Dirigido por Isabel Tica Lemos, JUANITA reestreia na Praça Horácio Sabino/SP

JUANITA_foto_fernandabrito_2.fw
A partir de 8 de agosto, quem passar pela Praça Horácio Sabino aos sábados e domingos, na hora em que o sol se põe, terá a oportunidade de assistir ao espetáculo JUANITA, que une dança, música e artes plásticas. Fruto de quatro anos de mergulho da bailarina e diretora Isabel Tica Lemos na obra de Carlos Castaneda (o nome do espetáculo é uma alusão ao personagem central dos seus livros, o feiticeiro Don Juan), a montagem – que foi apresentada numa versão diferente, para teatro, no mês de junho –, usa a linguagem da improvisação não só na dança, mas como nas outras artes presentes, e aborda temas como física quântica, princípios da vida, da morte, do conhecimento, do poder e do caminho do homem. Esse projeto foi contemplado com o Programa Municipal de Fomento à Dança de São Paulo.

Em cena, além da própria Isabel Tica Lemos, estarão os bailarinos Cristiano Karnas e Iramaia Gongora. Com eles, os músicos Andrea Drigo e Eugênio Lima e os artistas plásticos, Jerusa Messina e Libero Malavoglia. “Tudo acontece ao mesmo tempo, nossa atuação está completamente interligada. A equipe já está tão inteirada que um simples gesto de um, desperta no outro uma série de imagens e passagens, gerando movimento, figuras ou sons”, explica Tica.

Para se preparar para o espetáculo, além de estudar as obras de Castaneda, os artistas também fizeram estudos e treinamentos de contato improvisação, Aikido, espada, bastão, BMC, improvisação, palhaço e outros.

Dramaturgia

Castaneda passou toda sua vida experimentando, desvendando e relembrando os aprendizados adquiridos com D. Juan. Como explica Isabel Tica Lemos, os livros de Castaneda vão e voltam no tempo, narrando o mesmo episódio mais de uma vez, sob outra perspectiva, e muitas vezes apresentando o episódio de maneira diferente. O espetáculo tende a seguir essa proposta. “Cada pessoa na plateia pode sair da praça com uma visão diferente do espetáculo, fazendo as suas conexões e construindo o seu próprio universo”, conta a bailarina.

Ela ainda completa o pensamento dizendo que JUANITA foi feito para ser vivenciado. ”Assim como a obra de Castaneda, a nossa montagem fala sobre percepções diferentes de mundo e se mostra como uma fina escuta de tudo o que está presente, o visível e invisível, bem como as forças da natureza. A praça contribui muito para isso, porque temos a ajuda de uma natureza urbana, além das apresentações acontecerem no por do sol, horário em que, segundo muitas linhas de misticismo, é uma fresta entre mundos”, explica.

De indoor para outdoor

A luz é parte fundamental do cenário e da dramaturgia. Mas na praça, o próprio local contribui para criar o clima que a obra pede. Há um arranjo entre a luz natural, a luz dos postes, e a luz de lamparinas e velas. O cenário se completa com as obras produzidas pelos artistas plásticos nesses anos de trabalho.

Tica destaca as diferenças entre as apresentações em dois lugares tão distindos: “Esse trabalho me permite explorar diversos lados como artista. Em um ambiente fechado, do teatro, tenho limites espaciais que me forçam a criar e manter a atenção do público que é muito mais focada no palco e assim sujeitos a necessidade de novidades ou de um enredo firme. Em uma praça, o público fica mais livre; não está lá necessariamente para assistir o espetáculo, há as pessoas que estão passeando na praça, então o desafio de criar imagens se mescla a todo o acontecimento daquele ambiente, há um borrar muito maior entre o artista, a cidade/natureza e o público. As conexões com os outros artistas em cena também acontecem de maneira diferente em cada uma das situações. Acho importante ele acontecer indoor e outdoor para alcançar sua plenitude”, afirma Tica.

FICHA TÉCNICA

Elenco: Isabel Tica Lemos, Cristiano Karnas e Iramaia Gongora.
Músicos e Trilha Sonora: Andrea Drigo e Eugênio Lima.
Artistas Plásticos: Jerusa Messina e Libero Malavoglia.
Direção de Arte: Bianca Turner.
Dramaturgia: Ana Roxo.
Iluminação: Ciro Godoy.
Figurino: Eder Lopes.
Consultoria Artística: Georgette Fadel.
Programação Visual: Anna Turra.
Assistente de Produção: Juliana Osmondes.
Direção de Produção: Natália Reis.

SERVIÇO

JUANITA
Isabel Tica Lemos
De 8 a 30 de agosto de 2015
Sábados e domingos, às 17 horas
Local: Praça Horácio Sabino – Vila Madalena – São Paulo/SP
(próximo a estação Sumaré do metrô)
Ingressos: Grátis
Duração: 60 minutos
Classificação: Livre