Final brasileira do maior campeonato de breakdance do mundo será disputada em junho, no centro de SP

Após rodar o Brasil com finais e classificatórias em diversas cidades, o Red Bull BC One volta a São Paulo no dia 10 de junho para realizar a final nacional do campeonato de breakdance mais importante do mundo. Um dia antes, o local recebe a cypher que escolherá os representantes do Sudeste, além de um calendário de atividades e batalhas voltadas à cultura de street dance durante todo o fim de semana.

O campeão do Brasil será escolhido entre 16 finalistas e garante vaga para a final global, que coroará o melhor do mundo em 29 de setembro, na capital da Suíça, Zurique. Entre os finalistas, há dois classificados até agora: Rato, b-boy mineiro que venceu a seletiva do Centro-Oeste em Brasília (DF), em março, e Allef, b-boy maranhense campeão da eliminatória da região Sul, disputada em Bento Gonçalves (RS) há um mês. Nos dias 26 e 27 de maio, ocorrem respectivamente as batalhas do Norte e do Nordeste, nas cidades de Belém (PA) e Fortaleza (CE). O último finalista será conhecido na disputa do Sudeste, a Red Bull BC One Cypher São Paulo, marcada para o sábado, 9 de junho, às 16h30, também no Red Bull Station. Os cinco campeões se juntarão a outros 11 dançarinos selecionados pelo time de especialistas da Red Bull, cujos nomes serão divulgados no próprio evento, para lutar pelo troféu nacional.

Nesse mesmo dia, as atividades começam a partir das 13h30, quando o prédio do Centro será ocupado por workshops (para praticantes já iniciados), palestras, batalhas e exibições sobre os mais variados tipos de dança de rua. A programação é totalmente gratuita e contempla oficinas de estilos como hip-hop, popping, house, além de uma batalha de hip-hop após a cypher paulistana, que dará prêmio em dinheiro ao vencedor.

No domingo (9 de junho), antes da grande final, mais duelos animam a galera, com destaque à batalha de break em que só competirão garotas. Paralelamente, a programação terá workshops de afro-house (ministrado pela norte-americana Amy Secada, autoridade no estilo), passinho e capoeira.

Quem julgará os movimentos e o gingado dos participantes da Red Bull BC One Cypher Brazil, a partir das 20h, são três estrelas do breakdance: os brasileiros Pelezinho (membro do time estrelado Red Bull BC One All Stars) e FABGIRL (uma das maiores dançarinas do país), além do mexicano naturalizado norte-americano Roxrite (foto à direita), que acumula mais de 100
títulos na carreira, incluindo o de campeão mundial do Red Bull BC One em 2011. Os critérios avaliados por eles serão musicalidade, originalidade, performance e presença de palco de cada participante.

Os dançarinos que quiserem participar das batalhas deverão comparecer ao Red Bull Station no sábado e no domingo a partir das 11h para garantir sua participação (lembrando que as vagas são limitadas e será respeitada a ordem de chegada para o preenchimento). As inscrições ficam abertas até meia hora antes de cada evento, caso sobrem lugares.

Programação completa

Sábado, dia 9 de junho

Workshops e palestras

13h30 – Workshop de breakdance
Oficina de breakdance ministrada pelo dançarino mexicano naturalizado norte-americano Roxrite, que já foi campeão mundial do Red Bull BC one em 2011 e também ostenta mais de 100 outros títulos globais na cena (é o único b-boy do mundo com tantos louros). A grande característica do breakdance é a dança no chão, com diversos movimentos acrobáticos realizados no nível do solo.

Local: Laje
Duração: 90 min
Vagas: 30
Inscrições: gratuitas, via https://win.gs/2I9dJj4

15h15 – Palestra ˜Coaching para Dançarinos de Alta Performance˜
Bate-papo de coaching funcional para dançarinos de alta performance ministrada por Tami Saito, coach especializada em esporte que já trabalhou com atletas como Muller, Fabiana Marcelino e Edmilson. O dançarino Pelezinho (membro do Red Bull BC One All Stars) também participa da palestra.

