Cia Perversos Polimorfos faz circulação com ‘Movimento para um homem só’

Perversos Polimorfos_MOVIMENTO PARA HOMEM SÓ_foto Fabio Furtado
Foto: Fabio Furtado

Nos dias 19 e 20 de fevereiro (sexta sábado), às 19h, a Cia. Perversos Polimorfos, dirigida por Ricardo Gali, apresenta, no Centro de Referência da Dança de São Paulo, o espetáculo “Movimento para um homem só”, dueto interpretado pelos bailarinos Jerônimo Bittencourt e Rafael Limongelli, inspirado em obra do grafiteiro britânico Banksy. Com o propósito de apoiar a descentralização dos teatros e contribuir para um melhor acesso da população à dança contemporânea, o espetáculo segue em circulação por espaços periféricos da cidade – CEU Quinta do Sol, CEU Paraisópolis e Casa de Cultura de Santo Amaro, ainda em fevereiro; e em março, Teatro Leopoldo Fróes, Centro Cultural da Juventude e CEU Heliópolis. GRÁTIS.

O ponto de partida para a pesquisa corporal e estética de “Movimento para um homem só” foi a ocupação “Better out than in”, de Banksy em parceria com os artistas brasileiros Os Gêmeos. Com trabalhos criados diariamente em um cenário inóspito – embaixo de uma ponte de Nova Iorque -, as intervenções aconteceram durante o mês outubro de 2013, como forma de satirizar as galerias de arte e apoiar o movimento Occupy, que levou jovens às ruas para protestar contra a corrupção e a desigualdade econômica e social.

De reputação internacional mas identidade desconhecida, Banksy é autor de críticas mordazes à sociedade, à política e ao cotidiano. Ao articular conteúdos políticos, morais e religiosos, sempre com humor irônico, investe no poder da imagem como forma de atingir uma liberação de energia e fantasias ativas do público fazendo com que cada um interprete e adapte a obra à sua realidade.

As apresentações são parte do “Projeto Retrovisor”, contemplado pelo 19º Edital do Programa Municipal de Fomento à Dança, que propõe, ainda, um conjunto de ações formativas, colaborativas, conversas, criação e circulação de espetáculos no decorrer do ano todo e em parte de 2017.

Ricardo Gali

Formado pela EAD – Escola de Arte Dramática-ECA-USP, estudou no CPT, coordenado por Antunes Filho, e cursou audiovisual na FMU. Desde 2005, dirige a companhia de dança Perversos Polimorfos, que traz no repertório os espetáculos “Imagem-nua e outros contos” (13º Fomento à Dança); “Movimento para um homem só” (16º Festival Cultura Inglesa) e “ Banksy Bang” (Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2010), ambos inspirados na obra do artista de rua britânico Banksy;“ Ânsia” e “Phaedra’s Love”, com base na obra da dramaturga Sarah Kane; e (Proto)HamletMachine”, inspirado no texto de Heiner Müller. Paralelamente ao trabalho com a Perversos Polimorfos, atua junto a companhias de teatro, como a Cia. do Latão (diretor de movimento para “Cantata para um Bastidor de Utopias” e “Sob a Luz do Lampião da Esquina”), com Georgete Fadel (co-direção do espetáculo “Vão, uma paisagem cênica”, para Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo); Clarice Lima e Patrícia Araújo (performance “Árvores”), entre outros. Vem, ainda, trabalhando como artista em projetos pedagógicos vinculados a instituições como a Secretária de Cultura do Estado e a Universidade de São Paulo.

FICHA TÉCNICA

Direção e Concepção: Ricardo Gali
Intérpretes-criadores: Jerônimo Bittencourt e Rafael Limongelli
Iluminação: Aline Santini
Trilha Sonora: Lourenço Rebetez
Figurino: Ricardo Gali
Colaboração na pesquisa de movimento: Beatriz Sano
Colaboração Artística: Natália Mendonça e Maurício Florez
Produção: Débora Sperl
Produção administrativa: Cais Produções

SERVIÇO

Movimento para um homem só
Cia. Perversos Polimorfos
De 19 de fevereiro a 16 de março de 2016
Ingresso: Grátis
Duração: 50 min.
Classificação: livre.

19 e 20/2 (sexta e sábado), 19h
Centro de Referência da Dança
Baixos do Viaduto do Chá – Centro – São Paulo/SP (ao lado do Teatro Municipal)

22/02 (segunda-feira), 16h e 20h
CEU Quinta do Sol
Av. Luiz Imparato, 564 – Parque Cisper – São Paulo/SP

23/02 (terça-feira), 17h e 19h
CEU Paraisópolis
R. Dr. José Augusto de Souza e Silva – Jardim Parque Morumbi – São Paulo/SP

24/02 (quarta-feira), 20h
Casa de Cultura Santo Amaro
Praça Dr. Francisco Ferreira Lopes, 434 – São Paulo/SP

02/03 (quarta-feira), 20h
Teatro Leopoldo Fróes
R. Antônio Bandeira, 114 – Vila Cruzeiro – São Paulo/SP

09/03 (quarta-feira), 16h e 20h
Centro Cultural da Juventude
Avenida Deputado Emílio Carlos, 3641 – Vila Nova Cachoeirinha – São Paulo/SP

16/03 (quarta-feira), 20h
CEU Heliópolis
Estr. das Lágrimas, 2385 – Ipiranga – São Paulo/SP

 

Deixe uma resposta