assombrado pelos nossos cadáveres.
Criação, direção e performance: Flávia Pinheiro.
De 19 a 22 de março de 2020
Quinta a sábado, 20h30. Domingo, 17h30.
Local: Sesc Avenida Paulista – Térreo – Praça
Avenida Paulista, 119, Bela Vista, São Paulo – SP
Ingresso: R$ 30 (inteira). R$ 15 (meia entrada). R$ 9 (credencial plena).
Classificação: 18 anos.
Capacidade: 40 lugares.

CURSO
Compartilhamento de Ruínas
com Flávia Pinheiro
Atividade promove articular a dispersão do corpo em movimento em seus diferentes estados com foco nos princípios de estabilidade/mobilidade ou no conceito de equilíbrio instável.
De 10 a 13 de março de 2020
Terça a sexta, 10h às 13h.
Local: Sesc Avenida Paulista – Térreo – Praça
Avenida Paulista, 119, Bela Vista, São Paulo – SP

Investimento: R$ 25 (inteira). R$ 12,50 (meia entrada). R$ 7,50 (credencial plena).
Inscrições até 6/3 mediante carta de interesse em oficinas@avenidapaulista.sescsp.org.br.
Classificação: 18 anos.
Capacidade: 20 vagas.

WORKSHOP
Hecatombe
Com Flávia Pinheiro.
Intercâmbio entre Flávia Pinheiro e artistas de São Paulo com a pergunta “Como manter-se viva?”, discutindo formas de criar redes e outros futuros possíveis.
Participação: Carolina Bianchi, Carolina Nóbrega, Juliana Moraes e Coletivo Cactus.
De 10 a 13 de março de 2020
Terça a sexta, 14h às 17h.
Local: Sesc Avenida Paulista – Térreo – Praça
Avenida Paulista, 119, Bela Vista, São Paulo – SP

Investimento: Grátis
Inscrições até 6/3 mediante carta de interesse em oficinas@avenidapaulista.sescsp.org.br.
Classificação: 18 anos.
Capacidade: 20 vagas.

Deixe uma resposta