Dois Pontos Cia de DançaTeatro apresenta ‘1717’, espetáculo premiado pelo Conselho de Cultura do Vaticano

Dois Pontos Cia de DançaTeatro_foto Alan Rajá
Foto: Alan Rajá

Projeto Fiesc Indústria & Cultura e Dois Pontos Cia de DançaTeatro apresentam “1717” no dia 21 deste mês, às 19h00, no auditório da Federação das Indústrias, em Florianópolis. A obra tem como tema a história de Nossa Senhora Aparecida, cuja imagem foi encontrada em outubro de 1717 no rio Paraíba do Sul, região de Guaratinguetá (SP), e que se tornou o primeiro ícone religioso nacional.

A escultura, enegrecida pela ação da água, foi retirada do rio em dois pedaços – o corpo e depois a cabeça – pela rede de pescadores que rezavam à Virgem Maria pedindo que a pesca fosse farta. Unidos os pedaços, as redes passaram a trazer muitos peixes e o acontecimento foi considerado a primeira intercessão da santa, mais tarde aclamada padroeira do Brasil.

Prestes a completar 300 anos, a devoção brasileira pela santa instigou os diretores Alexandra Klen e Ricardo Tetzner a desenvolverem este trabalho de dança-teatro, que é a primeira montagem da companhia fundada em janeiro de 2015, na capital catarinense. Para levá-la ao palco, eles a coreografaram em quatro atos: “Anunciação” (a feitura em barro da mãe de Jesus e sua aparição no rio), “Peregrinação” (fé a caminho do santuário ou de si mesmo), “Pedidos e Agradecimentos” (profusão de milagres) e “Destruição e Coroação” (tempestade de pecados e a nova rainha).

“1717” estreou no ano passado, dia 12 de outubro – data dedicada às celebrações em homenagem à Nossa Senhora Aparecida –, na nave da Catedral Metropolitana de Florianópolis. A apresentação aberta ao público foi a primeira de um número de dança naquele local. Para a apresentação na Fiesc a montagem será adaptada e terá duração de 45 minutos.

TURNÊ INTERNACIONAL

A Dois Pontos prepara-se para exibir o espetáculo na Itália, no próximo 12 de outubro, a convite do Collegio Pio Brasiliano. A instituição reúne nessa data, todos os anos, brasileiros residentes na Itália e a comunidade diplomática do Brasil em Roma e na Santa Sé. “1717” é a primeira iniciativa artística brasileira a receber o “patrocínio santo” do Conselho Pontifício da Cultura do Vaticano. A chancela não envolve recursos financeiros, mas institucional, em reconhecimento ao valor cultural e artístico da montagem.

DIVERSIDADE E INCLUSÃO

Uma extensa pesquisa foi empreendida para envolver a plateia nessa história que mescla arte, religiosidade e cultura popular. Ora em grupo, ora em duos, sete bailarinos são conduzidos por uma trilha sonora enriquecida por composições de Chico Buarque a Vivaldi. O cenário, projetado para o caráter itinerante de “1717”, é minimalista e traz uma grande tela de construção que envolve o palco e os dançarinos. Segundo Ricardo, “são características alinhadas com a temática do espetáculo: simplicidade, esforço e construção”.

A coreografia costura vários estilos, como samba, danças urbanas, forró e ainda o improviso com jogos teatrais, refletindo a diversidade cultural das cidades brasileiras, de todos os tamanhos e regiões, que já ouviram falar de Nossa Senhora Aparecida.

O elenco conta com uma tradutora e intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais), que faz parte do contexto e da composição coreográfica. O objetivo é incluir minorias linguísticas no espetáculo e todos os bailarinos também aprenderam um pouco desta forma de comunicação. Conforme Alexandra, “é nos detalhes que a companhia manifesta sua missão de educar e inovar através da arte, além de seus valores, como a diversidade”.

FICHA TÉCNICA

Conceito e pesquisa: Dois Pontos Cia de DançaTeatro
Criação (elenco 2015): Alexandra Klen, Aline Mombelli, Arthur Fernandes, Juliana Querino, Leonardo Reis, Natália Rigo e Ricardo Tetzner
Elenco Fiesc: Alexandra Klen, Carolina Rögelin, Eliza Moritz, Guilherme Rocha, Leonardo Reis, Natália Rigo e Ricardo Tetzner
Tradução e interpretação em Libras: Natália Rigo
Obras de arte: Clara Fernandes
Figurinos: Janete Oliveira
Cenografia: Alexandra Klen e Ricardo Tetzner
Vestido de arame: Josiane WVieira, Gabriel Werlich, Kariny Cândido e Lara Lodi
Iluminação: Dayane Ros
Edição de som: Alexandre Green
Fotografia: Andre Maia, Alan Patrick Rajá e Vanessa Soares
Audiovisual: Hermínio d’Avila
Assessoria de comunicação e design gráfico: Angelita Corrêa
Direção geral e artística: Alexandra Klen e Ricardo Tetzner

SERVIÇO

1717
Dois Pontos Cia de DançaTeatro
Dia 21 de julho de 2016
Quinta, às 19h
Local: Auditório da Fiesc
Av. Admar Gonzaga, 2765 – Itacorubi – Florianópolis/SC
Ingressos: Grátis
Duração: 45 minutos
Classificação: livre

Deixe uma resposta