Curitiba Companhia de Dança apresenta Quando se calam os Anjos no Teatro Sérgio Cardoso neste final de semana.

Curitiba Cia de Dança_Quando Se Calam os Anjos Foto Clarissa Lambert_m
Foto: Clarissa Lambert

Obra da Curitiba Cia de Dança com a direção coreográfica de Airton Rodrigues, ex-bailarino e coreógrafo do Ballet Teatro Guaíra, “Quando se calam os Anjos” transporta para o palco questões cênicas e dramatúrgicas que realçam um universo pós-moderno virtual onde vários encontros são marcados pelo descaso do outro ou até mesmo pela falência do ser humano.

As cenas são criadas e recriadas num jogo de luz, sons e movimentos, e a dramaturgia se constrói tendo como ingredientes a inquietude, a ironia, a sensualidade e a fisicalidade exuberante dos corpos poéticos desta jovem companhia.

A esse respeito Nicole Vanoni, diretora artística da Cia e também bailarina do espetáculo, comenta que a obra partiu da indignação com a indiferença frente à violência impregnada na sociedade e o sentimento de impotência que nos tira a responsabilidade por este estado das coisas. A arte não pode observar esta questão e ficar calada. Neste sentido o espetáculo traduz essa angústia, essa incapacidade de lidar e resolver questões nada sutis da vida moderna.

Quando se calam os Anjos é uma obra artística genuinamente paranaense, que conta durante o período de 2015, com o incentivo do Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet, apoio do Hospital Pequeno Príncipe, e patrocínio de empresas como: Grupo Ultra (Oxiteno Nordeste, Ipiranga Produtos de Petróleo, Bahiana Distribuidora de Gás, Tropical Transportes Ipiranga); Copel Geração e Transmissão; Prati, Dona Duzzi & Cia.; Trox do Brasil; Bundy; Famiglia Zanlorenzi; Grupo Jufap (Aquilon Telecomunicações, Jufap Administração e Participação, Jufap Comércio de Asfalto); Sapore; Bellinati & Perez Advocacia; Gestamp Paraná; e Barduch.

A Curitiba Cia de Dança foi criada em 2013 por Nicole Vanoni e um grupo de artistas de origem e experiências diferenciadas, que aglutinam-se ao redor da ideia de experimentação, pesquisa e criação em dança contemporânea, e na diversidade de experiências com coreógrafos diferentes. A primeira obra coreográfica da Cia, “A Lenda das Cataratas”, com concepção de Rafael Zago, surgiu em 2014 e participou de festivais no Brasil e no exterior.

Atualmente a companhia conta com uma equipe de 20 (vinte) profissionais entre artistas e técnicos. Artistas que privilegiam o corpo como meio significante, que traz em cada obra um amálgama de forma e conteúdo que revela um modo de pensamento construído através de seu modo singular, fruto de um trabalho técnico sobre si mesmo, capaz de relacionar asensibilidade, o fluxo de sentimento e a expressão consciente, concretizando um projeto poético acontece no corpo e busca construir metáforas e traduções que não se distancie do público. Sim, a companhia preocupa-se com o seu público, com o receptor da obra.

Com isso, a companhia pretende:

1. Garantir o aprofundamento dessa linguagem, inaugurando uma nova dramaturgia inserindo-a numa pesquisa que integra a dança, o teatro e a música.

2. Fortalecer junto aos formadores de opinião, a necessidade de vincular a arte à questões sociais que emergem na contemporaneidade, para poder buscar o espectador como cúmplice no que diz respeito à questões sociais.

3. Viabilizar a circulação do espetáculo a preços populares, buscando com isso democratizar o acesso à dança, ampliando as referências estéticas e conceituais a cerca desta linguagem artística.

E, principalmente, democratizar o acesso à cultura com produtos artísticos de qualidade

FICHA TÉCNICA

Direção Geral e Artística: Nicole Vanoni
Concepção Coreográfica: Airton Rodrigues
Assistente de Direção: Claudio Fontan Elenco/Curitiba Cia de Dança: Ana Claudia Moreira, Antonio Adilson Junior, Beatriz Caravetto, Betina D’Agnoluzzo, Clarissa Cappellari, Claudio Matos, Leonardo Lino, Luana Teodoro, Nicole Vanoni, Ricardo Alves, Rodrigo Leopoldo, Tatiana Araujo.
Ensaiador: Antonio Adilson Junior
Trilha Sonora: Raul Arcangelo
Figurino: Paulinho Maia
Projeto de Luz: Osvaldo Gazotti
Preparação Corporal: Viviane Cecconello
Direção de Produção: Bia Reiner

SERVIÇO

Quando se calam os Anjos
Curitiba Cia. de Dança
Dias 06 e 07 de agosto de 2016
Sábado, às 20h, Domingo, às 18h
Local: Teatro Sérgio Cardoso
Rua Rui Barbosa, 153 – Bela Vista – São Paulo – SP
Ingresso: R$ 10,00 (meia) e R$ 20,00 (inteira)
Vendas on-line: Ingresso Rápido
Classificação: Livre

Deixe uma resposta