Baila Floripa divulga selecionados para edição 2014

Baila floripa - Rafael Mendes e Lissiana Schlick CRÉDITO HMARIN FOTOGRAFIA-DIVULGAÇÃO

Quarenta e três coreografias, entre as 63 inscritas, foram selecionadas para a mostra oficial da XIII Mostra de Dança de Salão de Florianópolis – Baila Floripa 2014, agendada de 18 a 21 de abril. São trabalhos elaborados em diversos ritmos por 36 grupos do Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, que se apresentarão ao lado de professores, bailarinos convidados e participantes especiais. As sessões de espetáculo ocorrerão nas noites de 19 e 20, no Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC).

Conforme a presidente da Associação Catarinense de Dança de Salão (Acads), Aline Menezes, “foram cinco horas analisando os vídeos, mas os selecionadores não tiveram grande dificuldade, principalmente em relação aos trabalhos de conjunto. Percebemos uma qualidade superior aos últimos três anos”. Alexandre Melo, professor, palestrante e ex-presidente da Acads; Fabiano Narciso, professor, coreógrafo, educador físico e pesquisador em dança e terapias corporais; e Nathan Santos, dançarino, coreógrafo, pesquisador, produtor e consultor de festivais e projetos de dança; formaram a comissão selecionadora.

Na opinião de Alexandre, que organizou as seis primeiras edições do Baila Floripa e pela terceira consecutiva vez seleciona candidatos, “felizmente, para os profissionais da dança de salão, os trabalhos têm evoluindo a cada ano. Alguns, particularmente, saltaram aos olhos e deixaram o selecionador extremamente satisfeito”. Aline observa ainda a presença de “mais grupos que nunca participaram do evento” – fato positivo também apontado por Nathan: “fiquei surpreso com um grupo que, após aprovado, me informaram não ser veterano. Foi digno de elevadas considerações em vários pontos”.

A dissociação da dança de salão em tradicional e contemporânea (que absorve elementos de outros gêneros de dança e linguagens artísticas), cada vez mais notada em festivais e mostras nacionais, também ficou bastante evidente. Comparando-se a anos anteriores, “aparentemente, houve um equilíbrio maior, mas ainda a influência de outras danças tem preponderado sobre a tradicional”, na avaliação de Alexandre. “Ficou bem equilibrado e as duas vertentes deixaram suas marcas. Na tradicional, o destaque vai para o samba, que apresentou um bom número”, constata Nathan.

O Baila Floripa reunirá centenas de dançarinos de diversas regiões do País para uma programação que inclui ainda workshops, bailes e concurso de duplas no Majestic Palace Hotel. “Acredito que é o único evento que propicia tal oportunidade para observarmos o que há de mais expressivo pelo Brasil no tangível aos trabalhos produzidos pelos coreógrafos de dança de salão”, diz Alexandre. Para Nathan, “a origem dos grupos, em parte, já determina certa personalidade, realçando a riqueza de variedade que a dança de salão apresenta. Com certeza, um grande espetáculo, pois a pesquisa da dança de salão contemporânea está muito intensa e o que é tradicional não perdeu seu charme ou diversão”.

Para maiores informações acesse o site oficial do festival: www.bailafloripa.com.br

SELECIONADOS

PARANÁ

Curitiba

– Casa de Dança Tatiana Asinelli: “Hip Hop Samba Funk”, de Léo Gomes e Tatiana Asinelli; e “El Aire en Mis Manos”, de Leonardo Taques
– Elos Cia. de Dança: “Primavera Porteña”, de Leonardo Taques
– Luiz Dalazen & Giuliana Manfio: “Linha Tênue”, de Giuliana Manfio e Luiz Dalazen
– Oito Tempos Grupo de Dança: “Hold me”, criação coletiva (direção Sheila Santos)
– Oito Tempos Grupo de Dança/Turma da Gafieira: “Mandinga de um Povo”, de Jall Martins

