Cia Sansacroma leva programação gratuita ao Sesc Campo Limpo para celebrar 15 anos de existência

De 08 a 14 de abril de 2018 a Cia. Sansacroma prossegue suas comemorações de 15 anos de existência e leva ao Sesc Campo Limpo uma programação especial que inclui espetáculos, workshops, rodas de conversa e exibição de vídeos. Em duas das atrações (espetáculo Outras portas Outras pontes e mesa de discussão) haverá interpretação em LIBRAS – linguagem de sinais – garantindo a acessibilidade das pessoas surdas.

As atividades no Sesc, todas GRATUITA, são pontuadas pelo que de melhor o grupo realizou até agora e são permeadas pela temática principal da companhia que é a Dança da Indignação, conceito criado por Gal Martins, dançarina e coreógrafa da companhia. Tais ideias norteiam o processo de pesquisa de linguagem estética da companhia. O ponto de partida das criações da Sansacroma são as poéticas e políticas do corpo negro.

Programação

Dia 08 de abril
Domingo, das 18h às 19h30, na Tenda
Programa Retratos – Exibição de curtas

Sinopse

O programa, na sua 2a. edição, faz uma homenagem à figura dos “griots”, cuja função primordial é a de educar e transmitir conhecimento. Haverá exibição de dois episódios, seguida de bate-papo com os homenageados Maria Rodrigues e Sebastião Biano e os intérpretes Ciça Coutinho e Erico Santos.

Ficha técnica
Abertura: Gal Martins
Homenageados: Sebastião Biano e Maria Rodrigues
Intérprete-criadores: Érico Santos e Ciça Coutinho

*Ficha técnica Vídeos

Episódio 2. Maria Rodrigues | Ciça Coutinho
Direção geral e artística: Gal Martins
Homenageada: Maria Rodrigues
Intérprete-criadora: Ciça Coutinho
Cineasta responsável: Julia Zakia
Produção e câmera adicional: Dandara Gomes
Trilha sonora: Érico Santos
Arte gráfica: Kako Arancibia
Agradecimentos: MTST – Movimento dos Trabalhadores sem Teto, Ocupação Povo sem Medo – Valo Velho

Episódio 3. Sebastião Biano | Érico Santos
Direção geral e artística: Gal Martins
Homenageada: Sebastião Biano
Intérprete-criador: Érico Santos
Cineasta responsável: Julia Zakia
Produção e câmera adicional: Dandara Gomes
Trilha sonora: Sebastião Biano e Érico Santos
Arte gráfica: Kako Arancibia
Agradecimentos: Alzira Biano e família

Dia 10 e 11 de abril
Terça e quarta-feira, das 19h às 20h
Espetáculo “Outras Portas Outras Pontes”
Local: O espetáculo tem início no ponto de ônibus em frente ao Shopping Campo Limpo, na Estrada do Campo Limpo

Num primeiro momento, o espetáculo revela o olhar sobre o apartheid “gentil” existente no Brasil, onde negros operários são tratados como sub-cidadãos e os espaços físicos geram separações. Num segundo, as cenas mostram quando a consciência desta separação torna-se indignação e é transformada em materialidade poética, explorando questões como herança cultural e identidade do brasileiro. Este espetáculo terá interpretação em LIBRAS (Linguagem de Sinais, para as pessoas surdas).

Ficha Técnica

Direção: Gal Martins
Direção Coreográfica e Concepção: Yáskara Manzini
Assistente de Direção: Djalma Moura
Intérpretes Criadores: Djalma Moura, Ciça Coutinho, Érico Santos, Malu Avelar e Aysha Nascimento
Intérpretes Convidados: Victor Almeida e Tiago Silva Meira “Boogaloo Begins”
Figurinos e Adereços: Mariana Farcetta
Trilha Sonora: Cláudio Miranda
Operador de Som: Danilo Santana
Produção: Maria Fernanda Carmo e João Simões

Dia 12 de abril
Quinta-feira, das 20h às 21h30
Roda de Conversa – Poética da Indignação como Potência Artística
Local: Tenda

A potente poética da Dança da Indignação, conceito criado pela artista da dança, arte educadora. gestora cultural e futura Socióloga Gal Martins, é tema da mesa parte da programação de celebração dos 15 anos da Cia. Sansacroma. Após a conversa será feito o lançamento do livro publicado em comemoração aos 15 anos da companhia.

Mediação:
Anelise Mayumi – Artista da Dança integrante do grupo Fragmento Urbano
Participantes:
Gal Martins – Artista da Dança, criadora da Cia. Sansacroma
Priscila Obaci – Atriz e educadora de Dança Materna
Deise de Brito – Artista e Pesquisadora da Dança
Duração: 2 horas / classificação livre

Dia 14 de abril
Sábado, às 14h
Oficina Dança negra contemporânea para crianças

A oficina tem como objetivo geral aproximar os participantes da linguagem artística da dança, trabalhando a expressão corporal e a convivência. A metodologia tem como base a relação entre a prática da dança e o processo reflexivo do fazer. As aulas são intercaladas com leitura de textos e diálogos sugeridos pelos mediadores. Como objetivo específico visa sensibilizar/provocar o contato com a dança de maneira lúdica, usando os pressupostos da lei 10639/13, aprovada em 2013, que pressupõe o ensino de história e cultura afrobrasileira e indígena. O foco aqui é sobretudo os de história e cultura afrobrasileira. Tendo em vista a pesquisa da Companhia Sansacroma sobre o território periférico, negritude e suas implicações sociais, culturais e políticas, a oficina proporcionará esta vivência e aproximação com o universo da Companhia.

Duração: 1 encontro de 3h de duração
Participantes: 30 pessoas, entre 7 e 14 anos, não há necessidade de conhecimento prévio em dança

Crédito da foto: Thaís Kruse

Serviço

Sansacroma 15 anos
Cia. Sansacroma
De 08 a 14 de abril de 2018
Local: Sesc Campo Limpo
R. Nossa Sra. do Bom Conselho, 120 – Vila Prel – São Paulo/SP
Ingresso: Grátis
Informações: (11) 5510-2700

Deixe uma resposta