Coletivo [-MOS] apresenta RASTROSEMRASGOS em diversos espaços da cidade de São Paulo

Com apresentações gratuitas, montagem leva o público para o palco em um cenário repleto de papel rasgado, com anotações que os artistas fizeram ao longo do processo de criação desse espetáculo

O Coletivo [-MOS] apresenta seu novo espetáculo, RASTROSEMRASGOS em uma circulação por alguns espaços de São Paulo em projeto aprovado Programa Municipal de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo. A montagem foi construída coletivamente ao longo dos últimos dois anos e meio, enquanto o coletivo preparava outros trabalhos. O espetáculo integra dança e teatro, fala e movimento, gestos e sonoridades e o público acompanha os artistas do palco. O espetáculo também integra a programação da Mostra de Fomento à Dança da Cidade de São Paulo.

O cenário é composto por papéis rasgados e que trazem uma série de escritos que o grupo foi anotando os processos e pesquisa realizados até chegar em RASTROSEMRASGOS. “Muitas questões foram surgindo ao longo dos processos para Exposição da Pessoa e Regra de três: pequeno estudo verborrágico. Uma delas era como lidar com rastros que esses trabalhos nos deixava e que nós mesmo produzimos. Foi assim que o embrião para essa montagem surgiu. Ela é uma continuidade da pesquisa dos trabalhos anteriores e o que a conduziu foi a experimentação e construção de imagens poéticas provenientes da observação de padrões de pensamento.”, explica Valeska Figueiredo, uma das intérpretes e criadora do Coletivo [-MOS].

RASTROSEMRASGOS reflete, de certa forma, a trajetória do [-MOS], explorando as relações entre movimento e fala e o que ela oferece de recursos para a construção de uma dramaturgia feita de jogos performativos permeados ou não por partituras previamente determinadas de qualidades corporais e vocais. Estas criações se baseiam no inusitado, da espontaneidade e da permeabilidade ao entorno, dando à montagem algumas camadas de leitura.

Algo sempre resta, sendo tanto o que fica quanto o que se carrega. Estas inquietações provocam a pesquisa dos intérpretes e criadores e de alguma forma ganhou materialidade na estrutura cênica do trabalho. RASTROSEMRASGOS encontra nos afetos o seu disparador primordial e principal meio de interagir com o público. O que há em comum e em particular nas maneiras em que as experiências deixam suas marcas em cada um? O que sabemos sobre os rastros que imprimimos por onde passamos? Quais lembranças se mantêm presentes? Como reforçamos acontecidos para permanecerem conosco? O quê e como os compartilhamos? Quais discursos corporais e verbais estão tatuados em nosso corpo e voz? Essas foram algumas das perguntas que guiaram essa criação.

Papéis picados

“Em cena, os artistas e papéis vão, aos palcos, criando uma relação e os papéis picados vão sendo transformados pelo corpos dos próprios intérpretes. Os papéis são rasgados, trazendo a noção de multiplicidade e fragmentação do pensamento. Os artistas deslocam o material modulando a cena constantemente e delineando o espaço. O corpo lida com os pedaços de papéis, deixando seus rastros e levando fragmentos deste material e As diferentes disposições dos papéis criam variadas ambiências para explorar os estados do corpo e da cena. Toda a sonoridade do trabalho é feita pelas vozes, falas e sons oriundos dos papéis. Os sons são captados e trabalhados em pedaleiras pelos artistas em cena, o que marca um trânsito constante entre o acústico e o eletrônico”, conta Valeska.

Ficha técnica

Direção e concepção: Valeska Figueiredo
Criação e elenco: Gustavo Saulle, José Artur Campos, Valeska Figueiredo
Produção: Tatiana Mohr
Direção sonora: Rogério Almeida
Iluminação: André Prado
Assistente de produção e de palco: Fernando Melo
Figurino: José Artur Campos
Colaboração artística: Karime Nivoloni, Mariana Molinos, Maryah Monteiro, Mônica Montenegro, Telmo Rocha

Serviço

RASTROSEMRASGOS
Coletivo [-MOS]
Duração: 50 minutos
Classificação: livre
Ingressos Grátis

– Teatro João Caetano
Data: 29 de novembro
Horário: 20 horas
Endereço: Rua Borges Lagoa, 650 – Vila Clementino
Telefone: 11 5573-3774
Capacidade: 50 lugares

– Oficina Cultural Oswald de Andrade
data: 2 de dezembro
horário: 18h
Endereço: Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro, São Paulo – SP, 01123-000
Telefone: (11) 3222-2662
Capacidade: 30 lugares

– CEU Vila Atlântica – Teatro
data: 4 de dezembro
horário: 15h
Endereço: R. Cel. José Venâncio Dias, 840 – Vila Jaragua, São Paulo – SP, 03421-030
Telefone: (11) 3901-8716
Capacidade: 80 lugares

– Galeria Olido – Sala Paissandu
data: 7, 8, 9 e 10 de dezembro
horário: quinta a sábado às 20h e domingo às 19h
Endereço: Av. São João, 473 – Centro, São Paulo – SP, 01034-001
Telefone: (11) 3331-8399
Capacidade: 50 lugares

Deixe uma resposta