Londrina

– Cia. Kinesis: “Heartbeat”, de Arnaldo Junior, Janaina Diniz, João Gabriel e Mônica Góis

RIO DE JANEIRO

Rio de Janeiro

– Brigitte Wittmer & Cayo Louran: “Animal”, de Brigitte Wittmer e Cayo Louran

Volta Redonda

– República do Movimento: “Amor Sublime” e “Desejo”, de Lissiana Schlick e Rafael Mendes
– Rafael Mendes e Lissiana Schlick: “Desvelar Onírico”, de Rafael Mendes e Lissiana Schlick

RIO GRANDE DO SUL

Porto Alegre

– Cia. de Dança Tracy Freitas: “Toda la Salsa Es Buena”, de Tracy Freitas
– Grupo Laços – Dança de Salão Contemporânea: “Samba Corpo” e “Camisa Negra”, de Izabela Gavioli e Lelio Santos
– Kirinus e Nunes Centro de Dança: “Noites Cariocas”, de Edson Nunes
– Oito Tempos Grupo de Dança: “Chacoalha” e “Zoot”, de Cristovão Christianis

SANTA CATARINA

Florianópolis

– Andantes/Cenarium Escola de Dança: “(Não) Desabrigo de Si”, de Ricardo Tetzner
– Cia. Cazu de Dança de Salão: “Linha Tênue”, criação coletiva
– Cia. Nando Berto: “Momentos”, de Nando Berto
– Cia. Salão de Dança: “Entre Estrelas e Ventos”, de Daniel Pozzobon e Sheila Ludwig
– Equipe Cazu: “Menino Maluquinho”, de Fernanda Dill, Guilherme Mello, Laís Souza e Matheus Magrin
– Grupo Ronaldo Rodrigues: “Clowns” e “Samba na Praia”, de Ronaldo Rodrigues
– In Vitro Grupo de Dança: “Projeto 01”, de Daniel Pozzobon
– Ricardo Tetzner e Fabiana Dias: “As Rosas Não Falam”, de Fabiana Dias e Bruno Ferreira
– Ritmo Cia. de Dança: “Instável Afeição”, criação coletiva; e “Encontrando o Destino”, de Ruan Patricio e Bruna Lídia
– Tharles Dias e Paula Brinhosa: “Palavras Não Dizem”, de Tharles Dias e Paula Brinhosa

Itajaí

– Cia. de Dança Eduxi: “Não Desistirei”, de Natan Pereira e Larissa da Silva; e “Que se Sepa”, de Jefferson Miguel Alves e Jaila Polidoro

Ituporanga

– Passo Bello: “No Tempo das Cavernas”, de Clei Giovani Souza e Arthur Bellaguarda

Jaraguá do Sul

– Dançar A2 Escola de Dança: “O Cravo e a Rosa”, de Luiz Gustavo Dalazen

São José

– Cia. do Cassino: “Salsaton”, de Ed Charlles e Fabián Schvartzman
– Leandro Murillo: “Quando Fui Chuva”, de Leandro Murillo
– Meraki do Ateliê da Dança: “Meu Calo”, de Pricila Delonê e Cayo Louran

SÃO PAULO

Santo André

– Cia. de Dança Vanessa Jardim: “Samba do Candango”, de Vanessa Jardim

São José dos Campos

– Grupo Calidum: “Estatuto da Gafieira”, de Fábio dos Santos e Paloma Ribeiro

São Paulo

– Daniel Lessa e Letícia Bernardes: “Samba da Zona”, de Daniel Lessa e Letícia Bernardes
– David e Natalia: “Mi Canción”, de David Morais
– Interacto Academia de Danças: “Bem que se Quis”, de Roberto Motta e Alini Lima
– Junior Arruda e Kethlin Romano: “Hoje Não”, de Junior Arruda

Taboão da Serra

– Muller Dantas e Vinicius Souza: “Milonga de Buenos Aires”, de Muller Dantas e Vinicius Souza