Companhia de Dança Deborah Colker encerra 16ª Temporada de Dança do Teatro Alfa

Para fechar a programação da 16ª Temporada de Dança do Teatro Alfa, a Companhia de Dança Deborah Colker comemora seus 25 anos com a remontagem de ROTA, um dos grandes marcos de sua trajetória, com espetáculos de 23 a 29 de outubro. ROTA é uma das coreografias que compõem a premiada investigação de Deborah Colker sobre movimento e espaço – que resultou em Velox (1995), ROTA (1997) e Casa (1999) e 4 por 4 (2002).

A Companhia de Dança Deborah Colker, que conta com o patrocínio da Petrobras desde 1995 e da Votorantim desde 2019, retorna aos palcos após os espetáculos Cão Sem Plumas e rodarem as regiões Sul e Nordeste do Brasil, além de diversos países da Europa e Uruguai. A coreografia de Cão Sem Plumas, baseada em poema de João Cabral de Melo Neto e executada por bailarinos cobertos de lama, valeu a Deborah o prêmio Benois de la Danse, tido como o Oscar da dança. “Em Velox, espetáculo inspirado nos esportes, que tinha a emoção como linha condutora, trabalhamos com a força estática. A partir daí a palavra dinâmica tornou-se fundamental”. Os conceitos de espaço, geometria, peso e volume foram sublinhados e fomos buscar novas direções para explorá-los. Introduzir leveza, fluidez, ao estudo da física do movimento. Brincar com a seriedade. O espetáculo abre com Mozart. Os bailarinos adentram o palco impregnados da vitalidade, do humor, da sexualidade, irreverência e personalidade desse gênio e sua música.

ROTA são linhas, círculos, mapas. Possibilidades de caminhos, descobrimentos. A exploração de vários planos e níveis, ocupação integral do espaço. ROTA foi organizado em dois atos. O primeiro com quatro movimentos, nomeados como uma partitura musical: 1 – Allegro, 2 – Ostinato, 3 – Vigoroso, 4 – Presto. Nestes quatro movimentos foi utilizado o vocabulário do balé clássico, brincando com gestos do cotidiano e movimentos de chão; imprimindo força, leveza, humor, velocidade, dinâmica. Este ato abre inspirado nos adolescentes. Suas histórias, trapalhadas, graça e beleza. Sua garra e seu desejo pelo mundo. E fecha com um barco inspirado nos desenhos animados e na alegria contagiante do Incrível Exército de Brancaleone. O segundo ato é dividido em dois movimentos: 1 – Gravidade e 2 – Roda. Gravidade surgiu da atmosfera que envolve os astronautas, do deslocamento dentro de uma nave, da ausência de gravidade. As várias possibilidades de caminhar em suspensão. Uma nova densidade, um novo estado. A roda é inspirada nos parques de diversões, na Rotação da Terra. Todos os movimentos, dentro e fora da roda, buscam a idéia da circularidade, Fluxo circular contínuo e simples.

ROTA busca diversão, prazer. Movimento.

A 16ª Temporada de Dança do Teatro Alfa apresentou, desde agosto, cinco companhias, três nacionais e duas internacionais representantes de destaque do que de mais expressivo se produz na dança contemporânea, cinco atrações de altíssima qualidade na programação, que traça um painel representativo e contemporâneo da dança internacional e nacional: Grupo Corpo (8 a 11 e 14 a 18 de agosto), Ballet Jazz de Montreal (30 de agosto a 1º de setembro), Quasar Cia de Dança (14 e 15 de setembro), Sankai Juku (28 e 29 de setembro) e agora Deborah Colker (23 a 29 de outubro). “Ao longo dessas 16 edições da Temporada Alfa, vale mencionar que a Lei Rouanet – lei federal de incentivo à cultura – sempre foi importante para a viabilização deste projeto e que a continuidade de sua utilização é fundamental para a sobrevivência não só das mostras e companhias de dança, como das orquestras, musicais, espetáculos de teatro e demais manifestações que compõem a riqueza cultural do nosso país”, Elizabeth Machado, diretora superintendente do Teatro Alfa.

Ficha Técnica

Criação, Coreografia e Direção: DEBORAH COLKER
Direção Executiva: JOÃO ELIAS
Direção de Arte e Cenografia: GRINGO CARDIA
Direção Musical: BERNA CEPPAS, ALEXANDRE KASSIN, SERGIO MEKLER
Iluminação: JORGINHO DE CARVALHO
Figurinos: YAMÊ REIS
Assistente de Direção: FLAVIO COLKER

Serviço

ROTA
Companhia de Dança Deborah Colker
De 23 a 29 de outubro de 2019
Quarta a sexta às 20h30. Sábado às 20h. Domingo, às 18h. Segunda e Terça às 20h30.
Local: Teatro Alfa
Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722, Santo Amaro, São Paulo – SP
Ingressos: de R$ 75,00 (inteira) até R$ 190,00 (inteira)
Informações: (11) 5693-4000
Duração: 1h15, com intervalo
Classificação: Livre
Descontos:
Cartão Petrobras e Força de Trabalho: 50% na compra de até 2 ingressos por apresentação. Desconto não cumulativo;
Clientes Banco Votorantim: desconto de 20% na compra de até dois ingressos por apresentação. Desconto não cumulativo.
Estudantes e idosos: 50% de desconto.

Deixe uma resposta