Cisne Negro apresenta três criações em curta temporada no Teatro J. Safra

Alem da Pele - cisne negro

Comemorando um ano de atividades em julho de 2015, o Teatro J. Safra traz para a festa a Cisne Negro Cia de Dança, para três apresentações nos dias 24, 25 e 26 de julho. Um dos grupos de dança nacionais com mais prestígio, Cisne Negro apresenta uma coletânea de três de suas criações: Calunga, 1,2…7 e Além da Pele. As três coreografias de sucesso foram criadas por, respectivamente, Rui Moreira, Gigi Caciuleanu e Patrick Delcroix.

A apresentação de Calunga (2011) em 2015 é bastante oportuna, já que se completa 70 anos da morte de Mário de Andrade, um dos participantes da Semana de Arte Moderna de 22. O espetáculo é o resultado de um mergulho histórico e estético nas tradições “folclóricas populares” do Brasil e tem como fonte inspiradora a composição musical de Francisco Mignone (1897-1986) intitulada Maracatu de Chico-Rei (1933). No argumento criado por Mário de Andrade, Chico-Rei era um escravo – líder de sua tribo do outro lado do Atlântico – que conseguiu comprar sua liberdade e a de quase todos os seus súditos que vieram com ele trabalhar em Minas Gerais. E assim a corte de Chico-Rei desfila em Vila Rica, com a dança das mucambas (amas), dos príncipes, dos macotas (mestres de terreiros), do rei e da rainha, até chegarem à praça principal da cidade, onde os senhores recebem o pagamento em ouro e soltam os escravos restantes. O Maracatu é um ritmo musical contagiante e no contexto de manifestações dramáticas populares é um cortejo composto por vários personagens, entre eles o boneco ou Calunga. Feitas de madeira ou cera, estas bonecas representam a nobreza, a ancestralidade e o sincretismo presentes nesta festa de rua.

Já 1, 2…7 tem como base a música de Stravinsky – Petites Suites 1 e 2 – e foi criada em 2007, como um presente para a Diretora Hulda Bittencourt por ocasião do aniversário de 30 anos da Cisne Negro Cia de Dança. A obra é descrita pelo coreógrafo Gigi Caciuleanu como a dança de “sete homens à procura de personagens”, com humor, amor, e energia.

O programa se completa com Além da Pele, coreografia criada pelo francês Patrick Delcroix especialmente para a Cisne Negro Cia. de Dança, em 1999. Segundo o próprio Patrick a essência da coreografia pode ser traduzida pelas seguintes palavras: “Além da aparência, nós podemos ser qualquer outra coisa, ter uma outra personalidade, ter outros desejos, ou sermos nós mesmos. Cada um é a sua própria imaginação”.

Sobre a Cisne Negro Cia de Dança

Considerada uma das melhores companhias contemporâneas do país, dentro da filosofia da Cisne Negro Cia. de Dança encontram-se a originalidade, a tradição e a preocupação de formar novas plateias, buscando públicos capazes de apreciar a inovação e a beleza.

Os trabalhos da companhia se inserem dentro do panorama contemporâneo da dança ocidental, e conseqüentemente, desde o início, trabalha com coreógrafos inovadores e jovens. Seus trabalhos já foram apresentados nas principais cidades do Brasil e, na África do Sul, Alemanha, Argentina, Canadá, Chile, China, Colômbia, Cuba, Escócia, Espanha, Estados Unidos, Inglaterra, Moçambique, Paraguai, Tailândia, Uruguai, Romênia e China.

FICHA TÉCNICA

1,2…7
Coreografia: Gigi Caciuleanu
Assistente de Coreografia: Dany Bittencourt
Música: Igor Stravinsky
Projeto de Luz: Raquel Balekian

Calunga
Coreografia: Rui Moreira
Música: Francisco Mignone, Maracatu do Chico Rei e temas incidentais do projeto Pesquisas Folclóricas do Brasil
Figurinos e Adereços: Gustavo Silvestre
Projeto de Luz: Rui Moreira e Raquel Balekian
Argumento: Mário de Andrade.

Além da Pele
Coreografia e Figurinos: Patrick Delcroix
Música: Eddie Fowlkes, Doctor L, Liam Farrell, Suba, Arnaldo Antunes e Muki
Projeto de Luz: Joyce Drummond
Trilha Sonora: Eduardo Ferreira Paes Júnior

SERVIÇO

1,2…7 / Calunga / Além da Pele
Cisne Negro Cia de Dança
Dias 24, 25 e 26 de julho de 2015
Sexta, às 21h30; sábado, às 21h e domingo, às 19h
LocaL: Teatro J. Safra.
Rua Josef Kryss, 318 – Barra Funda – São Paulo/SP
Ingressos: R$ 40,00 (Plateia), R$ 30,00 (Mezanino) e R$ 20,00 (Mezanino com Visão Prejudicada).
Vendas on-line: Compre Ingressos
Informações: (11) 3611-3042
Duração: 90 min.
Classificação: Livre.

Imagem: Cena de Além da Pela, foto de Reginaldo Azevedo