Local: Auditório
Duração: 60 min
Vagas: 100
Inscrições: feitas na hora

16h30 – Workshop de hip-hop (freestyle)
Oficina do estilo chamado hip-hop, cuja principal característica é a malemolência com movimentação híbrida de mãos, pernas e quadril, ministrada pelo dançarino Loose Joint.

Local: Laje
Duraçao: 90 min
Vagas: 30
Inscrições: gratuitas, via https://win.gs/2FX4u3u

18h30 – Workshop de popping
Oficina de popping, movimento de dança marcado pela técnica de contrair e relaxar os músculos rapidamente para causar um empurrão no corpo chamado de “pop” ou “batida”, guiada pelo dançarino Greenteck.

Local: Laje
Duraçao: 90 min
Vagas: 30
Inscrições: gratuitas, via https://win.gs/2I7410o

20h30 – Workshop de house
Oficina de house, modalidade que vem dos bailes de house music de Chicago e tem passos complexos de pernas rápidas combinados com movimentos fluídos do tronco, ministrada pelo dançarino Kapela.

Local: Laje
Duração: 90 min
Vagas: 30
Inscrições: gratuitas, via https://win.gs/2K4Vbku

Batalhas e cyphers

16h30 – Red Bull BC One Cypher São Paulo
Última das cinco cyphers qualificatórias que estão sendo realizadas desde março em todas as regiões do Brasil (Centro-Oeste, Sul, Norte, Nordeste e Sudeste). O campeão será classificado para a final nacional, a Red Bull BC One Cypher Brazil 2018,
marcada para o dia seguinte, domingo (10 de junho), no mesmo local. Os juízes do duelo serão Roxryte, FABGIRL e Aranha.

Local: Galeria Principal
Capacidade (para espectadores): 80 pessoas na galeria principal e 100 pessoas no auditório
Inscrições para dançarinos: 100 vagas gratuitas abertas no sábado a partir das 11h a serem preenchidas por ordem de chegada

19h45 – Batalha Bonnie and Clyde
Com nome inspirado em um dos casais mais icônicos do cinema, trata-se de um duelo de breakdance entre duplas compostas por um homem e uma mulher. O casal vencedor será julgado por especialistas como Pelezinho, FABGIRL e Aranha e levará para casa um prêmio de R$ 1 mil.

Local: Galeria Principal
Capacidade (para espectadores): 80 pessoas na galeria principal e 100 pessoas no auditório
Inscrições para dançarinos: 50 vagas gratuitas para casais abertas no sábado a partir das 11h a serem preenchidas por ordem de chegada

22h – Batalha de hip-hop
Neste duelo 1×1, os dançarinos terão de encantar o júri formado por Loose Joint, Vovô Uantpi e Pablo Uantpi. O prêmio para o vencedor é de R$ 500.

Local: Galeria Principal
Capacidade (para espectadores): 80 pessoas na galeria principal e 100 pessoas no auditório
Inscrições para dançarinos: 50 vagas gratuitas abertas no sábado a partir das 11h a serem preenchidas por ordem de chegada

Domingo, dia 10 de junho

Workshops e palestras

13h30 – Workshop de afro-house
Oficina do estilo afro-house, dança que surgiu no continente da África e é fortemente influenciada por ritmos e danças africanas e afrodescendentes. A aula será ministrada pela norte-americana Amy Secada, uma das dançarinas mais respeitadas da cena underground de Nova York, pioneira no estilo na cidade e fundadora da crew feminina Mawu.

Local: Laje
Duração: 90 min
Vagas: 30
Inscrições: gratuitas, via https://win.gs/2K6mniE

15h15 – Workshop de passinho
Com o objetivo de trazer um pouco do universo do passinho, estilo de dança que surgiu há alguns anos nos bailes das favelas cariocas e se popularizou após ser destaque na cerimônia de abertura das Olimpíadas do Rio de Janeiro, a oficina será ministrada pela dançarina Celly. A ideia também é mostrar como os praticantes de qualquer vertente de street dance podem se beneficiar da utilização do passinho em suas técnicas e apresentações.

