Cia. Fragmento de Dança realizada temporada de ‘Porque Somos Mutantes’

Entre os dias 27/09 e 06/10 (sábado 21h e domingo 19h), a Cia Fragmento de Dança apresenta “Porque somos mutantes”, trabalho inspirado na obra do escultor e fotógrafo britânico Jason de Caires Taylor, que cria esculturas e as submerge no mar, formando uma espécie de museu submarino que a natureza se encarrega de modificar, dia após dia.

A partir da intervenção de Taylor, “Porque Somos Mutantes” busca um corpo atravessado pela angústia e aceitação de sua impermanência. Ao refletir sobre ações que independem da nossa vontade, a Cia propõe, neste trabalho, discutir processos inevitáveis de transformação em que perdemos o registro do que somos, seja em situações degenerativas, como no Mal de Alzheimer, seja na tentativa, consciente ou não, de que é necessário adequar-se para estar no convívio social.

Porque Somos Mutantes convoca os bailarinos a lidar com a tarefa do indivíduo em grupo, com organização, caos, necessidade de pertencimento. Transitando entre memórias e sentimentos, numa linha de tempo não linear, existe uma tentativa fracassada e persistente de encontrar os “eus” que nos travestem.

No ano de 2002, Vanessa Macedo começou as suas primeiras investigações autorais em dança contemporânea, fundando a Cia Fragmento de Dança, em São Paulo – SP. Nos primeiros anos, criou alguns solos e duos e, a partir de 2007, concretizou o desejo de se estruturar num formato de grupo que pesquisa e produz continuamente, realizando temporadas na capital e participando de festivais e mostras nacionais e internacionais. Foram criados 15 trabalhos durante esses anos e a Cia já foi contemplada pelos principais editais de apoio financeiro a projetos de dança – como o Prêmio FUNARTE Klaus Vianna, o Programa de Fomento à Dança da cidade de São Paulo, o Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo, edital Caixa Cultural, Festival Cultural Inglesa, entre outros. Mulheres como Frida Kahlo, Virginia Woolf e Tracey Emin inspiraram a Cia em suas criações que envolvem discussões de gênero, autoimagem, fricção vida e obra. Atualmente, assuntos como dramaturgia na dança e o uso de material autobiográfico como linguagem cênica têm sido especialmente investigados para pensarmos nas relações que memórias e experiências pessoais criam com e no outro.

Ficha Técnica

Direção e coreografia: Vanessa Macedo
Cenografia: Cia Fragmento de Dança
Figurino: Daíse Neves
Iluminação: Sandro Borelli
Trilha sonora: Murilo Emerenciano
Elenco: Chico Rosa, Daniela Moraes, Diego Hazan, Letícia Mantovani, Maitê Molnar, Paola Higa, Rafael Barzagli e Rafael Edgar
Produção executiva: AnaCris Medina
Preparação corporal (Pilates): Paola Higa
Fotos: Leo Lin
Design gráfico: Letícia Mantovani

Crédito da foto: Leo Lin

Serviço

Porque Somos Mutantes
Cia Fragmento de Dança
De 29 de setembro a 07 de outubro de 2018
Sábado, às 21h, domingo, às 19h
Local: Kasulo Espaço de Cultura e Arte
Rua Souza Lima, 300 – Barra Funda, São Paulo – SP
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
(Bilheteria abre uma hora antes da apresentação)
Informações: (11) 3666-7238
Classificação etária: 10 anos

Deixe uma resposta