A Companhia de Danças de Diadema leva três trabalhos para o Teatro Clara Nunes

Anseio -foto de Silvia Machado

A Companhia de Danças de Diadema – que em 2015 está comemorando 20 anos de história – apresenta, em maio, no Teatro Clara Nunes do Centro Cultural Diadema, três espetáculos de seu repertório, com entrada franca.

No dia 8 de maio (sexta, às 16 horas) será apresentada a mais nova montagem da companhia, A Mão do Meio – Sinfonia Lúdica, que tem concepção e coreografia assinadas em dupla por Michael Bugdahn e Denise Namura. No dia 9 (sábado, às 20 horas), apresentam Paranoia, criado pela coreógrafa e diretora da Companhia de Danças de Diadema, Ana Bottosso, a partir da poética de Roberto Piva. Já no dia 10 de maio (domingo, às 19 horas), o grupo exibe o espetáculo Anseio, de Claudia Palma, cuja coreografia fala de um tempo próximo a terminar.

PROGRAMAÇÃO

Dia 8 de maio. Sexta, às 16h
Espetáculo: A Mão do Meio – Sinfonia Lúdica
De Michael Bugdahn e Denise Namura
Público: infantojuvenil

A montagem tem concepção e coreografia assinadas por Michael Bugdahn e Denise Namura. O enredo mostra experiência da descoberta do próprio corpo, das mãos e dos pés. É uma história de gestos contada por meio da dança, incluindo algumas cenas com luz negra. Os bailarinos exploram a fabulosa aventura de uma mão, fascinada por movimentos, que parte em busca da descoberta do corpo e se torna uma colecionadora de gestos. Segundo os coreógrafos, o espetáculo é uma sinfonia lúdica composta por movimentos, sons e luzes para levar o público a um mundo feito de poesia, onde situações do cotidiano se tornam mágicas num piscar de olhos, onde gestos simples provocam imagens surpreendentes e sensações inéditas.

Dia 9 de maio. Sábado, às 20h
Espetáculo: Paranoia
De Ana Bottosso
Público: adulto (acima de 16 anos)

Esta montagem foi livremente inspirada na poética provocativa de Roberto Piva. Segundo a coreógrafa Ana Bottosso, os elementos dramáticos de Paranoia se materializam como palavras impressas no muro de uma cidade imaginária. A incansável continuidade noite-dia-noite é como versos repetidos nos corpos em conflitos que reproduzem a dualidade dos sentimentos. Falar de um homem só, um fantasma da “selva de pedra” que traça a passos delirantes uma vida secreta, é falar de cada um de nós. Os movimentos e situações cênicas expressam as sensações dos textos e traz uma intensa energia impulsiva, transgressora, e ao mesmo tempo um lirismo ímpar.

Dia 10 de maio. Domingo, 19h
Espetáculo: Anseio
De Claudia Palma
Público: adulto (livre)

Espetáculo concebido e coreografado por Claudia Palma, Anseio busca, por meio da poética da dança, dar um profundo mergulho em um universo de imagens densas, carregadas de memórias de um tempo que está por terminar. “O último suspiro”: comenta Claudia. Os movimentos dos bailarinos expressam a necessidade de fazer a passagem, de transcender… Pois o corpo é denso, cheio de ar. É preciso renovar, esvaziar e preencher os espaços novamente, desse corpo quer ar.

FICHA TÉCNICA

Companhia de Danças de Diadema
Direção: Ana Bottosso
Assistente de direção e produção administrativa: Ton Carbones
Assistente de coreografia: Carolini Piovani
Produção executiva e comunicação: Renato Alves
Elenco: Carolini Piovani, Daniele Santos, Danielle Rodrigues, Elton de Souza, Fernando Gomes, Jean Valber, Rafael Abreu, Thaís Lima, Ton Carbones e Zezinho Alves.
Estagiária: Dayana Brito

SERVIÇO

A Mão do Meio – Sinfonia Lúdica / Paranoia / Anseio
Companhia de Danças de Diadema
De 08 a 10 de maio de 2015
Sexta, às 16h, sábado, às 20h e domingo, às 19h
Local: Teatro Clara Nunes (Centro Cultural Diadema)
Rua Graciosa, 300 – Centro, Diadema/SP.
Informações: (11) 7858-5549
Ingressos: Grátis (recomenda-se chegar 30 minutos antes)
Capacidade: 370 lugares

Imagem: cena de Anseio, foto de Silvia Machado