Local: Laje
Duração: 90 min
Vagas: 30
Inscrições: gratuitas, via https://win.gs/2I60wap

17h – Workshop de capoeira
Nesta oficina, especialistas em capoeira trarão um pouco do universo desse estilo de dança brasileiro que faz parte da nossa cultura e pode auxiliar dançarinos de diversas áreas a incrementarem seus passos e performances.

Local: Laje
Duração: 90 min
Vagas: 30
Inscrições: gratuitas, via https://win.gs/2I74DTK

Batalhas e cyphers

13h30 – Batalha de popping
Os dançarinos do estilo mostrarão suas técnicas para o júri formado por Frank Ejara, Andre Bidu e Greenteck. O campeão leva um prêmio em dinheiro de R$ 500.

Local: Galeria Principal
Capacidade (para espectadores): 80 pessoas na galeria principal e 100 pessoas no auditório
Inscrições para dançarinos: 50 vagas gratuitas abertas no sábado a partir das 11h a serem preenchidas por ordem de chegada

15h45 – Batalha de house
Especialistas no estilo house dançarão para que os jurados Amy Secada, Kapela e Nene façam suas considerações. O melhor ganha R$ 500.

Local: Galeria Principal
Capacidade (para espectadores): 80 pessoas na galeria principal e 100 pessoas no auditório
Inscrições para dançarinos: 50 vagas gratuitas abertas no sábado a partir das 11h a serem preenchidas por ordem de chegada

18h – Batalha de b-girls
As mulheres podem competir em qualquer categoria juntamente com os rapazes, mas elas também podem escolher duelar só com outras garotas nesta batalha de breakdance, que contará com uma dançarina de cada lado.

Local: Galeria Principal
Capacidade (para espectadores): 80 pessoas na galeria principal e 100 pessoas no auditório
Inscrições para dançarinos: 50 vagas gratuitas abertas no sábado a partir das 11h a serem preenchidas por ordem de chegada

20h15 – Red Bull BC One Cypher Brazil 2018
Evento principal do fim de semana, a Red Bull BC One Cypher Brazil 2018 reunirá os 16 melhores dançarinos de breakdance do brasil para um duelo 1×1 que definirá quem representará o país na final mundial, em setembro, na Suíça. No intervalo da cypher, haverá uma exibição de passinho com um time de dançarinos especialistas.

Local: Galeria Principal
Capacidade: 80 pessoas na galeria principal e 100 pessoas no auditório

Sobre o Red Bull BC One

Desde que foi criado, em 2004, o Red Bull BC One estabeleceu-se como uma das mais relevantes competições da cena b-boying mundial, sendo palco para inúmeros dançarinos, caso dos brasileiros Pelezinho (que já disputou quatro edições do Mundial) e Neguin, único latino-americano a conquistar o cinturão de campeão. Trata-se da competição mais importante de b-boys homem-a-homem no mundo e, a cada ano, milhares de b-boys competem nas finais nacionais e os vencedores vão para o Red Bull BC One World Final, em que 16 participam, mas só um sai coroado campeão. O primeiro Red Bull BC One ocorreu em 2004, na Suíça. Desde então, a competição anual viajou da Alemanha para o Brasil, África do Sul, França, EUA, Japão e Rússia.

Outras informações em www.redbullbcone.com.

Crédito da foto: Little Shao/Red Bull Content Pool | B-boys brasileiros Ratin e Leony, que estiveram na final mundial do Red Bull BC One em 2017, na Holanda

Serviço

Red Bull BC One Brazil
Dias 09 e 10 de junho de 2018
Sábado e domingo, a partir das 13h
Local: Red Bull Station (auditório)
Praça da Bandeira, 137, Centro – São Paulo/SP
Ingressos: Gratuitos, sujeitos à lotação do local
Informações: (11) 3107-5065
Classificação etária: Livre

Deixe uma resposta