A Boa Malandragem Carioca

O samba de partido alto invade o palco do Theatro NET São Paulo para contar a história de Max Overseas, o protagonista do espetáculo “Ópera do Malandro”, de Chico Buarque. Nós, do Agenda de Dança, estivemos presentes no final de semana de estreia da peça (domingo, dia 15/03), que fica em cartaz até 3 de maio.

10515217_674459339309695_7638982396649669243_o
Musical “Ópera do Malandro”
Foto: Divulgação

O musical, originalmente estreado em 1978, já teve diversas montagens, e dessa vez foi revisitado por João Falcão. Além de ser fiel à primeira versão, ele deu um toque diferente para a nova produção: o elenco é composto por homens e apenas uma mulher. A atriz Larissa Luz faz o papel de João Alegre, o narrador e comentarista da trama. Os demais interpretam, em sua maioria, dois personagens, sendo um feminino e um masculino. Segundo o diretor, essa inversão de gêneros remonta uma tradição antiga do teatro, de um tempo no qual não podia haver presenças femininas no elenco de uma peça.

10383990_746554792100149_6404758635593573338_n
Elenco de “Ópera do Malandro”
Foto: Divulgação

A Ópera do Mendingo, de John Gay, e a Ópera dos Três Vinténs, Bertolt Brecht e Kurt Weill, foram as inspirações para compor o enredo deste musical, no qual o contrabandista Max se casa, em segredo, com Teresinha de Jesus, filha de Duran, um poderoso dono de bordeis e cabarés da Lapa, no Rio de Janeiro, nos anos 1940. Entre artimanhas e conchavos, o público pode apreciar as belas canções de Chico, extraídas não só do espetáculo original como também do álbum “Malandro”, e do filme homônimo datado de 1985, dirigido por Ruy Guerra. “É incrível perceber a qualidade da produção de um compositor para um mesmo projeto, é um momento consagrador para o Chico. As canções da Ópera ganharam fôlego fora do teatro, se tornaram tão conhecidas que muitos nem sabem que foram feitas para o palco”, afirma João Falcão.
Ficou curioso? Então fica o nosso convite para vocês também conferirem.

Ficha Técnica:
Adaptação e direção: João Falcão
Direção musical: Beto Lemos
Direção de produção e idealização: Andréa Alves

Elenco:
Larissa Luz – João Alegre
Moyseis Marques – Max Overseas
Fábio Enriquez – Teresinha de Jesus
Ricca Barros – Duran
Adrén Alves – Vitória
Alfredo Del Penho – Chaves
Guilherme Borges – Lúcia
Eduardo Landim – Geni
Bruce de Araújo – Johnny Walker/Shirley Paquete
Davi Guilhermme – Big Ben/Mimi Bibelô
Eduardo Rios – General Eletric/Dorinha Tubarão
Renato Luciano – Barrabás/Fichinha
Thomás Aquino – Phillip Morris/Jussara Pé de Anjo
Rafael Cavalcanti – Dóris Pelanca

Cenografia: Aurora dos Campos
Figurinos: Kika Lopes
Iluminação: Cesar de Ramires
Coreografia: Rodrigo Marques
Projeto de som: Fernando Fortes
Visagismo: Uirandê de Holanda
Assistente de direção: Clayton Marques
Preparação vocal: Maria Teresa Madeira
Programação visual: Gabriela Rocha
Músicos: Beto Lemos (violão, rabeca, bandolim, viola e guitarra); Daniel Silva (violoncelo e baixo elétrico); Rick de La Torre (bateria e percussão); Roberto Kauffmann (teclado e acordeon); Frederico Cavaliere (clarineta); e Dudu Oliveira (flauta, sax e bandolim).

As apresentações acontecem no Theatro NET São Paulo, de 13/03 à 03/05.
Sextas, às 21:00
Sábados, às 21:30
Domingos, às 20:00

Os ingressos podem ser adquiridos no site Ingresso Rápido e na bilheteria do Theatro NET São Paulo, que funciona de segunda à sábado, das 10:00 às 22:00, e domingo, das 10:00 às 20:30.
Endereço: Shopping Vila Olímpia, Térreo (Bilheteria) e 5º Piso (Teatro)
Rua Olimpíadas, 360 – Itaim Bibi, São Paulo/SP

Até a próxima!!!