Circuito Municipal de Cultura apresenta Duo para Dois Perdidos, com Cia. Dual Cena Contemporânea

Dual Cena Contemporânea_Duo Para Dois Perdidos_foto Erick Diniz_m
Foto: Erick Diniz

Com base na obra ‘Dois perdidos numa noite suja’, do dramaturgo Plínio Marcos os bailarinos da Cia. Dual Cena Contemporânea se apropriam do universo do texto para conceber a montagem de dança “Duo para Dois Perdidos”. Em abril, o espetáculo chega aos palcos das Casas de Cultura Brasilândia, dia 16, e Campo Limpo, dia 30, seguindo com apresentações em maio.

Na transição para a linguagem da dança, os protagonistas Tonho e Paco são trabalhados em dois universos corporais distintos, sem traduzir literalmente em movimento cada uma das personagens ou representar o texto de forma exata. “O ponto de partida foram as relações entre eles: a violência, a trapaça e a vingança”, explica o diretor e criador Ivan Bernardelli. “Também fomos além do texto e propusemos o oposto dessas relações, como a doçura e a parceria”, completa.

Com o objetivo de revelar o ser humano em sua condição essencial, os bailarinos Ivan Bernardelli e Hélio Feitosa aliam agressividade e humor para tratar o enredo, que conta a história de dois sujeitos em busca de sobrevivência, que discutem a necessidade de um sapato novo, símbolo de prestígio social. Conforme o diretor, a obra lança os dois bailarinos em um momento no qual todas as possibilidades de manutenção de valores sociais se romperam.

A trilha sonora, do músico Dê Portela, costura os movimentos da coreografia e marca a duração de cada cena. “O espetáculo alterna cenas abertas e fechadas, rápidas e densas, segmentadas e fluidas”, explica Feitosa. Segundo ele, os corpos dos personagens são trabalhados conforme suas especificidades, em situações de diálogo e de choque. “[Eu e Ivan] trabalhamos juntos nesse espetáculo há oito anos e é um privilégio poder amadurecer corporalmente e artisticamente junto com ele”, afirma.

SERVIÇO

Duo para Dois Perdidos
Cia. Dual Cena Contemporânea
Dias 16 e 30 de abril e 12 e 21 de maio de 2016
Ingressos: Grátis
Classificação: livre.
Duração: 30 min.

Dia 16 de abril, às 20h
Casa de Cultura da Brasilândia
Praça Benedicta Cavalheiro, s/nº – Brasilândia – São Paulo/SP
Zona Norte

Dia 30 de abril, às 16h
Casa de Cultura Campo Limpo
Rua Aroldo de Azevedo, 100 – Campo Limpo – São Paulo/SP
Zona Sul

Dia 12 de maio, às 14h
Biblioteca Pública Prefeito Prestes Maia
Av. João Dias, 822, Santo Amaro – São Paulo/SP
Zona Sul

Dia 21 de maio, às 19h
Centro Cultural Palhaço Carequinha
Rua Prof. Oscar Barreto Filho, 252 – Capela do Socorro – São Paulo/SP
Zona Sul

Deixe uma resposta